Qual o segredo que os empresários não te contam?

Neste artigo, vamos te falar um segredo que os empresários não te contam quando você deseja começar um negócio.

Como investir os rendimentos iniciais que surgirem? Qual a maneira correta de gastar o dinheiro que ganho com a empresa?

Conheça esse macete importantíssimo para qualquer um que deseja começar na carreira empresarial e alavanque seu negócios.

Empresa rica, dono pobre

O segredo que os empresários não te contam quando você começa a empreender é este: empresa rica, dono pobre.

Mas o que isso significa? Bom, primeiramente usaremos uma ilustração bem lúdica para facilitar o entendimento deste segredo.

Digamos que você compre uma caixa de chicletes a R$100 para vender no semáforo. 

Vamos supor que, após vender todos os chicletes, você fatura R$300 no final daquele dia.

Em razão disso, a pessoa fica feliz com o resultado e resolve comprar uma pizza para comemorar.

Esta pessoa está errada em celebrar o resultado das vendas e comer uma pizza após um dia cansativo?

É claro que não. Mas a questão aqui não é o mais correto, e sim o mais sábio.

No que diz respeito à sabedoria, este personagem passou bem longe. Esta pizza vai fazer o crescimento desta empresa demorar mais para ocorrer.

Então, o que o vendedor deveria fazer? E esta é a chave do segredo. 

Se a pessoa fatura R$300 com a venda destes produtos, o que deveria ser feito era, agora, ele investir este dinheiro e comprar mais caixas de chiclete.

Com mais caixas à venda, ele tem a chance de vender mais chicletes e a empresa dele faturar mais.

Esta lógica serve para qualquer um que deseja começar um negócio e confunde os gastos pessoais com os jurídicos.

A partir do momento que você tem um rendimento constante gerado por este empreendimento, o dinheiro deve ir para o caixa certo, e sem interferência.

Portanto, separe muito bem o que é dinheiro da empresa e o que é dinheiro seu.

Se houver indisciplina com os gastos da empresa, ela terá uma jornada curta e você também não vai prosperar.

É imperativo que você tenha um controle rigoroso do que entra e do que sai, a fim de que suas contas não se percam e seu progresso  não seja mais demorado.

Economias da sua empresa não devem ser confundidas com as suas contas pessoais (Foto: Reprodução)

Quando serei remunerado pela minha própria empresa?

Agora que você já compreendeu este segredo, que, por sinal, não é mistério para ninguém, é normal que surjam algumas dúvidas.

Uma delas é justamente essa: “Quer dizer, então, que eu tenho que destinar todo dinheiro que entra à empresa e não usufruir nada para mim?”

A resposta é sim. Quem é bem sucedido como empresário e precisou percorrer uma longa jornada antes de vencer conhece bem essa realidade.

Com base nisso, é fundamental estabelecermos prioridades quando falamos de capital de giro.

E a prioridade nos momentos iniciais é investir tudo que entra na estrutura do seu negócio.

Ou seja, compras de produtos, manutenção de um e-commerce ou ampliação de horizontes para quem é iniciante na importação.

Resumidamente, todo rendimento que entra para a empresa deve servir para movimentar novos produtos e dar condição de sua empresa progredir.

Portanto, como você deve ter percebido, não é de uma hora para outra que você alcançará o patamar de conseguir pagar um salário para si mesmo.

É um processo demorado e que exige muita paciência. Esse é o segredo do sucesso: trabalho e tranquilidade. Uma hora as coisas darão certo.

Tenha um rendimento particular, à parte da empresa

Enquanto sua empresa fatura com as vendas e tem um controle das entradas e saídas, você deve ter um rendimento particular para manter a si próprio.

A maioria dos empresários começam desta forma e é um segredo que poucos contam.

Se você tem como trabalhar à parte da empresa, seja num emprego fixo, numa profissão ou em um empreendimento menor e secundário, é uma boa.

Isso é importante porque, com isso, seus olhos não ficarão preocupados em vislumbrar o dinheiro do seu negócio principal e você terá seu rendimento.

Portanto, seus vencimentos que são originados de fontes extras é que pagarão suas contas. 

Por outro lado, a quantia da empresa é o que te fará ser próspero no futuro e te dará uma condição de vida melhor.

Vale ressaltar que não há garantia de que tudo dará certo, mas o segredo é perseverar e ser sábio nas decisões que serão tomadas com seu dinheiro.

Gostou das dicas? Preparado para ser um empreendedor de sucesso? Então siga nossas redes sociais para ver mais dos nossos conteúdos.

Aproveite e acompanhe nosso blog e inscreva-se no nosso canal no Youtube. Até a próxima e bons negócios!


Veja Também


Deixe seu comentário