Termo de garantia na importação da China

As compras da China podem ocorrer tanto em atacado, no caso da importação empresarial, quanto em varejo, no caso da importação por pessoa física. Hoje o assunto são as compras em varejo. Especialmente em casos onde seu produto apresenta algum defeito. Entenda como funciona o termo de garantia na importação da China!

Certamente muitos compradores não sabem como proceder quando importam um produto da China e ele chega com defeito. Afinal, sem a possibilidade de ir até a loja do comprador para reclamar sobre um problema, os compradores acabam desistindo do produto por falta de informação.

As dúvidas vão desde com quem solicitar o termo de garantia até em como realizar o envio da mercadoria. Continue lendo para entender de vez o termo de garantia na importação da China e não deixe mais este ser uma insegurança na sua compra!

 

Como funciona o termo de garantia na importação da China?

Nas importações da China em pequenas quantidades a negociação costuma ser feita diretamente com o vendedor. Sites como o AliExpress e a Gearbest, por exemplo, são plataformas de venda para diversos vendedores. Em suma, o vendedor não é o site e sim o fornecedor envolvido.

Antes de realizar uma compra em sites como esses é importante verificar suas políticas de garantia. Cada plataforma tem suas diretrizes e é importante conhecê-las. O AliBaba possui sua própria garantia, o Trade Assurance. Para saber como esta garantia funciona, assista:

Com as compras feitas em lojas de varejo como vendedores dentro do AliExpress ou do Gearbest, por exemplo.

O desconhecimento sobre os termos de garantia na importação da China faz com que muitos desistam da compra.

 

Impasses com a mercadoria

Vez ou outra ocorrem impasses entre o comprador brasileiro e o vendedor chinês fica interrompida. Estes ocorrem quando o produto acaba se embaraçando em alguma etapa da logística internacional, causando atrasos.

Por um lado, é possível que o produto fique preso na receita federal dos países. Por outro, ocorrem atrasos na entrega doméstica também.
Em geral as empresas chinesas costumam enviar os pedidos em poucos dias úteis (nas compras em varejo) e o atraso acaba sendo causado por outros agentes desta logística internacional.

 

Fonte: Jovem Pan

 

Os problemas com a troca dos produtos ocorrem, na maioria das vezes, quando o vendedor chinês não recebe o produto devolvido devido à algum impasse nos trâmites burocráticos do país.

O impasse surge quando a empresa chinesa não recebe o produto antes de trocá-lo. Sendo impossível realizar a troca do produto apenas na força da palavra, sem ter recebido o produto devolvido, ambas partes saem prejudicadas. Resumidamente, o comprador fica sem seu dinheiro/produto trocado e o vendedor fica sem o produto devolvido.

 

Produtos importados na Receita Federal. Fonte: Amazon

 

Nestes casos, como a negociação é realizada diretamente entre essas duas partes, é difícil resolver o problema. Além disso, o caso se complica ainda mais se o produto em questão tem um valor pequeno.

 

Importação da China como pessoa física

Os produtos chineses hoje são conhecidos por sua qualidade e inovação em design e tecnologia. Isto faz com que comprar da China seja um bom negócio na maioria das vezes.

Resumidamente, o desconhecimento sobre os termos de garantia na importação da China pode fazer com que o comprador perca uma grande oportunidade de negócios. Por um lado as vantagens de uma compra da China podem gerar economia, por outro é preciso se informar antes de uma compra como esta. Assim, resolvida esta insegurança, é hora de começar a importar!

 

Fonte: Importar Tudo

 

Em suma, para importar da China em varejo e como pessoa física, a ferramenta mais indicada é a Importa Fácil dos Correios. Certamente esta ferramenta é ideal para quem quer importar em pequenas quantidades. Atente-se aos termos de garantia da plataforma que utilizar para comprar seu produto e bons negócios!

 

Por Mariana Madrigali, diretamente de Brotas, SP – Brasil

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário