Importar da China: Quanto tempo demora uma importação?

A China é de fato o país das mudanças. Em apenas quarenta anos cresceu fortemente em tecnologia e produção em geral, atendendo o mundo todo e se destacando por diversos fatores como segurança, infra-estrutura. Com o diferencial no design e funcionalidade, a qualidade cresce constantemente e, mesmo assim, com preços bastante competitivos no mercado internacional.

Mas, mesmo com todas as vantagens, não podemos esquecer que o processo de importação tem vários estágios e que importar da China envolve uma operação a longa distância para os empresários brasileiros interessados.

 

importar da china
Fonte: Blog.egestor

 

Modais de transporte para importar da China

Em uma operação de importação a definição do meio de transporte, do frete, ou seja, como sua mercadoria vai chegar até o Brasil, é uma das decisões mais importantes. Deve ser levada em conta a conhecida relação custo-benefício das opções. Transporte aéreo, marítimo ou terrestre (para importações de países vizinhos), seus custos, tempo de entrega, riscos, valor do seguro, enfim, são diversos fatores que devem ser avaliados para optar pelo modal que melhor atenda às necessidades do negócio. Mas, além destas questões já citadas, um ponto que merece a devida atenção são as atribuições de responsabilidades durante o transporte das mercadorias.

Aprenda mais sobre o frete marítimo, o mais comum em importações da China, com o vídeo abaixo:

Mais informações sobre RADAR, Incoterms e outras questões relacionadas à importação, você encontra no nosso canal. Se inscreva!

Se no caminho entre o fornecedor e o importador a encomenda sofrer alguma avaria, de quem é a responsabilidade?

Para tornar claras as regras de atribuição de responsabilidades e definir quem arca com os riscos do transporte foram criados os Incoterms. O Internacional Commercial Terms, Incoterms, foi estabelecido pela Câmara de Comércio Internacional para regulamentar e criar regras que deem transparência e garantias a todas as partes envolvidas em uma operação de comércio exterior. Ao todo são 11 Incoterms que foram atualizados em 2010 e passaram a vigorar em 2011. Basicamente, os Incoterms dispõem sobre as regras de quatro operações relacionadas ao comércio exterior:

Local da entrega da mercadoria: define em que momento a encomenda deixa de estar sob a responsabilidade do fornecedor e é transmitida ao comprador;

Distribuição dos custos: determina a responsabilidade do pagamento do seguro e fretes, seja até o porto/aeroporto ou até o destino final;

Risco do transporte: se houver dano à mercadoria durante o transporte, o Incoterm identifica qual parte é responsável pela indenização;

Responsabilidade dos direitos aduaneiros: indica qual parte da operação fará todos os trâmites de despacho e desembaraço aduaneiro, armazenamento e outras demandas que envolvem um porto, porto seco ou aeroporto.

 

Importar-da-China 2
Imagem de Brasilpresstransportes

 

Conheça os Incoterms

Antes de tudo, você pode encontrar o nosso guia completo sobre Incoterms clicando aqui. Nesse tópico, abordaremos o tema de uma maneira mais geral.

A lista dos Incoterms é formada por diversas siglas de termos em inglês, que são divididos em quatro categorias de acordo com as responsabilidades do comprador e do vendedor. De forma geral, nos Incoterms dos grupos E,F e C os riscos ficam por conta do comprador na partida do fornecedor. Já na categoria D o risco fica por conta do vendedor até a chegada da mercadoria ao destino. A ideia não é decorar cada um deles, mas compreender qual configuração melhor funciona para o seu negócio e então estudar à fundo suas implicações no processo de importação para evitar imprevistos que podem transformar uma negociação promissora num grande prejuízo. Confira a lista dos tipos de Incoterms e suas características:

Grupo E

EXW – Ex works (em fábrica)

Grupo F

FCA – Free Carrier (Franco Transportador ou Livre Transportador)

FAS – Free Alongside Ship (Livre no Costado do Navio)

FOB – Free on Board (Livre a Bordo do Navio)

Grupo C

CFR – Cost and Freight (Custo e Frete)

CIF – Cost, Insurance and Freight (Custo, Seguro e Frete)

CPT – Carriage Paid To (Transporte Pago Até)

CIP – Carriage and Insurance Paid to (Transporte e Seguro Pagos até)

Grupo D

DDP – Delivered Duty Paid (Entrega com Direitos Pagos)

DAT – Delivered at Terminal (Entrega no Terminal)

DAP – Delivered at place (Entrega no Local de Destino)

É a primeira vez que você ouve falar sobre os Incoterms? Nesse vídeo você encontra a explicação completa sobre os Incoterms. São 6 minutinhos que fazem a diferença na hora de negociar!

 

Passos para importar da China legalmente: produtos para uso próprio

Primeiramente, é preciso entender as diferenças entre importar para consumo próprio e para revenda. Na hipótese de o seu objetivo ser consumo próprio, você precisa conhecer o site do qual deseja importar. Alguns enviam, a partir do momento da compra, atualizações, por e-mail, da trajetória dos produtos comprados.

Outro ponto a ser observado é que, algumas vezes, certos produtos são impedidos de entrar no país. Contudo, caso a sua preocupação seja essa, existe a opção de retirar a logo da empresa e receber em uma embalagem simples – isso anularia totalmente a chance de ser taxado. Os produtos que possuem mais dificuldades de passar pelas barreiras alfandegárias são os eletrônicos – leia nosso artigo sobre as vantagens da importação de eletrônicos como celulares e notebooks.

 

Importar produtos da China pode ser muito vantajoso, entretanto, é fundamental saber quais são os fornecedores. O êxito consiste em confiar na marca que está te vendendo o produto. As marcas chinesas têm ganhado cada vez mais a confiança do mercado brasileiro. A abertura de lojas físicas como a da Xiaomi, em São Paulo, e da Aliexpress, em Curitiba (onde estão expostos celulares da marca Xiaomi), são prova disso.

 

importar da china
Exemplo de loja de marca chinesa, Xiaomi. Fonte: Mi Malaysia

 

Passos para importar da China –  Revenda

Quanto ao objetivo de importar para revender, é essencial que haja o domínio de alguns aspectos básicos desse tipo de negócio, como conhecer sites confiáveis. A partir desse momento, você poderá desfrutar das vantagens desse modelo de empreendimento.

Sempre haverá uma desconfiança natural ao adquirir um produto na China, sobretudo quando o seu negócio é baseado nisso. Entretanto, após um tempo, haverá toda a segurança necessária para adquirir produtos e fazer o seu negócio crescer. Encontrar um bom fornecedor é essencial para garantir a segurança do seu investimento. A China Link Trading pode fazer esse serviço para você! Através do Sourcing encontramos um fornecedor chinês idôneo para a sua empresa.

Não sabe o que é Sourcing e como ele pode ajudar a alavancar os seus negócios? Assista ao nosso vídeo explicativo de cerca de 1 minuto!

 

O passo a passo consiste em:

Escolher o produto no qual está interessado;

Definir se quer comprar diretamente de uma fábrica ou através de um intermediador, como uma empresa de trading;

Comprar em um site que forneça entrega direta ao Brasil;

Encontrar um vendedor/fornecedor com boas recomendações ou contratar uma empresa de trading para fazer esse processo;

Estabelecer uma relação de confiança com o vendedor, colocando suas habilidades de negociação em ação;

Criar uma loja virtual para revender os produtos. Essa etapa é opcional, mas tem se mostrado muito vantajosa para alguns empresários brasileiros como Gilmar Theobald, nosso convidado do canal que chegou a vender R$ 1 milhão por mês. Não perca essa entrevista inspiradora.

Quer fazer negócios com a China e alavancar os resultados da sua empresa? Nosso canal no Youtube está aí para te ajudar! Não perca os conteúdos sempre atualizados sobre negócios com a China, cultura chinesa, importação e empreendedorismo. Se inscreva, faça sua pergunta nos comentários e ela pode ser respondida em algum dos nossos vídeos-resposta!

Cada produto pode ter taxações diferentes, o que deve ser devidamente consultado nas legislações alfandegárias da Receita Federal.

É comum observar que as encomendas da China demoram um período longo para chegar, que pode variar de 1 a 2 meses. Esse lapso temporal não acontece devido à distância entre os países, e sim por causa da burocracia existente no Brasil.

A demora de 20 a 40 dias refere-se ao processo de nacionalização, período que serve para legalizar e, caso seja necessário, cobrar as taxas de produtos oriundos do exterior.

Caso você tenha um CNPJ, poderá transformar seu negócio em uma importadora. Essa ação evitará que você abra uma empresa exclusiva para importação, além de que não há burocracia nesse processo. Outro aspecto importante consiste em ter a licença do Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros (RADAR) do Sistema Integrado de Comércio Exterior, ou Siscomex. Esse cadastro, além de assegurar que todas as exigências estejam sendo cumpridas, habilita o importador diretamente na Receita Federal e possibilita importar da China de forma legal.

Já sabemos o quanto tempo leva para uma mercadoria comum chegar ao Brasil, mas quanto tempo demora para importar produtos da China?

 

Quanto tempo demora importar da China

Muitas pessoas querem entender qual é a maneira de transporte mais rápida e também a mais conveniente. Por isso, trazemos nesse artigo todas as informações que você precisa para conhecer a maneira mais ligeira e eficaz de importar da China.

Como todos sabem, a China é um país bem distante, então é provável que as mercadorias chinesas demorem um tempo considerável para chegarem até aqui, ainda mais sendo por via marítima.

Existem dois jeitos de fazer o transporte de produtos: pelo avião e pelo navio. Obviamente, a via aérea é a forma mais rápida de envio. No entanto, não é recomendada a todos os tipos de negócios, uma vez que o frete pode ser muito caro, além de contar com determinadas restrições no voo.

Os transportes de mercadorias internacionais podem parecer algo simples, mas são diversas etapas e pessoas engajadas e envolvidas no processo para fazer tudo funcionar perfeitamente. Para que a importação das mercadorias da China chegue corretamente em território nacional, é preciso que muitos indivíduos trabalhem duro para que nada corra o risco de dar errado.

Saiba mais sobre o frete marítimo de mercadorias importadas da China com nosso vídeo abaixo:

Considerações a serem feitas quanto ao período de transporte de mercadorias vindas da China para o Brasil:

Muitas pessoas que importam, quando pensam no tempo que leva a importação não consideram todo o processo do antes e depois de embarcar as mercadorias; pensam somente no transit time (tempo que a mercadoria leva viajando).

O tempo varia de negócio para negócio, sendo determinada pela forma escolhida de transporte, a distância do fornecedor até os portos ou os aeroportos e o total do volume da carga. Deve-se considerar também que essa viagem, seja pelo navio ou pelo avião, não é direta nem simples.

As etapas são:

Antes do embarque das mercadorias

O tempo gasto antes do embarque dos produtos deve ser considerado desde o instante em que eles saem da fábrica, passando pelo instante em que são deixados no armazém ou depósito até quando saem da China através do porto ou do aeroporto.

Depois do embarque das mercadorias

A fase depois do embarque dos produtos deve ser considerada do instante em que a encomenda chega no território brasileiro, quando a documentação de liberação para retirada é preparada até o instante em que chega nas mãos de quem importou.

 

importar da china
Navio com mercadorias da China em contêineres.

 

Em suma, quando pensamos no tempo total do transporte da importação, devemos considerar as seguintes etapas:

• Quanto se gasta em trânsito do fornecedor até o aeroporto ou o porto que vai fazer o transporte;

• Toda a movimentação e manuseio dos produtos, bem como a sua espera dentro do terminal;

• A viagem em si;

• O tempo de demora da descarga;

• O tempo de espera na preparação dos documentos até os produtos importados serem disponibilizados;

• E por último, mas não menos importante, o transporte final até o comprador.

Falando em termos numéricos

O tempo realmente varia conforme o transporte escolhido. Como dito anteriormente, o meio aéreo é mais rápido, mas em compensação, mais caro. De navio, a viagem dura aproximadamente 45 dias. Já de avião, esse período diminui para 7 dias. A escolha vai depender do seu tipo de negócio e da sua pressa.

Se formos analisar todo o processo de transporte desde a fábrica até as mãos do importador, os produtos demoram cerca de 4 meses para estarem no destino final. Dentro desses 4 meses estão todas as etapas que citamos acima, incluindo a que o importador procura o fornecedor, entra em contato e fecha o negócio.

 

Importar da China
Fonte: Aprenda a importar

 

Resumo

• Procura, contato e análise de custos junto ao fornecedor: 30 dias.

• Envio do dinheiro para a fabricação dos produtos e entrega no aeroporto/porto: 30 dias.

• Se enviado via transporte marítimo: 45 dias.

• Se enviado via transporte aéreo: 10 dias.

• Nacionalização das mercadorias e envio dentro do território nacional: 15 dias (isso contando que esteja tudo certo com a documentação e legalização).

Se você quer estar sempre a frente da concorrência nas suas negociações, o nosso curso online Negócios com a China foi feito para você. As aulas abordam temas diversos da economia, política e cultura chinesa e ajudamos você a utilizar esse conhecimento para levar sua negociação com os chineses para outro nível. Para mais informações e inscrições sobre o curso, clique aqui.

 

Dicas importantes para importar da China

Priorize a importação antes do ano novo chinês, ou seja, faça o pedido junto ao fornecedor antes do final do mês de novembro. Por que?

Em geral, as fábricas demoram aproximadamente 30 dias para fabricar as mercadorias. Em seguida, demora mais uma a duas semanas, em média, para consolidar e acondicionar as cargas nos containers.

Sendo assim, provavelmente se o pedido for feito antes do final de novembro, será enviada sem problemas, já que na segunda semana de fevereiro a China praticamente para por conta do ano novo chinês. Para saber mais, assista:

 

Por Pedro Mochiatti Guijo, diretamente de Marília, SP, Brasil

Fontes:  China Link Trading

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário