O que você precisa saber sobre os táxis na China

No nosso dia a dia, em centros urbanos, a questão do transporte é muito importante. Ela é importante principalmente quando estamos em uma viagem visitando um lugar desconhecido, onde no geral não temos um meio de transporte próprio e não conhecemos bem os lugares e/ou até mesmo o idioma local. Entre os meios de transporte disponíveis, o táxi se mostra um dos meios mais confortáveis e convenientes. No entanto, quando o destino da viagem é um local diferente como a China, as preocupações podem aumentar e se perguntar o que fazer para pegar táxi nesse local.

Diante dessa pergunta, alguns podem não dar a importância devida e afirmar que esse é um ato automático e comum em qualquer lugar do mundo. Porém, a preocupação é válida pois a cultura chinesa é muito diferente e muitas vezes o idioma não é dominado pelo viajante. Além disso, em especial na experiência brasileira, há sempre o medo de ser enganado pelo motorista. Por isso, alguns detalhes sobre os táxis na China serão abordados neste artigo.

 

taxi china

 

Vale a pena pegar táxis na China?

Primeiramente é importante levantar a questão se vale a pena se transportar por meio de táxis na China e quais seriam as vantagens em relação aos outros meios de transporte. A resposta para a pergunta do título é: sim! Como primeiro ponto da vantagem de utilizar os táxis podemos levantar a questão do custo benefício: os preços costumam ser baixos, fazendo com que a viagem seja vantajosa.

Ademais, em combinação com o preço bom, temos a vantagem do conforto oferecido pelos carros no geral, a praticidade e a segurança, pois não há riscos de se perder ou sofrer algum imprevisto nas ruas. Contudo, também é preciso tomar cuidado como será exposto no tópico abaixo.

 

Táxis na China

Moeda chinesa, o yuan.

 

Cuidados com os Táxis na China

Apesar dos Táxis na China serem um dos meios de transporte mais convenientes e seguros, os passageiros também devem ficar sempre atentos às ações dos motoristas, pois não é somente no Brasil que os motoristas de táxi fazem estratégias para se aproveitar de estrangeiros e lucrar muito mais acima da média.

 

Táxis na China
Cuidados ao pegar táxis na China. Fonte: Itl School

 

Entre tais modos de trapaças que os motoristas podem fazer com os passageiros, há aquela já bem conhecida pelos brasileiros de pegar o trajeto mais longo para o lugar desejado ou até mesmo cobrar um valor maior pela corrida.

Além disso, também há uma maneira que ficou famosa a ponto de ser conhecida como o golpe do Táxi chinês, realizado principalmente em períodos em que as cidades estão repletas de turistas como a Feira de Cantão. Tal golpe consiste em simplesmente enganar o passageiro de modo que o motorista pega a nota de cem dada, troca rapidamente por uma falsa e diz para o passageiro que a nota dele é falsa. Assim, fazendo com que o passageiro dê várias notas de cem acreditando que são falsas e garantindo um pagamento absurdo.

Contudo, apesar desses problemas, não podemos esquecer que há pessoas desonestas em diversas partes do mundo, assim como pessoas honestas, de modo que são poucos os casos de golpes e no geral os táxis na China continuam sendo uma opção de transporte muito segura e conveniente.

 

Mandarim nos táxis na China

Outro ponto que não pode ser esquecido quando a ideia é pegar táxis na China é que apesar de estar em cidades grandes e do alto número de chineses que dominam o inglês, no geral os motoristas falam somente mandarim. Tal fator pode ser muito complicado já que a comunicação é primordial, sendo assim é necessário informar com muita clareza o lugar no qual deseja ir.

Para saber mais detalhes desse assunto, fiquem ligados nesse vídeo:

Para isso, o visitante deve estar sempre preparado com a anotação do nome e endereço dos lugares que deseja visitar. Nesse quesito, é importante ter esses dados escritos em mandarim, pois apesar de alguns pontos serem famosos por seus nomes em inglês, muitas vezes os motoristas não vão compreender. Assim, é possível pedir para os recepcionistas do seu hotel escreverem o nome e endereço em mandarim, ou pegar cartões dos lugares e hotéis e até mesmo comprar mapas e mostrar aos motoristas. Na hora de se comunicar vale tudo, mas uma boa preparação é essencial.

 

Especificidades dos Táxis na China

Os táxis na China têm algumas características gerais que devem ser conhecidas pelos passageiros. Primeiramente, é possível notar que há uma grande quantidade de táxis nas cidades, com pontos específicos para pegar passageiros em aeroportos e também é possível pegar eles do lado de fora desses pontos apena acenando com as mãos.

Já após o embarque, no geral os passageiros ficam sentados no banco de trás, onde também há diversas placas pequenas com publicidade que podem até mesmo serem usadas para treinar o mandarim. Também, nos táxis credenciados há sempre placas com o nome do taxista e seu registro, de modo que é possível gravar essas informações caso seja necessário reclamar sobre os motoristas.

 

taxi china
Os carros são o principal meio de transporte dos chineses. Fonte: Mansion Global

 

Há também a questão do cinto de segurança que não estão presentes muitas vezes nos táxis, fator que vem mudando com o tempo. Os táxis na China também dão aos passageiros notas fiscais com os valores e dados da viagem. Para pedi-las, caso o motorista não dê automaticamente, é só dizer a seguinte frase: Fā piào.

Por fim, os chineses são bem curiosos e costumam ser bem receptivos, de forma que nos carros os taxistas no geral vão tentar conversar, saber mais sobre o passageiro e desejar boas vindas, apesar das barreiras linguísticas. Também os carros no geral são novos e bem confortáveis, principalmente aqueles que são registrados no chamado de Uber chinês (o DiDi) que exige um padrão alto de carros e atendimento.

Para saber mais, confira este vídeo onde falamos um pouco mais sobre os táxis na China.

 

Uber da China: DiDi

Na China, assim como em diversos outros lugares do mundo, o Uber se espalhou e conquistou vários usuários, mas com o tempo ocorreu o fim das atividades do aplicativo no país e se iniciou as atividades do conhecido como o Uber chinês, o chamado DiDi Chuxing. A princípio ele apresentava algumas dificuldades para estrangeiros, mas com o tempo apresentou uma grande facilitação, com uma funcionalidade simples, tradução em inglês e cadastro com cartões de crédito estrangeiro para pagamento. Ademais, a ferramenta torna tudo muito mais simples, pois o destino final já é programado no aplicativo, evitando complicações no trajeto.

 

Táxis na China

DiDi é o aplicativo utilizado com serviços semelhantes ao Uber, muito conhecido pelos brasileiros. Fonte: Theverge

 

Formas de pagamento

No que diz respeito ao pagamento pelo serviço dos Táxis da China, os motoristas aceitam o pagamento em dinheiro, de preferência com dinheiro trocado pois o preço das corridas é barato. Pagar em dinheiro é útil também para evitar problemas como o golpe do táxi chinês com as notas de cem.

Ademais, os Táxis na China estão se modernizando e aceitam o valor em ferramentas chinesas de pagamento que são comuns no país.

 

Táxis na China
Fonte: Vetusweb

 

Ainda no quesito de preço das corridas, muitas vezes os táxis na China têm taxímetro para a contagem da corrida e mesmo se o motorista esquecer de ligar, você pode lembrar ele para fazer isso.

Assim, pegar táxis na China pode ser uma experiência diferente, mas no geral se assemelha a ação no resto do mundo. Sendo importante se atentar a detalhes culturais e de costumes dos taxistas, além dos nomes e endereços em mandarim dos valores em yuan e formas de pagamento e possíveis golpes.

 

Por Laura Mochiatti Guijo, diretamente de Marília, SP – Brasil

Fonte: No Mundo da Paula, Tudo sobre Pequim

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário