Como começar a trabalhar com Comércio Exterior?

As possibilidades de trabalho nos dias atuais são infinitas. Dentro desse processo é recorrente pesar as vantagens e desvantagens do mundo da importação e exportação de produtos.  Então vamos pensar qual seria um bom caminho a se trilhar para começar a trabalhar com Comércio Exterior.

Assista ao vídeo:

O Comércio Exterior não é como imaginam…

Antes de começarmos com nossas orientações, vale desmistificar a profissão, a exemplo da área de turismo, muita gente acha que trabalhar com Comércio Exterior significa viajar o mundo, conhecer outros lugares… Até existe o contato com novas culturas, com pessoas de lugares e países diversos ao nosso, mas isso não significa necessariamente que você sairá por aí viajando até a China para trazer o produto.

Em geral, esse é um trabalho mais voltado para escritório. Muito provavelmente você fará esse contato com importadores e exportadores de outros países, mas a grande maioria das vezes será por e-mail, vídeo-chamadas, telefone e muito raramente se deslocando até o local da compra física.

Confira algumas dicas:

Resultado de imagem para viajar

Tenha conhecimento em línguas

A primeira dica então é a língua.  Mas não vá pensando que aprender a falar alemão, francês ou italiano resolverá seu problema. Lógico que se sua intenção é trabalhar ou fazer carreira numa multinacional com uma dessas origens, ser fluente nessas línguas será de grande valia.

No entanto, se seu objetivo é tão somente trabalhar com Comércio Exterior, o ideal mesmo (além de falar e escrever bem a nossa boa e velha língua portuguesa) é ter desenvoltura no Inglês.

Resultado de imagem para lingua ingles

Não importa como você aprenderá a falar essa segunda língua, porém um dos grandes diferenciais ainda hoje é conseguir se comunicar em Inglês. E preste atenção nisso, se comunicar não significa conhecer todos os verbetes da língua, mas sim ter a habilidade de travar uma conversa onde todos consigam se entender até o final da interlocução. E isso, quando você já conhece a língua vai se desenvolvendo naturalmente através de e-mails, telefonemas e pequenas ou grandes conversas formais e informais.

Busque a empresa ideal

A segunda dica é buscar um estágio na área, muitas vezes isso requer o famoso “passo pra trás”. Às vezes, deixar aquele cargo que você está, o bom salário que recebe para conseguir ingressar no Comércio Exterior acaba sendo o caminho necessário para quem realmente almeja ingressar nessa área.

Resultado de imagem para trabalho

Dentro do Comércio Exterior existem subdivisões de áreas (Logística, Aduaneiro, Compras internacionais, Captação de Fornecedores) que irão lhe permitir através de um estágio começar a entender e se aprofundar no que realmente é essa profissão.

Logo, o interessante é encontrar empresas importadoras, despachantes ou trading menores que estejam dispostas a te contratar e a ensinar todos os meandros e as conexões que essas subdivisões possam fazer.

Resultado de imagem para empresa pequena

Pensar em fazer carreira dentro de uma multinacional, e na diferença entre ingressar em uma empresa de grande porte ou escolher uma de médio porte pode parecer assustador, porém em empresas não tão grandes você poderá ter a chance de conhecer todos os afazeres do Comércio Exterior (Desembaraço, contratos, certificações, custos fixos…) e quando se candidatar e ingressar em outra empresa terá, aí sim, o conhecimento necessário para se destacar em um mercado que cresce a cada dia e que exige suas particularidades.

Para finalizar

As duas dicas são essas: se você tem interesse em ingressar em Comércio Exterior, primeiro foque no idioma (Inglês) e depois tente um estágio em uma empresa de Comex não tão grande para aprender o máximo que puder sobre sua profissão.

Se você achou o texto útil, ficou em dúvidas, tem críticas ou comentários deixe sua opinião.


Veja Também


Deixe seu comentário