As pontes de vidro da China: experiências de tirar o fôlego!

A China é um país que se empenha em grandes projetos, seja na sua economia, indústria, poderio militar, no campo da ciência e tecnologia, e na própria construção civil. O setor do turismo não escapa dos grandes investimentos. O país, que combina o antigo e o novo, seja nas cidades ou nas regiões mais afastadas dos centros urbanos, possui um grande fluxo turístico. Estima-se que apenas o turismo doméstico (viagens dentro do país), tenha atingido aproximadamente 5 bilhões de viagens em 2018, gerando uma receita próxima aos 5 trilhões de yuans para a economia do país.

Sendo este um setor tão lucrativo, dentre os diversos investimentos e atrações do país, nós da China Link Trading decidimos trazer para você algumas informações sobre as impressionantes pontes de vidro existentes no país, que tornam a experiência de desfrutar as paisagens naturais em uma aventura! Para quem não tem medo de grandes alturas, as pontes com certeza são um ponto turístico interessante, e vale a pena marcar uma visita.

 

Ponte de vidro de Shijiazhuang

Na região norte da China, entre dois penhascos do Parque Hongya, está localizada a ponte de vidro mais longa do mundo. Suspensa a 218 metros de altura, e contando com 488 metros de extensão, a ponte de vidro de Shijiazhuang foi inaugurada no começo de 2018, em uma cerimônia que contou com a presença de aproximadamente 3 mil turistas, que tiveram o prazer de dar os primeiros passos nesse grande projeto da engenharia e da arquitetura. Yang Shaobo, diretor da empresa responsável pela obra, a Bailu Group, afirmou que a ponte foi projetada para aguentar a travessia de até 3 mil pessoas ao mesmo tempo, porém, por questões de segurança, apenas 600 pessoas poderão atravessar de cada vez.

 

Pontes de vidro
Image by: CNN

 

Shaobo comentou também que uma equipe de engenheiros foi designada para checar o estado da ponte todos os dias, assegurando a manutenção constante. Além disso, guardas estarão sempre presentes para dar o devido auxilio a todos que tenham medo durante a travessia, ou para ajudar aqueles de desistam no meio do caminho, uma vez que a ponte foi projetada de forma que balance levemente enquanto as pessoas atravessam. As precauções são fundamentais não apenas para a segurança dos turistas, mas também para preservar o projeto.

A ponte é composta por 1.077 placas de vidro de 4 centímetros de espessura, suspensas por 12 cabos, pesando 12 toneladas. Conforme o projeto, a ponte pode suportar terremotos de até 6 graus de magnitude na escala Richter, e furacões de escala 12, o maior e mais potente nível na Escala de Beaufort, que mede a intensidade dos furacões. O projeto impressiona, e com a inauguração da ponte de Shijiazhuang, a China quebrou seu próprio recorde, já que a maior ponte de vidro anterior já era chinesa. Com 430 metros de comprimento e situada no Parque Natural de Zhangjiajie, no sul do país, foi superada por sua irmã mais nova em Shijiazhuang em termos de comprimento, mas continua sendo a mais alta, suspensa a 300 metros de altura.

 

Imagem por: rawimage

 

A passarela das Montanhas de Taihang

As Montanhas de Taihang são uma bela cordilheira na região norte da China. Atravessando as províncias de Shanxi, Henan e Hebei, as montanhas se estendem por 400 quilômetros, e seu pico, Xiao Wutaishan, tem 2.882 metros de altura. O cenário é perfeito para a exploração, e foi também alvo dos investimentos chineses, construindo a passarela ao leste das montanhas. A passarela de vidro de Taihang Leste está localizada na província de Hebei, percorrendo a lateral de um penhasco com seus 266 metros de comprimento, e a uma altura de 1.180 metros acima do nível do mar. Apesar de ser mais alta que a ponte de Zhangjiajie, sua diferença está no fato de percorrer ao longo da lateral do penhasco, e não fazer uma travessia.

A passarela ficou famosa nas redes sociais devido a um interessante e assustador diferencial: seus efeitos especiais. A passarela dá um bom susto em quem faz sua travessia, já que, em algumas partes, simula que seus painéis de vidro estão rachando. Conforme a pessoa passa pelos painéis, sensores infravermelhos detectam os passos e os painéis de vidro ativam o efeito para parecer que estão rachando. Além do efeito no vidro, são usados também efeitos de iluminação e áudios idênticos aos de vidro rachando.

 

Pontes de vidro
Image by: Straits Times

 

Apesar de parecer uma simples brincadeira, muitas pessoas nas redes sociais chinesas se manifestaram contra os efeitos especiais da passarela, alegando existir o risco de provocar um ataque cardíaco, dependendo de quem for a “vítima” da brincadeira. Não houveram registros de incidentes relacionados à brincadeira que tenham passado do susto, mas mesmo assim, a administração do distrito do Leste de Taihang enviou um pedido oficial de desculpas por ter assustado a população para o canal de televisão chinês “WeChat”. De acordo com a justificativa do governo, a passarela foi construída dessa forma para ser “provocativa”. O governo ressaltou que não tem a intenção de refazer o projeto, já que a ideia é atrair os turistas que estejam tentados a participar da experiência.

Existem outras pontes e passarelas de vidro pela China, mas essas duas são as que mais tiveram destaque nos últimos anos. Se você tiver coragem, que tal programar uma visita e se aventurar com a brincadeira do vidro que racha, ou apenas observar as belas paisagens naturais chinesas? Mas se alturas não são seu forte, a China tem muitos outros destinos turísticos, que exploram muito mais do que apenas a engenharia. Se você quer saber mais sobre as curiosidades desse grande país, e seus diversos pontos turísticos, acompanhe nosso blog!

 

Por Arthur Bonsaglia, diretamente de Marília – SP.

Fontes: G1, Viagem e Turismo, Business Insider, BBC, Galileu, The Straits Times.

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter




Veja Também


Deixe seu comentário