Logo Branca China Link

Governo estuda novo corte em Imposto de Importação sem Mercosul

Corte no imposto de importação

O ministro Paulo Guedes, do Ministério da Economia, junto ao governo está trabalhando para novas soluções diante dos constantes aumentos no preço de produtos para o consumidor final.

A intenção por trás da proposta é reduzir 10% da alíquota de II (Imposto de Importação) de 87% de todos os produtos que o Brasil importa, de maneira independente ao bloco do Mercosul. Além disso, estão previstos mais 12 itens na lista de exceção à TEC (Tarifa Externa Comum). Para ser vigorada, a medida precisa da aprovação de outras autoridades do Governo.

A próxima etapa para avançar a redução da alíquota é mediante à aprovação do Gecex (Comitê-Executivo de Gestão), e da Camex (Câmara de Comércio Exterior). Ainda será avaliado pelo governo, as principais consequências política de um eventual novo corte tarifário feito de forma independente do Mercosul. Tendo em vista que essa medida deveria ser feita em comum acordo entre os integrantes do Mercosul.

O primeiro grande corte no II foi feito no mês de março para produtos que fazem parte da cesta de consumo do país. Além de alimentos como margarina, café, macarrão, etanol e óleo de soja também tiveram o Imposto de Importação zerado até o final de 2022.

Por: Lucas Freire, Mamba Digital.

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.

Compartilhe:

#MAIS ARTIGOS