Tênis de Mesa na China: A tradição e crescimento do esporte

A China se destaca mundialmente em diferentes fatores como a economia, a importação e exportação, tradução, cultura e também nos esportes. Entre estes, se destaca fortemente o tênis de mesa, que é um esporte que já pode ser tratado como tradição do gigante asiático, de modo que o tênis de mesa na China se faz presente fortemente na vida do país e gera fama a seus praticantes mundo a fora.

 

esportes
Imagem de Espanol.cctv.com

Assim, o tênis de mesa na China é um esporte extremamente marcante e que faz parte do dia-a-dia de grande parte da população, desde sua infância. Contudo, tal esporte se espalhou por diversas partes do mundo, caindo no gosto do povo e sendo conhecido pelo nome de Ping-Pong e apresentando uma grande competitividade em nível mundial nos grandes eventos como as Olimpíadas. Mas, apesar da alta competitividade internacional e do cenário diversificado, os chineses ainda mantém a liderança mundial na modalidade.

 

História do Tênis de Mesa

Apesar de o Tênis de mesa na China ser muito famoso e elevar o país a um nível diferente no que diz respeito à prática e às conquistas no esporte, o Ping-Pong não foi inventado na China. O esporte surgiu há muitos anos, no Reino Unido, mais precisamente a partir de meados de 1800, quando os ingleses estavam focados em transferir a experiência da prática do Tênis para um espaço fechado (indoor em inglês). O projeto foi realizado com sucesso e no início contou com a sorte das improvisações até que se estruturasse e contasse com os instrumentos que conta hoje.

De modo que, no início da experiência em ambientes fechados do que se tornaria o famoso Tênis de Mesa, foram realizadas várias improvisações e tentativas, como a utilização de livros para separar os campos da mesa como rede, bolinhas adaptadas como materiais como rolha de champanhes e raquetes com base

Após tal passo para a iniciação, o Tênis de Mesa foi melhorando cada vez mais e se espalhando ao redor do mundo, ganhando primeiramente o nome de Ping-Pong devido ao barulho realizado durante o bater da bolinha na raquete e na mesa de madeira. Mas ao longo do tempo, o termo Tênis de Mesa foi criado para denominar o esporte e diferenciar o mesmo de uma atividade apenas de lazer e, também, para facilitar a fabricação de artigos do esporte por outras empresas além daquela que patenteou o nome Ping Pong.

Ademais, a partir do momento em que o nome do esporte mudou, este ficou mais internacionalizado e, começando a influência da China, Ivor Montagu, um banqueiro chinês, ajudou a criar as regras que criaram a Federação Internacional de Tênis de Mesa, em 1920.

 

Tênis de Mesa na China: As conquistas nas Olimpíadas

O tênis de mesa entrou para o programa olímpico em 1988, em Seul. Nas duas últimas Olimpíadas, em Pequim (2008) e Londres (2012), a disputa de duplas deu lugar a de equipes tanto masculino quanto feminino. A individual, de ambos os gêneros, continua. São, portanto, 88 medalhas distribuídas na história olímpica. Deste total, a China abocanhou 47, ou seja, um aproveitamento de 53%. Que sobe quando falamos do primeiro lugar do pódio: das 28 medalhas de ouro, a China tem 24, ou seja, 85% de todas medalhas de ouro entregues nas Olimpíadas na modalidade do Tênis de Mesa foram para atletas representando a China. Nos homens, a China só não ganhou em 1988 e 1992. Venceu sempre no feminino e nas equipes. O quadro particular de medalhas ainda tem 15 de prata e oito de bronze. 

 

esporte

O grande número de medalhas da China. Imagem de Portuguese.xinhuanet.com

O Tênis de mesa na China: Foco e paixão nacional

Na história do esporte, o gigante asiático vem se integrando e se destacando fortemente há anos, tendo um bom resultado nas competições de destaque mundial. Mas o que faz o Tênis de mesa na China tão forte?

Desde a época em que o Tênis de Mesa era usado nas fábricas chinesas, o mesmo se popularizou cada vez mais no país, sendo usado também de modo profissional, e não simplesmente para o lazer. Assim, é possível ver que o Tênis de Mesa na China está presente em todo o país e a população tem acesso facilitado a esse esporte desde a infância. Nas cidades chinesas é comum ver pessoas praticando diversos esportes noa parques, como Tai Chi e Tênis de Mesa.

Tal fator pode ser visto pela existência de centros de treinamentos de Tênis de Mesa em quase todos os lugares do país, onde as crianças podem treinar o esporte desde cedo e ter uma grande experiência capacitadora para uma carreira profissional. De modo que os treinos são muito bem estruturados e metódicos e, de maneira rígida, ensinam por meio de fases. A princípio, as crianças treinam apenas com a raquete sem a bolinha, praticando o posicionamento e movimento certos, até atingir um certo nível de execução e começar treinar realmente com a bolinha.

Além disso, após adquirir maior experiência de treinamento no Tênis de Mesa, os jogadores começam a participar de competições que vão do nível regional até o nacional, que selecionam os melhores até que sejam escolhidos para representar o país em competições internacionais como as Olimpíadas. Porém, mesmo que não sejam escolhidos para representar o país, os cidadãos que praticam o Tênis de Mesa na China alcançam um alto nível de jogabilidade, que os capacitam como grandes jogadores e abre porta para funções como treinadores ou até mesmo jogadores representando outros países por meio do processo de naturalização.

 

esportes

A grande habilidade dos chineses. Imagem de Limeiratm.com

Tênis de mesa na China e o destaque mundial

Devido ao longo contato com o Tênis de Mesa na China e o processo de treinamento, chineses que praticam o esporte conseguem uma grande perícia e agilidade que os diferenciam em todo o mundo. Assim, ao ver eventos esportivos como as Olimpíadas, a participação dos chineses é tida como impecável e muitas vezes os observadores dizem parecer que estão vendo robôs jogando com movimentos precisos e executados com perfeição.

Por causa dessa perfeição citada acima, podemos ver que nas Olimpíadas os chineses sempre tomam vantagens com o maior número de conquistas e medalhas de ouro, principalmente na modalidade feminina onde o números vitórias do Tênis de Mesa da China foi exclusivo do país em tal esporte. Já na modalidade masculina, apesar de haver algumas vitórias de outros países, a predominância é chinesa.

Ademais, em tais eventos como as Olimpíadas, os espectadores e amantes do esporte podem literalmente perceber a cara chinesa do Tênis de Mesa, com os esportistas que representam a China são todos chineses e muitas vezes, outros países escolhem chineses que não integram a seleção chinesa, para representar as suas próprias seleções. Ação que é possível devido a existência da naturalização de cidadãos, de modo que há muitos jogadores chineses na seleção de outros países.

Além da presença dos chineses em tais papéis, os mesmos também estão ocupando o cargo de treinadores nos mais diversos times chineses, na equipe nacional da China e também como treinadores de times e equipes de outros países, devido a grande experiência gerada pela forte tradição do Tênis de mesa na China.

Sendo a China essa potência no Tênis de Mesa, comprar produtos importados de lá pode ser um bom negócio, mas como importar? Podemos ficar ligados nas dicas da China Link Trading.

Portanto, o Tênis de mesa na China é muito mais do que uma forma de lazer ou um esporte, é uma tradição do país, que faz parte do dia-a-dia de grande parte da população e coloca o gigante asiático, assim como os seus profissionais na área, em grande destaque nacional e internacional. Sendo o Tênis de Mesa mais uma maneira da cultura chinesa ser conhecida internacionalmente.

 

Por Pedro Mochiatti Guijo, diretamente de Marília, SP – Brasil

Fontes: Folha UOL, Globo Esporte, Topspinbr.com

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário