Logo Branca China Link

Importação ilegal de celulares gera mais de 56 mandados de busca e apreensão pela PF

A Polícia Federal, com apoio da RF, realizou nesta terça-feira (9), a Operação Modo Avião. A ação tem como objetivo desmantelar uma quadrilha que atuava com importações irregulares de eletrônicos, com foco em smartphones de marca.

De acordo com as autoridades, o grupo movimentou R$1,2 bilhão com a comercialização ilegal desses produtos em grande escala. Tudo isso dentro do período de um ano e meio.

Até o momento, a Polícia Federal está executando mais de 56 mandados de busca, apreensão e prisão preventiva. As ações ocorrem no estado de São Paulo, Ceará e Paraná. 

A Operação Modo Avião foi iniciada após a apreensão de dezenas de produtos importados ilegalmente. Grande parte da mercadoria eram celulares vendidos em lojas do comércio popular.

A Receita Federal também realizou um levantamento patrimonial. Foram monitoradas transações dos suspeitos que fazem parte do bando.

Foram bloqueadas contas bancárias que totalizam R$ 428 milhões. Os valores seriam originados do esquema e estavam espalhados em registros criados pelos envolvidos e também as empresas falsas, que segundo a polícia, eram usadas em operações de lavagem de dinheiro.

Os suspeitos deverão ser indiciados por crimes de formação de organização criminosa, descaminho – crime quando não se paga imposto devido de uma importação -, e lavagem de dinheiro. Se somadas, as penas podem acumular até 22 anos de prisão

Compartilhe:

#MAIS ARTIGOS