Plano chinês: realocar cidadãos no Iraque para áreas seguras

invasao-do-iraque

Durante um pronunciamento diário feito pela Porta – Voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, a decisão de realocar cidadãos que estão no Iraque foi concluída. Embora a maioria já esteja em áreas seguras, o realocamento poderá ser feito até para países vizinhos, caso haja necessidade.

Não foram definidos quantos chineses serão remanejados, porém, estima-se cerca de 10 mil presentes. Toda essa população chinesa, deve-se, principalmente, ao aumento nas importações de petróleo entre os dois países, gerando a necessidade de novas Instituições e Funcionários. Em 2013, houve um aumento de 50%, segundo Estadão Internacional.

Essa medida foi tomada pela China após o acontecimento dos 40 Indianos sequestrados em território Iraquiano, onde, agora estão sendo mantidos como reféns, próximo a região de Mosul. O pedido indiano de retirada de seus cidadãos está sendo atendido lentamente.

Na mesma declaração, Chunying manifesta a esperança que tem no governo iraquiano “Nós também esperamos que o lado iraquiano possa tomar medidas concretas para garantir a segurança das instituições e funcionários da China”.

Fonte: Estadão Internacional, Associated Press e Dow Jones Newswires.

Acompanhe nosso Blog de Importação e tire dúvidas conosco através do e-mail de contato: contato@chinalinktrading.com.

Nota do autor: Caso a leitura do artigo traga-lhe alguma dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário abaixo. Estamos sempre disponíveis para atendê-los!

carol

Este artigo foi escrito pela graduanda de Relações Internacionais, Carolina Ranzoni, Faculdades Metropolitanas Unidas, São Paulo – SP. 


Veja Também


Deixe seu comentário