BLOG

Países desenvolvidos poderão receber maiores investimentos chineses

investimento-china

O apetite da China por recursos naturais continua grande, mas as investidas do país no exterior já não se limitam a projetos ligados à extração e obtenção de matéria-prima que, num passado recente, chegaram a elevar o Brasil ao topo da lista dos países que mais receberam investimentos diretos dos chineses, foi o que disse a BBC Brasil montando um panorama para o ano de 2014.

Economistas especializados na arrancada chinesa rumo aos principais mercados mundiais classificam como a “nova onda” esse novo ambiente nas exportações principalmente no que tange os setores tecnológicos e imobiliários. Após uma vertiginosa queda nos investimentos desde 2010, segundo levantamento feito pela China Global Investment Tracker o Brasil vem sofrendo de forma ainda mais abrupta através das seguidas quedas nos anos seguintes resumindo-se apenas em petróleo e gás como produtos exportados.

A grande mudança se encontra após observação feita por Claudio Frischtak, consultor do Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC), nos principais mercados mundiais como nos EUA e Canadá. Isto se deve a uma forma natural de se agir dentro da concepção chinesa de se fazer negócios uma vez que num passado recente sua concentração era feita na Austrália, posteriormente cedeu o posto para a região da África Subsaariana substituindo o próprio Brasil. Esta mudança, portanto se deve às iniciativas objetivadas em expandir e dinamizar os complexos exportadores no sentido de melhorar o ambiente de negócios, reduzir custos e melhorar principalmente a infraestrutura.

Apesar da contínua pressão de aumentar a competitividade, tecnologia e expansão de mercados globais; as commodities continuarão exercendo seu papel de carro chefe destes investimentos. Além, da recente tentativa de se entender o mercado de recursos naturais objeto  cada vez maior de desejo dentro de um panorama escasso destas ofertas.

Assim, é possível compreender que apesar do declínio chinês para com o mercado brasileiro, o ciclo tenderá a continuar podendo até ser possível regressar aos tempos áureos de fortes investimentos como em 2010.

Acompanhe nosso Blog de Importação e tire dúvidas conosco através do e-mail de contato: contato@chinalinktrading.com.

Nota do autor: Caso a leitura do artigo traga-lhe alguma dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário abaixo. Estamos sempre disponíveis para atendê-los!

Sem título0

Este artigo foi escrito pelo graduando de Relações Internacionais, Rafael A. Belfiore, Faculdades Metropolitanas Unidas, São Paulo – SP. 

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter

#MAIS ARTIGOS

Elon Musk chines tiktok

Conheça Yilong Ma, o “Elon Musk” chinês que cresce nas redes sociais

Produtos de informática tem imposto zerado

Produtos de informática tem imposto de importação zerado

Produtos Importados da China seguem forte no Brasil

Produtos Importados da China: Ranking 2021