Logo Branca China Link

China e Taiwan: impacto dos semicondutores no Mundo

Taiwan semicondutores

A Mídia internacional repercutiu o clima de tensão entre China e Taiwan, ocasionado pela provocação do governo americano. Além da perspectiva de uma eventual guerra, outro ponto muito importante deve receber atenção.

No início de agosto, a presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, visitou o Taiwan, e se encontrou com Mark Liu, o presidente da TSMC, maior fabricante de semicondutores do mundo.

Nessa segunda-feira (15), no começo do dia, novamente os políticos americanos voltaram a visitar o território de Taiwan. Na ocasião, a comitiva de legislação dos Estados Unidos se encontrou com o diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores.

Um clima de tensão se instaurou no país nos últimos dias, principalmente com os “exercícios” militares de treino da China. Esses que também foram vistos como uma resposta para a “ameaça” americana.

Impacto dos semicondutores

Taiwan, apesar de ser uma pequena ilha, é um polo industrial extremamente importante para cadeia de suprimentos do mundo inteiro. Sim, somente esse país é responsável por mais da metade da produção de semicondutores.

Então, caso você não esteja familiarizado, os chips semicondutores estão presente em grande parte do nosso dia. É uma tecnologia INDISPENSÁVEL para carros, smartphones, geladeiras, computadores de alta performance, entre outros.

Apesar do óbvio impacto da falta desse suprimento, nós já vivenciamos uma crise onde esse tipo de produto estava escasso. Portanto, o resultado não poderia ser outro. Componentes como placas de vídeo, processadores, e até mesmo carros subiram o valor, e tiveram uma entrega muito inferior.

No Brasil, entre 2021 a 2022, dentro do segmento de automóveis, as fabricantes estavam dando prazos de até 90 dias para entregar um carro zero. Dessa forma, como consequência disso, pessoas com necessidades urgentes passaram a procurar carros usados, o que ocasionou um efeito dominó completo.

A produção de carros novos estava parada pela falta de semicondutores, o preço de carros usados passou a subir, e como consequência a tabela FIPE também aumentou.  Em paralelo a isso, o mercado de computadores e hardwares sofreu a mesma consequência que o automobilístico. Montar um computador novo, ou comprar peças usadas, todas se tornaram opções ruins.

Importância de Taiwan em números

A relevância de Taiwan sobre os semicondutores no Mundo já pode ter ficado clara. A fábrica mais importante do mundo deste produto fica na ilha, no entanto não se limita apenas nisso.

Segundo dados da TredForce, das 10 maiores indústrias desse segmento, 4 pertencem a Taiwan. Vale mencionar que a produção do primeiro colocado TSMC (Taiwan) possuí 54% de toda produção. Enquanto o segundo colocado Samsung Eletronics (Coreia do Sul) possui 16%, e em seguida a UMC (Taiwan) com 7%.

Somando todas as empresas, a participação de Taiwan como produtora representa 64% de todo globo

E como uma guerra poderia afetar essa produção? Infelizmente, este ano tivemos exemplos claro de uma nação forte contra um país menor, como foi o episódio da Rússia contra Ucrânia. Como seria o conflito militar entre a China, um país continental e potência mundial, contra uma ilha?

Por outro lado, o presidente da TSMC afirmou  que ninguém pode controlar a TSMC pela força. “No caso do uso da força militar ou de uma invasão, a fábrica não estará mais operacional”, afirmou Liu. Além disso, ele reforçou que as  instalações de produção são extremamente sofisticadas, e por isso dependem de conexões em tempo real com o mundo exterior, com a Europa, o Japão, com os EUA.

Compartilhe:

#MAIS ARTIGOS