Xiomi passa Apple e vira segunda maior do mundo

Ficou sabendo da novidade? A Xiomi passa a Apple e agora é a segunda maior vendedora de celulares do mundo.

Quer saber mais sobre isso? Confira mais no artigo abaixo!

Xiomi, a segunda maior do mundo

A empresa chinesa de tecnologia Xiomi vira a segunda maior fabricante de smartphones do mundo e superou a Apple, dona do Iphone.

De acordo com a consultoria Canalys, a Xiomi alcançou 14% de participação de mercado global no terceiro bimestre de 2021.

Para se ter uma ideia, a fornecedora chinesa ficou atrás apenas da coreana Samsung, que teve 19% de participação de mercado global. Já a Apple, 14%.

Esse índice da Xiomi se deu por conta do aumento anual de vendas, que chegou a 83%. A Apple, porém, teve apenas 1%.

O crescimento da gigantes empresa foi alavancado por um aumento nas vendas em 300%.

Os dados por país não foi divulgado, mas acredita-se que o Brasil lidera esse ranking.

Além do continente latino-americano, a Xiomi teve um grande avanço de 150% na África e de 50% na Europa.

Procura por aparelhos da Xiomi aumentou em 300% na América Latina

Por que a Xiomi superou a Apple?

Um dos motivos apontados para a Apple ter sido superada pelos chineses é que a fornecedora vende celulares muito mais caros.

A opção ocorre pelo fato da Apple preferir teve um grupo de clientes considerado de elite.

Já a Xiomi, tem aparelhos de 40% a 75% mais baratos que os da empresa americana.

Com isso, o objetivo da empresa é se concentrar na venda de aparelhos de última geração.

Outra vantagem que a Xiomi leva é que, atualmente, há uma crise mundial na produção de microchips.

Sem ele, é impossível fazer ligações e usar o serviço de dados.

A razão principal é que há uma escassez dos materiais necessários para a fabricação deste produto.

Como as maiores fabricantes de chip ficam na China, a Xiaomi consegue mais suprimentos do que Samsung e Apple.

Vale ressaltar que estas empresas apenas tem a linha de montagem no país, mas são de fora.

Xiomi vende seus produtos entre 40% a 75% mais baratos que a concorrência para alcançar população de massa

Xiaomi copiou a Apple?

Um dos grande questionamentos é se, de fato, a Xiomi copiou  o modelo de vendas da Apple ou se é apenas um rumor.

E sim, é verdade. A fornecedora comprou, fabricou e vendeu da mesmíssima forma que a dona do Iphone fazia.

A grande diferença é a margem de lucro.

Enquanto a Apple comercializa seus produtos na faixa de R$5 mil, a Xiomi o faz pela metade do valor ou até menos.

E isso pode ser observado em em outros produtos que levam a marca da Xiomi.

A empresa não se priva de vender apenas celulares, mas ataque por outras frentes.

Caso você não saiba, eles vendem guarda-chuva, apontador e muitas outras variedades de produto.

O grande X da questão é que a Xiomi contrata uma empresa de qualidade para fazer esses produtos e lucra em cima com uma marca personalizada.

Previsão é que entre cinco a dez anos, cada ser humano tem pelo menos um aparelho celular

O mercado global de smartphones

O grande avanço econômico e de branding da Xiomi indica um crescimento sem volta para um mundo com cada vez mais acesso a smartphones.

Para se ter uma ideia, as vendas de celulares ao redor do mundo aumentaram em 12% no último ano.

Existe uma estimativa de que, dentro de 10 anos, cada ser humano terá um ou dois smartphones.

É uma revolução que não há como ser interrompida mais.

A única chance é surgir um novo produto tão ou mais revolucionário no mundo da telefonia do que o aparelho celular.

Tendo em vista essa estimativa de crescimento, aumentará, também, a demanda por produtos que tenham a ver com os smartphones.

Ou seja, capinha de celular, película, bateria, peças sobressalentes, vidro para tela de celular e outros produtos periféricos ao smartphone.

Gostou da novidade? Então, acompanhe nosso blog, siga nossas redes sociais e inscreva-se no nosso canal no Youtube para mais conteúdos.

Até a próxima!

Texto de Paulo Santos, diretamente de São Vicente/SP


Veja Também


Deixe seu comentário