BLOG

Radar de Importação

O que é radar de importação?

v

Nos últimos quatro artigos aqui postados, tratamos de dois tipos de licença necessárias para que o processo de importação seja bem executado. Nos próximos, ainda abordaremos outros tipos de licenças como no caso de importação de alimentos, porém, hoje o assunto é: que tipo de habilitação torna-se necessária quando uma empresa ou pessoa jurídica decide importar e/ou exportar? O Radar de Importação.

O que é o Radar de Importação?

O SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior) é um instrumento de controle do comércio exterior brasileiro, administrado pela Receita Federal do Brasil, a Secretaria de Comércio Exterior e o Banco Central do Brasil. É um sistema que toda empresa ou pessoa física a fim de importar/exportar deve possuir o registro (senha/habilitação). O SISCOMEX é uma ferramenta facilitadora para controlar o fluxo único de informações, diminuindo assim a burocracia envolvida nas negociações e o custo da mesma.

O RADAR de Importação (Registro e Rastreamento da Atuação dos Investidores Aduaneiros) ferramenta dentro do SISCOMEX, ou seja, para utilizá-lo é necessário ser habilitado no SISCOMEX, é um registro que atua com a fiscalização aduaneira identificando e acompanhando os diversos agentes (jurídicos ou físicos) que operam no comércio exterior. Esse registro é mantido pela Receita Federal do Brasil e tem como principal função licenciar e monitorar a atuação desses agentes no comércio internacional.

Quais são os tipos de RADAR de Importação?

Existem vários tipos de RADAR: o simplificado, o ordinário, o especial e o restrito, sendo o procedimento mais comum a solicitação inicial do RADAR simplificado e após a atuação do agente em alguma operação internacional o registro no RADAR ordinário.

O Radar Simplificado é normalmente destinado para pessoas físicas, empresas públicas ou sociedades de economia mista, entidades sem fins lucrativos e para pessoas jurídicas que pretendam atuar no comércio exterior com operações limitadas em US$ 150 mil (Free on Board – FOB ou Cost, Insurance and Freight – CIF), não efetuando uma análise da capacidade econômica e financeira do agente, mas efetuando um monitoramento constante dessas operações.

O RADAR Ordinário é o tipo mais completo e complexo da habilitação, normalmente, realizado por pessoas jurídicas com boas capacidades econômicas podendo realizar qualquer tipo de operação.

O RADAR Especial destina-se aos órgãos da administração pública direta, autarquia e fundação pública, órgão público autônomo e organismos internacionais.

E por último o RADAR para o agente que tenha operado anteriormente no comércio exterior, exclusivamente para realização de consulta ou retificação de declaração.

Dentre todas as informações que a Receita Federal solicita para o preenchimento do cadastro da habilitação RADAR, muitas são de cunho contábil, por isso, quando o agente vai cadastrar-se ele necessita ao seu lado de dois profissionais: um despachante aduaneiro e um da área contábil, principalmente no caso das empresas.

Quando o sistema recebe o pedido de registro, há uma análise do comportamento pregresso da empresa e de seus sócios, da capacidade financeira, dos planos futuros (projeção no mercado internacional), dentre outros aspectos, que se acreditados pela Receita Federal receberão uma licença para realizar operações de importação/exportação dentro de um limite de operações estipulado pelo RADAR, baseado fundamentalmente na capacidade financeira do agente.

O pedido do registro no RADAR para Importação é feito perante a presença da pessoa física ou jurídica a uma unidade da Receita Federal e tem que ser constantemente renovado, ou seja, o AR (autorização) não é concedido definitivamente. Para mais informações acessar o site da Receita Federal do Brasil ou de um profissional especializado.

Fique também atento aos próximos artigos aqui postados, pois eles trarão informações mais específicas sobre o passo-a-passo de como obter o RADAR, além de outros tipos de anuências.

Taiame-souza

 
 
 
 
 
 
 
Por Taiame Souza – Direto de São José dos Campos/Brasil
www.chinalinktrading.com
 Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a procura de fornecedores chineses, controle de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter

#MAIS ARTIGOS

Elon Musk chines tiktok

Conheça Yilong Ma, o “Elon Musk” chinês que cresce nas redes sociais

Produtos de informática tem imposto zerado

Produtos de informática tem imposto de importação zerado

Produtos Importados da China seguem forte no Brasil

Produtos Importados da China: Ranking 2021