Qibao: a Cidade Velha de Shanghai

Conhecida como a “Cidade Velha de Shanghai”, Qibao (七宝 镇), que significa literalmente “Sete Tesouros da Cidade”, localiza-se no distrito de Minhang, na China. Foi a partir dessa vila milenar que se formou a atual cidade de Shanghai.

Qibao

 

Localizada a cerca de 18 quilômetros do centro de Shanghai, a Cidade Velha foi erguida durante o período das Cinco Dinastias, a aproximadamente mil anos atrás. Ao longo da Dinastia Song, Ming e Qing, a cidade passou por um enorme desenvolvimento que proporcionou boa parte de suas construções atuais.

Para aqueles que buscam a clássica paisagem chinesa, muito vista nos filmes de Hollywood, Qibao é o lugar certo. Com uma arquitetura tradicional, templos, atividades folclóricas (como as brigas de grilos) e comidas típicas, a Cidade Velha manteve o visual da China de antigamente, diferente de Shanghai, que adotou uma imagem moderna, através de suas construções inovadoras. Hoje, Qibao se tornou uma famosa atração turística, visitada por pessoas de todos os cantos do mundo.

 

Os “Sete Tesouros da Cidade”

A Cidade Velha recebeu o nome de “Sete Tesouros da Cidade” graças a uma antiga lenda que afirmava existir os seguintes tesouros na região: uma escritura feita em uma lótus de ouro por uma concubina imperial; uma árvore mágica; um Buda de Afar; um sino de Afar; um galo de ouro; um kuazi (pauzinhos utilizados como talheres) de Jade; e, um machado de Jade.

Apesar disso, a história mostra que apenas quatro dos sete tesouros (a escritura de lótus, o sino, a árvore mágica e o galo de ouro) foram realmente encontrados, e apenas dois (a escritura e o sino) existem até hoje.

 

Onde ir em Qibao

Qibao Temple

O novo Templo Qibao foi reconstruído em 2002, sendo aberto ao público no ano seguinte. Dono de uma engenhosa construção, o templo apresenta jardins e edifícios ao estilo arquitetônico original da Dinastia Han e da Dinastia Tang.Qibao

 

 A Rua Estreita

principal rua de Qibao, é a mais antiga e agitada. Nela, é possível encontrar diversas lojas de artesanato e antiguidades, bem como dezenas de restaurantes e pequenos balcões à beira da rua que servem saborosos petiscos.

Qibao

Restaurada à sua aparência original, a Rua Estreita fornece uma paisagem ideal para os turistas fotografarem. Mas muito cuidado! A rua, devido ao seu formato e por ser bastante procurada pelos turistas, é muito tumultuada. Se possível, evite visitá-la aos fins de semana e feriados.

 

“Briga de grilos”

Uma das atividades folclóricas mais popular entre os chineses é a “briga de grilos”. O interesse pela atividade na cidade de Qibao é tanto, que até foi criado um local onde o público pode encontrar grilos brigando entre si, e pode, inclusive, ver de perto como os animaizinhos são cuidados.

 

Qibao

 

A Cidade Velha, devido às suas terras férteis e à abundância de alimentos que produz, é o paraíso dos grilos. Durante as “semanas de ouro”, mais especificamente entre o sete primeiros dias do mês de maio e de outubro, ocorre o auge dessa (um pouco esquisita) atração.

 

Comidas Típicas da Cidade Velha

Qibao é conhecida por sua especialidade “rou shao hong“, que é uma carne de porco assada preparada com uma mistura de gengibre, pimenta, alho, açúcar, soja, vinho de arroz e especiarias aromáticas. Comida que já é bastante difundida no Ocidente, sendo aqui conhecida como “guioza”.

 

Qibao

 

A comida de rua na cidade é bastante apetitosa e colorida. Além do rou shao hong, é possível encontrar em toda a cidade comidas típicas, como bolinhos de arroz glutinoso (“Qibaogao“), coalhada seca em folhas de lótus (“Hebao doufugan“), batata doce assada (“Kaohongshu“), açúcar queimado em espetos (“Taghulu“) e sapos defumados (“Xunlanhamo“).

 

E aí, pronto para conhecer Qibao?
Lys Brittes, diretamente de Marília, SP, Brasil

Fontes: China na Minha Vida
Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | TwitterGoogle +


Veja Também


Deixe seu comentário