BLOG

Brasil é o terceiro maior importador de painel solar da China

Painel Solar da China: incentivos com isenção fiscal

A China é referência mundial em exportação de painéis solares. No primeiro trimestre de 2022, o país chinês foi responsável pela exportação de 37.2 GW em módulos fotovoltaicos, com um aumento de 112% em relação ao mesmo período no ano passado. Os dados foram apurados e divulgados pela consultoria da Infolink,

O Brasil um país muito importante para o marco chinês. Segundo a Infolink, as Américas tiveram um total de 6.1 GW importados, crescimento de 63%. Em seguida o Oriente Médio (6%) com 1.7 GW, e a África (61%) com 0.8 GW de módulos da China no primeiro trimestre de 2022.

O Brasil foi destaque do continente americano, com um total de 4.9 GW. O crescimento foi totalizado em 84%. De acordo com a consultoria, um dos fatores que impulsionou os números no Brasil foram as isenções tarifárias dos equipamentos importados. O Brasil ainda ocupa o posto de terceiro colocado como maior importador de painéis da China.

Além disso, a análise aponta que o crescimento pode ser associado com as drásticas mudanças no mercado europeu, ocasionado pelos conflitos entre a Rússia e Ucrânia, e a índia. Por conta disso, o continente europeu segue investindo pesado em projetos renováveis.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter

#MAIS ARTIGOS

cigarro eletrônico

Importação de cigarro eletrônico tem proibição mantida pela Anvisa

Importação empresarial a solução para o seu preço

Importação Empresarial: Como tornar meu negócio importador?

China investe em logística para destravar negócios pendentes