Logo Branca China Link

Xangai anuncia flexibilização para isolamento contra covid-19

Xangai, maior cidade da China, anunciou nessa segunda-feira (11) reduções nas atuais medidas restritivas em alguns bairros da metrópole. O fato ocorreu logo após protestos contra as normas rígidas de combate ao covid-19. Estima-se que 25 milhões de pessoas estão confinadas.

De acordo com as autoridades, a população de maneira gradual será permitida a sair de casa, porém isso se limita para áreas com menos casos. O governo não informou quantas pessoas poderão sair de casas, e nem quando essa medida começará a valer.

“Medidas de prevenção e controle diferenciadas refletirão as circunstâncias reais no terreno”, afirmou o funcionário da prefeitura de Xangai, Gu Honghui.

Será criada uma classificação residencial dividida em três níveis, com base no número de infecções. Moradores que estão situados em “zonas de controle fechadas” ou “zonas de gestão controlada” vão continuar isoladas em suas casas ou limitadas a suas residências.

Complexos residenciais sem registro de caso nos últimos 14 dias, poderão sair de suas casas.

Até o momento, Xangai é local que está com medidas mais severas desde a primeira aparição do vírus no país, em 2019. A maior dificuldade para o povo chinês é a dificuldade para comprar de alimentos, por conta das restrições de confinamento.

Após o crescimento de casos de covid-19, a China adotou uma política rígida para impedir o contágio. Atualmente estão sendo feito testes em larga escala, e restrições de deslocamentos.

Por: Lucas Freire, Mamba Digital.

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.

Compartilhe:

#MAIS ARTIGOS