Vale a pena importar poucos itens na importação empresarial?

Muitos leitores, empresários e interessados pela importação empresarial se perguntam se vale a pena importar poucos itens da China. No geral, essa pergunta surge quando existe uma necessidade de mudança de fornecedor, um novo negócio ou a iniciativa de baratear alguns itens. Existem casos em que não é viável importar da China.

Na importação empresarial, os negócios vão se adaptando às condições da economia internacional. Sendo assim, continue lendo para entender todos os aspectos da importação de poucos itens por parte de empresas!

 

importação empresarial
Dúvidas na importação são comuns para todos empresários.

A China Link Trading recebe diversas perguntas todos os dias, contudo, um assunto muito recorrente dentro do escritório vem de novas empresas e novos empresários, iniciantes no ramo do comex. com vontade de importar da China. Estes desejam saber o material ideal para suas vendas.

As empresas que têm um poder de investimento alto na importação empresarial querem saber se o retorno será equivalente e também se é seguro apostar todas as fichas no que quer importar. As empresas com menor poder de investimento na importação precisam estar mais atentas ainda aos detalhes da importação. Estas não podem correr riscos de precisar importar duas ou três vezes o mesmo produto de fornecedores diferentes por conta da qualidade.

Assista nossa explicação sobre a importação empresarial em cinco minutos no vídeo abaixo!

De fato, importar da China produtos acabados, pronto para revenda ou matéria-prima, pode ser muito mais barato do que encontrá-los dentro do Brasil. Afinal, a compra direta com o fabricante pula etapas comerciais que envolvem transporte, impostos, custos e lucro de uma terceira pessoa entre você e a matéria-prima de seu produto.

Sendo assim, a preferência do empresário é sempre de importar diretamente do fabricante, dando a oportunidade para o empresário de manter o preço do produto equiparável com o do mercado e ainda lucrar 100% em cima do valor de custo.

 

Empresário, atenção!

Antes de entrar no assunto de importação empresarial, é importante dizer que a China Link Trading é uma empresa que se preocupa com as outras empresas, sendo assim, as explicações a seguir, são voltadas para o público que se identifica como pessoa jurídica e pretende fazer as importações como empresa, e não como pessoa física. Entenda as facilitações da China Link Trading para sua importação empresarial.

A importação de produtos da China por pessoas físicas segue um processo totalmente diferente do abordado neste artigo. Esta pode ser realizada através de uma importante ferramenta do Correios, por exemplo.

 

Posso importar pequenas quantidades na importação empresarial?

Sim, é possível importar pequenas quantidadeds da China e ainda sim obter um ótimo custo-benefício! Não é porque a importação será feita por uma empresa que existe a necessidade de importar milhares de amostras do mesmo produto.

É mito achar que é necessário fechar um contêiner para importar ou exportar um produto. Se for preciso, pode importar apenas um pallet, uma caixa (seja ela grande ou pequena) ou, até mesmo, uma única unidade.

 

importação empresarial
Planejamento e estudos são essenciais para obter os melhores lucros possíveis na importação empresarial.

 

Vale a pena importar pequenas quantidades?

Não! Pois é, a China Link precisa ser sincera. Não vale a pena importar apenas uma unidade e vamos explicar o porque.

QUalquer que seja a importação, a legalalidade dela sendo por modo empresarial, irá gera custos, sendo esta por via aérea ou marítima. Em ambos os casos, essas compras serão acompanhadas de taxas fixas sobre os produtos que irão afetar o seu preço de venda.

 

Existem outras empresas trazendo o mesmo produto?

Esta pergunta deve ser respondida por você, leitor e empresário que está pesquisando sobre o que importar e sobre o custo benefício.

Antes de importar qualquer produto, em qualquer que seja a área de venda, é extremamente necessário fazer uma pesquisa de campo, para descobrir quem é o seu público-alvo. E dependendo do seu público-alvo, é necessário avaliar outros pontos, como, a frequência com a qual este produto será comprado, qual é o valor de mercado, qual é o design procurado no momento e qual é o benefício que o seu cliente terá ao adquirir o seu produto.

Em outras palavras, para ajudar na explicação sobre “não valer a pena” importar pequenas quantidades da China, entra os competidores. Eles importam em grande quantidade? Eles vendem em grande quantidade? Se a resposta destas perguntas forem “sim”, significa que o giro destes produtos é alto, e então, é promissor baratear o valor do produto.

 

importação empresarial
Produtos importados encaixotados

 

Custo benefício na importação empresarial

De fato, ao comprar em pequena quantidade, o desconto obtido no momento da compra com certeza será mais baixo do que o desconto que seu concorrente obteve, importando em uma quantidade bem maior. A diferença final, é que o mesmo produto entre vocês dois terá diferença de preço, e se o seu público-alvo não estiver bem estudado e o seu local de venda estiver nas mesmas redondezas que seu competidor, a chance de que você perca vendas para seu concorrente é alta, afinal, ele se programou melhor e pode vender o produto a um preço mais baixo.

De fato, ao comprar em pequena quantidade, o desconto obtido no momento da compra com certeza será mais baixo do que o desconto que seu concorrente obteve, importando em uma quantidade bem maior. A diferença final, é que o mesmo produto entre vocês dois terá diferença de preço, e se o seu público-alvo não estiver bem estudado e o seu local de venda estiver nas mesmas redondezas que seu competidor, a chance de que você perca vendas para seu concorrente é alta, afinal, ele se programou melhor e pode vender o produto a um preço mais baixo.

 

O que posso importar da China em pequenas quantidades?

Bom, para começar, se você pretende importar algum produto em pequena quantidade para a venda, consulte um de nossos analistas de Comex, afinal, depende muito do produto que você pretende importar. Caso contrário, você pode estar correndo o risco de vender para pagar a dívida. Contudo, de antemão, já podemos adiantar quais produtos estão na listinha de “vale a pena importar em pequenas quantidades”:

1. Componentes eletrônicos

Peças de computadores, por exemplo. Placas, processadores, entre outras partes eletrônicas de aparelhos vale a pena importar em pequena quantidade. Novamente, porque são produtos caros por si só, normalmente exigem um serviço junto da compra do componente. De qualquer forma, para saber a saída deste produto, é necessário pesquisar.

 

importação empresarial
Impotar peças eletronicas para computador

 

2. Maquinário

Esta categoria é delicada e abrangente, pois você pode estar importando uma máquina para auxiliar na sua própria produção no Brasil, para agilizar algum processo ou para fabricação de novos produtos. Ou, você é um fornecedor no Brasil de algum maquinário em específico e revende de alguma marca. Ou, ainda, que você importe apenas peças de máquinas de um ramo específico.

3. Telas de celulares

Estes são produtos de alto valor agregado, pois perdurarão por muito tempo no comércio e as pessoas pagam altos valores para trocar a tela de seu smartphone.

4. Equipamentos eletrônicos (celulares ou tablets)

Já ouviu sobre importar direto do fabricante ou de uma trading? Não? Então figue ligado em nosso vídeo que explica diferenças entre as duas situações! Vantagens e desvantagens sobre comprar diretamente do fabricante ou incluir um intermediador no caminho. Veja nosso vídeo e agregue conhecimento ao seu negócio e vantagens financeiras:

 

O que não vale a pena importar em pequenas quantidades?

Certamente, tudo o que vale a pena ou não importar vai depender de uma pesquisa de mercado, porém, como a China Link já tem experiencia na área, é possível dizer que os produtos que exigem uma maior quantidade e variedade para agradar diferentes tipos de clientes, devem ser importados em grande quantidade, caso contrário, não valerá a pena financeiramente.

1. Roupas

Todos compram roupas. E na palavra “todos”, existem pessoas que vestem desde o PP até o GG. Desta maneira, já se é possível prever que uma única blusa terá variações de tamanho. E se a mesma blusa tiver variação de cores? Também abre mais um motivo para a compra em grandes quantidades. Modelos diferentes, tecidos diferentes, lojas diferentes. Tudo isso influencia na quantidade na hora da compra. Aproveite nossas dicas de Como importar roupas da China!

 

importação empresarial
Importar roupas da China

 

2. Bijuterias

Outro exemplo de grande variedade, seja por estilos diferentes, cores, tamanho. É muito mais inteligente e barato, comprar em grande quantidade, negociando descontos certos com o seu fornecedor e fazendo a previsão financeira de investimento Vs retorno. Quer saber mais sobre importar bijus? Confira nosso texto se Vale a pena importar bijuterias da China?

3. Matéria prima

Se seu ramo envolver a fabricação do produto final no Brasil e você está em busca de matéria-prima para a sua firma, vale a pena importar em grande quantidade para investir durante a produção do seu produto, antes que ele vá para o seu site.

A China Link Trading sempre preza pela transparência e sinceridade no momento de dizer “sim” ou “não” para os clientes, fornecedores, interessados, leitores, importadores ou exportadores. Por mais que o intuito da China Link seja promover a importação de produtos, a equipe sempre faz calculos para saber o que vale ou não a pena, se o empresário sairá no prejuízo ou se a ideia de compra e venda é promissora.

E então leitor? Gostou deste texto? Queremos saber sobre a sua experiencia. Comente abaixo na área aberta a opiniões para expor sua opinião ou fazer alguma pergunta!

 

Por Carolina Ranzoni, diretamente de São Paulo, SP – Brasil

Fonte: Wex Brasil, Escola Importar

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário