Parques de diversões na China: Uma China diferente

Quando pensamos na China várias coisas podem vir a cabeça: sua grande população, a poluição luminosa (e do ar também), paisagens naturais isoladas e a noção do país ser a grande fábrica do mundo. Contudo, o gigante asiático está se desenvolvendo em diversos setores, entre os quais se destacam os parques de diversões.

 

parque de diversões
Fonte: Qualviagem.com

 

Assim, o país em que a enorme população se compara em escala com sua importância mundial, também começa a se destacar em setores não-tradicionais para o país, como diversão e turismo. Esse novo tipo de investimento envolve diversas e atrações e parques de diversões na China. Estes contam com a participação estrangeira, mas também há diversos parques chineses que se destacam e podem competir frente a frente com qualquer parque internacional. Os chineses tem a fama de fazerem obras de escala física e orçamentária gigantes, e isso não seria diferente ao se tratar de parques que atraem turistas e entretêm a população. Neste artigo listamos parques de diversões na China que se destacam e valem a pena visitar.

Parque de Wanda

Ao considerar os diversos parques de diversões na China, não podia deixar de ser citado o Parque de Wanda, que foi idealizado e inaugurado por um chinês. O parque conta com edificações em forma de xícara de porcelana, a montanha-russa mais alta do país e a possibilidade de visitar o “maior parque aquático do mundo”. Essa atração faz parte da nova aposta de Wang Jianlin, o homem mais rico da China, no ramo do entretenimento. Outros investimentos de Jianlin são os famosos shoppings e hotéis espalhados por diversos países da China.

 

parque de diversões

A grandeza do Parque de Wanda. Fonte: BBC.com

O Wanda City, um complexo de mais de US$ 3 bilhões (R$ 10,5 bilhões), foi inaugurado na cidade de Nanchang, no sudeste do país, para concorrer com a Disney, que planejou entrar entre os parques de diversões na China, com sua inauguração em Shanghai.

 

parque de diversões

Edificações em forma de porcelana. Fonte: Terra.com.br

 

As instalações do Parque Wanda incluem um parque temático de US$ 800 milhões dedicado à China, centros comerciais, cinemas interativos e um gigantesco aquário.

Nas palavras do próprio Wang, a iniciativa é contraponto às importações da cultura ocidental e uma tentativa de estabelecer uma marca global baseada na cultura chinesa . “Queremos ser um modelo de empresa privada chinesa e estabelecer uma marca global para companhias do país”, disse Jianlin.

 

parque de diversões

O enorme parque com diversas atrações únicas. Fonte: Oglobo.globo.com

Uma semana antes, o empresário também disse ao canal local CCTV que “a moda do Mickey Mouse e do pato Donald” já havia passado. “O tempo em que acompanhávamos cegamente a Disney acabou faz anos”, afirmou. Depois do complexo de Nanchang, Wanda planeja abrir cerca de 15 parques no país antes de 2020.

 

Parque dos Dinossauros na China

Além do Parque de Wanda,o complexo dos parques de diversões na China conta com o China Dinosaurs Park, também chamado Parque de Dinossauros da China, que é um parque temático localizado em Changzhou, na China. Ele foi aberto em setembro de 2000 e abrange mais de 600 mu (0,27 km2).

 

parques de diversões

O grande Parque dos Dinossauros na China. Fonte: Gratispng.com

 

Como é um parque temático sobre dinossauros, também é chamado de “Eastern Jurassic Park”. O museu contém um esqueleto quase completo fóssil do dinossauro importante genus Sinosauropteryx (semelhante ao Archaeopteryx), bem como os fósseis grandes tais como as de um Brachiosaurus e um Hadrosaurus.

O Parque dos Dinossauros pode ser considerado como uma base mais divertida para a educação científica. O parque se concentra em criar um ambiente ecologicamente harmonioso. Existem 70 tipos diferentes de árvores e mais de 4.000 plantas no parque. As zonas arborizadas compreendem 70 por cento da área total. Existem cerca de 20 tipos de diversões para os turistas que sempre gostam muito delas. Alguns deles tem limitação de entrada para proibir jovens ou visitantes idosos a assumir riscos. Assim como ocorre em todos os parques de diversões na China, estes têm faixa etária de entrada em casa brinquedo.

 

Parque da Disney em Shanghai

Além de parques nacionais, o complexo de parques de diversões na China tambem conta com um parque da Disney, que têm unidades em várias partes do mundo. Logo, após de cinco anos de construção, e um investimento de US$ 5 bilhões (aproximadamente R$ 17 bilhões), a cidade de Shanghai, na China, ganhou, no mês de julho de 2016, um parque Disney. Além dos brinquedos e atrações tradicionais da empresa do Mickey, foram instaladas algumas novidades e uma temática adaptada à cultura chinesa.

 

parques de diversões

Parque da Disney Resort Tomorrowland. Fonte: Architect Magazine.

A Disney “made in China” é gigantesca. O resort é o terceiro mais extenso da rede, sendo duas vezes maior que o primeiro construído, o Disneyland Resort, na Califórnia. A estrutura chinesa é composta por dois hotéis, um centro comercial – a tradicional Disneytown, onde se encontram lojas e restaurantes – e um parque de diversões. O empreendimento é a mais recente empreitada da empresa, depois dos parques nos Estados Unidos (Califórnia e Flórida), no Japão, na França e em Hong Kong.

No total, são 47 atrações com brinquedos e atrações tradicionais. Além de novidades com a cara do país, como é o caso do Garden of The Twelve Friends – uma série de mosaicos que representam o zodíaco chinês, através de personagens da Disney. O rato, por exemplo, virou Rémy, do filme “Ratatouille”, e o tigre é o Tigrão do “Ursinho Pooh”. Assim, os personagens mais clássicos foram adaptados.

 

Vale Oriental de Ficção Científica

Por fim, não podieríamos deixar de citar um parque muito inovador, que representa bem o atual estado de busca inovadoras chinês. Este parque é o Oriental Science Fiction Valley, ou Vale Oriental de Ficção Científica, que é um complexo com quase 330 acres — cerca de 1,34 km² — que oferece ao público 35 atrações. A maioria utiliza headsets de realidade virtual, mas todas incorporam efeitos de fantasia de alguma forma.

Entre as atrações estão montanhas-russas virtuais, simuladores e a criação de avatares para jogos dos mais diferentes tipos, como batalhas com alienígenas e dragões, por exemplo.

 

parques de diversões
A incríveis atrações de realidade virtual. Fonte: Medium

 

Além dos atrativos que o parque oferece em termos de diversão para os chineses, os criadores desse novo empreendimento acreditam em seu potencial turístico e financeiro.

Localizado na região metropolitana da capital de uma das províncias menos favorecidas economicamente da China, ele deve gerar movimentação de público em hotéis e comércios regionais, além de valorizar o território em seu entorno.

Dado o exposto, podemos ver que a China não é mais somente um lugar com paisagens bonitas ou uma fábrica de bens manufaturados, mas também se destaca em outros setores, como mostramos com os parques de diversões na China. Tais parques estão atraindo cada vez mais visitantes e inovando em seus conceitos, revelando uma nova especialidade chinesas, além de abrigar outros parques internacionais.

Além desses parques imensos e tecnológicos, não deixe conhecer essas duas ruas super diferentes. Acompanhe nosso blog para conhecer mais destinos incríveis.

 

Por Pedro Mochiatti Guijo, diretamente de Marília, SP – Brasil.

Fontes: BBC, Touristlink, China Link Trading, TecMundo.

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário