Logo Branca China Link

Produtos Importados da China: Ranking 2021

Produtos Importados da China seguem forte no Brasil

Quando o assunto é importação, muitas pessoas buscam produtos importados da China como uma oportunidade para investir. Nesse texto, vamos reunir os produtos mais comprados da Indústria de Transformação chinesa em 2021.

Sobretudo, os levantamentos a seguir foram feitos através da Comex Stat, plataforma do Governo Federal. Toda a base de dados utiliza informações do SISCOMEX, ou seja, os dados contam apenas para importações formais e empresariais

1- Equipamento de Telecomunicações: Peças e Acessórios

Capinhas de celulares é um dos produtos importados da china com maior procura

Destacado pelos smartphones, hoje esse é um dos mercados mais em alta. Você já reparou na quantidade de lojas de capinhas ou reparos no centro comercial da sua cidade? Então, é possível interpretar esse nicho como uma tendência que ainda segue em ascensão. Principalmente por pessoas não buscarem apenas um produto, ou uma única solução. Além das constantes trocas de películas de proteção, e a diversidade de capinhas, existem também o estoque de peças de reposições para reparos.

Em primeiro lugar, com 10% da fatia das importações da Indústria de Transformação, avaliado em um valor FOB de US 4,9 Bilhões, equipamentos de telecomunicações foram os produtos mais importados da China durante o ano de 2021.

Portanto, por ser um segmento que não possui um nicho ou público especifico, é uma ótima oportunidade para investir. Vale lembrar que apesar da demanda, existe uma forte concorrência. Então, na hora de vender, certifique-se que sua empresa possui algum diferencial, ou apresenta algum benefício para quem compra de você.

FACILITAMOS E OTIMIZAMOS O CUSTO DA IMPORTAÇÃO DA SUA EMPRESA; Quer começar? Clique aqui.

2- Iluminação & Leds: Válvulas e tubos termiônicas, transistores e etc.

Avaliado com um valor FOB de US 3,9 Bilhões de dólares, produtos como válvulas e tubos tiveram uma participação de 8,1 %. Na categoria estão presente itens como transistores, semicondutores, e produtos de iluminação no geral.

Produtos de elétrica estiveram em alta durante e ocuparam o segundo lugar em 2021. No entanto o cenário mudou em 2022. Entre janeiro e março deste ano, a categoria está no topo de produtos mais importados da China. Sendo assim, ultrapassou equipamentos de telecomunicações, possuindo 12%, no valor de US$1,81 bilhão de dólares.

3- Substâncias Químicas

As substâncias químicas são importadas como uma matéria-prima à granel, essas são destinadas para a fábricas químicas nacionais. Dentre os produtos, temos como o compostos orgânicos ou inorgânicos, ácidos nucléticos, e antimicrobianos.

Em terceiro lugar, as substâncias químicas ficaram com 5,1% das importações. O valor FOB foi de US$ 2,4 bilhões.

4- Adubos e Fertilizantes

A importação de adubos e fertilizantes é essencial para manter toda a produção nacional de insumos. Hoje, a China ocupa o segundo lugar de país que mais enviou fertilizantes para o Brasil, ficando atrás apenas da Rússia, que é a maior produtora do mundo.

Dessa forma, adubos e fertilizantes ficaram em quarto lugar no ranking de produtos importados da China. Ao total, ele ocupou 4,4% da fatia, com US$ 2,1 bilhões de valor FOB.

Cuidados antes de importar

Importação é muito mais que escolher um produto “a dedo”. Existem diversas etapas, custos, e ações que devem ser levadas em conta. O primeiro passo após escolher um produto, é identificar o NCM. Em seguida, você precisa levantar o máximo de informações sobre o produto.

Alguns produtos importados precisam passar se regulamentos antes de entrarem no Brasil. Ou seja, é necessário certificar o produto. Para um produto ser certificado há um custo adicional. Portanto, antes de importar faça um estudo de viabilidade, assim você irá prever todos custos da sua importação.

De acordo com a Bruna Mantesso, especialista em Anuência e Certificações, não existe nenhum motivo para temer a importação de um produto que precise passar pelo processo de certificação. “Pelo contrário, isso faz parte do processo legal de um produto. O custo de uma certificação não é exclusivo para um, todos que querem estar dentro da lei pagam. Afinal, a regulamentação é algo que impacta na segurança do produto, passando maior confiança sob sua marca para o consumidor final”, explicou Bruna.

As certificações mais comuns são: IBAMA; INMETRO; MAPA; e ANATEL. Existem outras, porém essas são as mais frequentes.

Então, se o seu produto precisa de certificação não pense como um obstáculo. Mas sim como um processo aduaneiro adicional.

 

Por: Lucas Freire, Mamba Digital.

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.

Compartilhe:

#MAIS ARTIGOS