BLOG

China lan̤a Beidou, sistema rival do GPS РChina Link Blog de Importa̤̣o

Chinalink_blog_portugues_post842O governo da China lançou na região Ásia-Pacífico os serviços públicos e comerciais de seu próprio sistema de navegação por satélite, projetado como um concorrente do americano GPS (Sistema de Posicionamento Global).

O sistema Beidou (“Ursa Maior” em chinês), que utiliza atualmente uma rede de 16 satélites de navegação e quatro experimentais, começou na quinta-feira a proporcionar serviços a civis em toda a região e, de acordo com a imprensa estatal, deve oferecer cobertura global até 2020.

Em uma entrevista ao jornal China Daily, Ran Chengqi, porta-voz do Escritório Chinês de Navegação por Satélite, o desempenho do sistema é comparável ao do GPS.

“Os sinais do Beidou já podem ser recebidos na Austrália”, disse.

Esta é a mais recente conquista da China no setor de tecnologia espacial. O país pretende construir uma estação espacial até o fim da década e, eventualmente, enviar uma missão tripulada à Lua.

Para ampliar a rede de satélites chineses serão lançados mais 40 aparelhos ao espaço até 2024, segundo o porta-voz, o que permitiria possuir uma cobertura mundial a partir de 2020.

A China considera o programa bilionário um símbolo de sua crescente estatura global, do conhecimento científico e do êxito do Partido Comunista.

O início do serviço comercial do sistema aconteceu um ano depois do Beidou começar a enviar sinais de navegação limitados ao território chinês.

O país começou a construir a rede no ano 2000 para não depender do GPS.

Segundo o jornal chinês Global Times, “possuir um sistema de navegação por satélite tem enorme significado estratégico”.

“A China tem um mercado enorme, onde o Beidou pode beneficiar tanto civis quanto militares”, enquanto desenvolve um “sistema de navegação mundial que pode competir com o GPS”, completa o jornal, ligado ao Partido Comunista.

No entanto, “podem surgir problemas no uso porque o Beidou é um sistema novo. Os consumidores têm que ser tolerantes”, acrescenta o diário.

Morris Jones, analista do setor que mora em Sydney, considera pouco provável que o Beidou compita realmente com o GPS fora da China.

“O GPS está disponível gratuitamente, é de fácil acesso e muito conhecido, além de testado no mundo inteiro”, declarou à AFP.

Para Jones, a principal razão da China para desenvolver o Beidou é proteger a segurança nacional, pois os Estados Unidos, que controlam o GPS, teriam a possibilidade de cortar o serviço.

“A possibilidade de recusa no acesso ao GPS leva outras nações a desenvolver o próprio sistema, livre do controle dos Estados Unidos”, explica.

“Em tempos de guerra, ninguém quer ter negado o acesso a um sistema deste tipo”, conclui Jones.

Fonte: UOL Notícias

Por Douglas Pazelli – Diretamente da China
www.chinalinktrading.com
Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a procura de fornecedores chineses, controle de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter

#MAIS ARTIGOS

Elon Musk chines tiktok

Conheça Yilong Ma, o “Elon Musk” chinês que cresce nas redes sociais

Produtos de informática tem imposto zerado

Produtos de informática tem imposto de importação zerado

Produtos Importados da China seguem forte no Brasil

Produtos Importados da China: Ranking 2021