BLOG

China cresce mais que o esperado em outubro

A economia chinesa apresentou crescimento maior do que o esperado no mês passado e uma redução da inflação. As estatísticas divulgadas ontem indicam que o resultado se deve ao fato de o governo ter continuado concedendo um volume considerável de créditos por meio dos seus bancos estatais, com o objetivo de incentivar o crescimento.

Os dados mais recentes, que incluem produção industrial, vendas no varejo, investimentos em ativos fixos e geração de energia, foram mais consistentes do que previra a maioria dos economistas. Os números apresentaram o quadro vigoroso de uma economia que volta a ter crescimento real depois de uma primavera e um verão muito fracos.

O Departamento Nacional de Estatística da China disse ontem que a produção industrial subiu 9,6% em outubro em relação ao mesmo mês do ano passado, em comparação com 9,2% em setembro e 8,9% em agosto. As vendas no varejo subiram 14,5% em outubro em relação a um ano atrás, e em comparação aos 14,2% em setembro, embora a inflação menos acelerada no nível do consumo funcionasse como freio aos aumentos das vendas no varejo.

“Está se tornando cada vez mais claro que a economia chinesa agora está numa direção mais favorável”, disse Zhou Xiaochuan, presidente do Banco Popular da China, o banco central, na quinta-feira, antes da divulgação dos números.

Surpresas. Os economistas concordam cada vez mais. “Os dados do crescimento de outubro apresentaram agradáveis surpresas de um aumento geral, com novas evidências de que a economia começa a se recuperar graças ao efeito do abrandamento da política adotado pelas autoridades de Pequim”, escreveu ontem Sun Junwei, economista que analisa a China para o HSBC.

O crescimento baixou para 7,4% no terceiro trimestre e para 7,6% no segundo, de acordo com as estatísticas oficiais. Muitos economistas suspeitavam que até mesmo os dados do início deste ano pudessem ter sido exagerados, considerando a debilidade em categorias como geração de eletricidade, que mal cresceram no segundo trimestre e apenas lentamente no terceiro.

Nas siderúrgicas e nas fábricas de concreto, a atividade é mais intensa. A geração de energia cresceu 6,4% no mês passado em relação ao mesmo período de 2011, seu maior ganho desde março, embora ainda bem abaixo dos ganhos anuais de dois dígitos dos anos anteriores.

Mas o crescimento renovado foi alimentado por um rápido aumento da dívida, porque os bancos estatais e o banco central canalizaram centenas de bilhões de dólares em empréstimos adicionais a estatais e a agências do governo para financiar novos projetos de investimento.

A China começou a transição das lideranças que ocorre uma vez a cada década no Congresso do Partido, que começou em Pequim na quinta-feira e vai até a metade da semana que vem.

Fonte: Estadão

Por Douglas Pazelli – Diretamente da China
www.chinalinktrading.com
Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a procura de fornecedores chineses, controle de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter

#MAIS ARTIGOS

Elon Musk chines tiktok

Conheça Yilong Ma, o “Elon Musk” chinês que cresce nas redes sociais

Produtos de informática tem imposto zerado

Produtos de informática tem imposto de importação zerado

Produtos Importados da China seguem forte no Brasil

Produtos Importados da China: Ranking 2021