Melhores passaportes: quais são?

passaporte é visto como o principal documento para quem planeja realizar viagens internacionais e ultrapassar as fronteiras de um dado país. Entretanto, há grandes diferenças entre esses documentos de acordo com os Estados a quais estão relacionados. Desse modo, levando em consideração privilégios que certos passaportes podem prover a seus cidadãos, é possível afirmar que alguns são considerados como “mais poderosos” que outros. Assim, quais seriam os melhores passaportes do mundo?

melhores passaportes
O ranking dos melhores passaportes é feito anualmente

 

Os melhores passaportes: análise anual

            As diferenças dos passaportes entre os diversos países do mundo não são apenas indiscutíveis, mas também mutáveis. Devido às transformações dos fatores que podem influenciar sobre a classificação de quais são os melhores passaportes, o ranking desses documentos é revisado periodicamente. Desde o ano de 2006, a empresa de consultoria Henley and Partners, especializada em serviços de imigração e de cidadania, juntamente com a Associação Internacional de Transporte Aéreo, formulam e publicam um índice que enumera os melhores passaportes do mundo, levando em consideração o quão “livres” são os cidadãos de um dado país para explorar outras nações do mundo, em relação a maiores facilidades em questões burocráticas de imigração. Assim, são tidos, preferencialmente, como melhores passaportes, aqueles que garantem ausência de necessidade de vistos para ultrapassar as fronteiras de um maior número de países.
O anual Índice de Restrições de Vistos recentemente publicado pela Henley and Partners, referente a 2016, apontou que nesse ano o considerado líder entre os melhores passaportes do mundo é o alemão. De acordo com esses dados, atualmente o passaporte da Alemanha é o que engloba maior quantidade de destinos internacionais com isenção de visto. Aos cidadãos alemães, assim, é facilitada a entrada em 177 países e territórios estrangeiros. Ainda de acordo com uma análise dos Índices compilados ao longo dos últimos 11 anos, apresenta-se que as facilidades para acesso a territórios estrangeiros vêm crescendo progressivamente de maneira geral, e que, em comparação com o ano passado, não houve grandes quedas no ranking, mas sim algumas significativas escaladas de posição. A Colômbia, por exemplo, subiu mais de 20 posições em relação a 2015, já o Timor Leste, avançou 33 lugares.

melhores passaportes
As relações entre os países são levantadas como o principal fator que garantem os melhores passaportes

 

Quais fatores influenciam para os melhores passaportes?

            A empresa Henley and Partners, responsável pela formulação anual do Índice de Restrições de Vistos, que torna possível especificar quais são os melhores passaportes do mundo, afirma que a categorização desses documentos, elencados de acordo com as facilidades de trânsito concedidas, repousa basicamente nas diversas relações entre os países. Para que seja aceita a isenção de visto para a entrada de cidadãos estrangeiros em um determinado território internacional, portanto, seria imprescindível uma boa relação diplomática entre os dois países, além de outros pontos como a reciprocidade dessa facilidade entre ambos, juntamente com a análise de possíveis riscos de segurança e da probabilidade de violação de certas regras relacionadas aos vistos. Além disso, o fator histórico também influenciaria nos números: países que já mantêm uma duradoura relação diplomática e/ou comercial, além de tratados bilaterais, tendem a ter uma política de vistos mais flexível com seus parceiros históricos.
A importância econômica de um dado território não seria a determinante preferencial para a concessão de isenção de vistos e, consequentemente, garantidor de melhores passaportes, mas seria um fator de extrema importância a ser considerado. Ao se analisar os dados do ranking anualmente publicado, observa-se que os primeiros lugares da lista não representam a ordem exata e exclusiva de países detentores das maiores economias do mundo. Entretanto, pode ser percebido que dentre os tidos como os dez melhores passaportes, a grande maioria tem origem em países considerados como ricos e desenvolvidos.
Os Estados Unidos, por exemplo, tidos como a nação mais poderosa do mundo e principal potência econômica, liderou a lista de melhores passaportes nos anos de 2014 e 2015, mas caiu para o quarto lugar em 2016, cedendo o primeiro posto à atual nação mais rica da Europa, a Alemanha. De acordo com a Organização Mundial do Turismo da ONU, de maneira geral, as economias emergentes apresentam uma maior abertura no quesito de facilidade de concessão de vistos a estrangeiros, como as regiões do leste da África, o Caribe e a Oceania. Já países da África Central e do Norte, além da América do Norte, são tidos como os de maiores políticas restritivas.

melhores passaportes
O Afeganistão, mergulhado em uma situação de conflito armado, figura como detendo o pior passaporte

            Do lado oposto do ranking de melhores passaportes do mundo, os considerados como possuidores dos piores documentos estão países como o Afeganistão, que amarga o último lugar do Índice desde 2010, além de Paquistão, Iraque, Somália e Síria. Dessa maneira, podemos observar a forte relação das posições com questões políticas e de conflitos armados, que, ao serem associados a assuntos de segurança internacional, influenciam inquestionavelmente na má classificação dos passaportes desses países. Assim, não se pode deixar de considerar as repercussões prejudiciais para cidadãos dessas regiões, influenciando diretamente em questões de mobilidade e imigração. Os cenários de violência e dificuldades econômicas encontrados nesses países de maneira alarmante acabam por contribuir no aumento crescente de imigrantes e refugiados que se dirigem atualmente à Europa.

 

melhores passaportes
A Alemanha é considerada na primeira posição dentre os melhores passaportes do mundo

O ranking dos melhores passaportes

      O ranking dos melhores passaportes do mundo formulado em 2016 estipulou como sendo os dez primeiros colocados:

1-Alemanha
2-Suécia
3-Finlândia, França, Itália, Espanha e Reino Unido
4- Bélgica, Dinamarca,Holanda e Estados Unidos
5- Áustria, Japão e Singapura
6- Canadá, Irlanda, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Coréia do Sul e Suíça
7- Grécia e Nova Zelândia
8-Austrália
9- Malta
10- República Tcheca, Hungria e Islândia

 

melhores passaportes
A China é apontada na 87ª posição do ranking dos melhores passaportes

 

Melhores passaportes: qual a posição da China?

            Mais uma comprovação de que a importância econômica não gera automaticamente uma posição de liderança compatível dentre os melhores passaportes do mundo e de concessões de vistos, é justamente o posicionamento da China nesse ranking. Apesar de ser uma potência na economia mundial, o país se encontra apenas na posição 87 da lista, empatado com o Camboja, estando atrás de Serra Leoa (86º) e logo acima do Chade (88º). A melhoria em relação ao ano anterior, 2015, em que a China ocupou a posição 93 do ranking, estaria muito associada ao afrouxamento recente de restrições de vistos para turistas chineses de países como o Japão, Estados Unidos e Coréia do Sul. Atualmente, o passaporte chinês dispensa o visto para seus cidadãos a 50 destinos do globo.
O abrandamento dessas restrições em relação aos turistas chineses ainda tende a se estender em breve a outros locais do globo, como a Austrália e o Reino Unido, que apresentaram planos de facilitação de vistos visando a uma maior atração de cidadãos chineses a seus territórios. Tais medidas de facilitação podem ser consideradas como influenciadas pelo interesse desses países em atrair maior quantidade de turistas provenientes de locais que estejam apresentando um aumento de riqueza nacional, o que poderia influenciar no aumento do desejo por viagens a turismo, que, consequentemente, refletem em entrada de capital estrangeiro. A China, tanto pelo seu enorme contingente populacional, quanto pelo seu enriquecimento indiscutível nos últimos anos, apresenta-se cada vez mais como uma fonte de turistas em potencial, o que leva os outros países a estimularem uma diminuição de restrições burocráticas ao passaporte chinês.

melhores passaportes
Hong Kong se destaca entre os melhores passaportes do mundo, ocupando a 20ª posição

Hong Kong: mais uma singularidade

            Hong Kong, ao ser considerada como Região Administrativa Especial da China, caracterização resultante dos desdobramentos da antiga dominação inglesa sobre a região, apresenta características singulares quando comparadas ao restante da China. A Região demonstra bases de um sistema político e econômico responsáveis por garantir aspectos favoráveis ao livre mercado em seu território, cuja relativa autonomia abrange também ao seu passaporte específico, diferente do passaporte chinês.
Em contraposição à China, que desde o início da formulação do Índice oscilou entre as 78ª a 93ª posições (2006-2016) dentre os melhores passaportes do mundo, Hong Kong teve como pior posição no ranking o 22º lugar (2008 e 2009). Na mais recente atualização da lista, de 2016, o território se estabeleceu na 20ª posição, caindo 4 números quando comparada ao ano anterior. Assim, cidadãos que detêm o passaporte de Hong Kong, atualmente podem viajar a 154 destinos sem a necessidade de visto.
A diferença gritante entre os dois passaportes pode ser explicada pelo certo caráter autônomo de Hong Kong, quando comparado ao restante da China, já que a Região Administrativa Especial detém também moeda, leis e culturas próprias. Ao ser vista como a representação do Ocidente na China, Hong Kong acaba por ser favorecida no quesito do estabelecimento e manutenção de relações com os demais países do globo, mesmo não sendo uma região independente do maior país asiático. Chamariz de negócios internacionais, bem como um forte destino de interesse de turismo mundial, as relações de Hong Kong a nível internacional podem ser consideradas como bastante benéficas à situação de superior posição entre os melhores passaportes, quando comparado ao documento chinês. Hong Kong oferece reciprocamente essas facilidades de entrada a parceiros estrangeiros, sendo assim, muitas vezes considerada como uma importante “porta de entrada” ao mercado chinês. Como exemplo, enquanto os brasileiros precisam de vistos para adentrar ao território do restante da China, Hong Kong apresenta isenção dessa documentação.

 

melhores passaportes
O passaporte brasileiro apresenta uma boa classificação no ranking dos melhores passaportes

 

E o passaporte do Brasil?

            O passaporte brasileiro encontra-se na última década em boas posições no ranking dos melhores passaportes do mundo. O país apresenta a colocação média do 22º lugar (2006-2016), tendo sua pior colocação no ano de 2010 (28º). No último Índice publicado, foi designado na 21ª posição, logo abaixo de Hong Kong. O passaporte brasileiro, assim, dá atualmente o direito de livre acesso a seus cidadãos a 153 destinos do globo. O número de locais estrangeiros que permitem a facilitação de entrada de brasileiros vem aumentando desde 2008, ano em que o Brasil apresentava um total de 122 destinos. Na América Latina, o país alcança o segundo lugar entre os melhores passaportes, ficando atrás somente do Chile (19º).

 

melhores passaportes
Determinados passaportes podem facilitar viagens de negócio internacionais

 

Os melhores passaportes podem influenciar nos seus negócios?

            Deter os melhores passaportes do mundo pode sim facilitar o estabelecimento e manutenção de negócios, principalmente ao se considerar a demanda por viagens internacionais para atender a tal fim. Questões burocráticas relacionadas a tal assunto tendem a gerar gastos para a obtenção de vistos, além de poder limitar certo caráter espontâneo de deslocamentos de cidadãos entre os diferentes territórios, o que acaba por demandar maior programação a longo prazo dos empresários para atender às diferentes exigências estabelecidas por cada país.
Os brasileiros, por exemplo, atualmente não precisa de vistos para viagens direcionadas a Hong Kong e a Macau, mas para outros locais da China, sim. Os vistos são concedidos pela Embaixada e consulados chineses, sendo classificados em várias categorias, como por exemplo: Visto de Turismo; de Estudante; de Trabalho; de Trânsito; de Jornalista; de Diplomata/Serviço; de Residência e de Negócio. Para solicitar o último, deve-se apresentar um convite oficial de algum departamento do Governo da China ou de companhias autorizadas, sendo possível o pedido de uma, duas ou múltiplas entradas.

 

melhores passaportes
O visto chinês para brasileiros é uma necessidade que pode ser facilitada

Facilitando o visto de brasileiros para a China

            Mesmo com a necessidade de expedição de vistos para brasileiros que desejam ir à China, esse requisito não gera uma relevante barreira a negócios com o gigante asiático, tendo em vista a intensa relação entre os dois países, que eleva o mercado chinês como o principal destino das importações e exportações brasileiras. Tendo em vista esse fator, a China Link Trading apresenta à disposição de seus clientes e parceiros, a solicitação de vistos de uma maneira mais rápida e cômoda, podendo ser realizada de maneira remota, sem a necessidade de visitas a embaixadas e consulados chineses. A empresa pode oferecer o convite para o seu visto de negócios e/ou turismo, que, em grande parte dos casos, pode ser obtido em cinco dias úteis. O visto para a China pode ser solicitado em: http://www.chinalinktrading.com/visto-chines.


Por Camila Sakamoto, diretamente de São Paulo, SP, Brasil

Fontes: BBC, CNN,EXAME, HENLEY & PARTNERS

Gostou desse artigo? Então veja muito mais em nossa página do Facebook, em nosso blog e em nosso site


Veja Também


Deixe seu comentário