Como tornar sua empresa importadora

Começar a importar produtos da China tem sido a escolha de diversos empresários brasileiros para alavancar seus negócios no Brasil. Os produtos importados aumentam a variedade de produtos oferecidos pelo seu negócio, tornam o preço mais competitivo no mercado nacional e às vezes até aumentam a qualidade do seu produto.

Todos esses fatores citados culminam em um aumento do lucro da sua empresa, uma vez que seu negócio está agora a um passo a frente da concorrência. Para a sua empresa iniciar atividades de exportações e/ou importações, é necessário que ela esteja registrada no RADAR de importação (Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros).

 

RADAR
A habilitação do RADAR é obrigatória para a empresa que deseja importar produtos para o Brasil.

 

Nem todos os produtos são vantajosos de se importar da China. Antes de escolher qual produto você deseja importar. Produtos como calçados, máquinas e EPI’s têm algumas exigências para a importação. Dê uma pesquisada sobre as especificações de importação daquele determinado produto e analise o quão viável esse processo seria para sua empresa. Uma vez escolhido o produto, entre em contato conosco para realizarmos um Sourcing (uma busca por fornecedores idôneos na China) e garantir o melhor negócio de importação para sua empresa.

 

O que é RADAR de Importação?

O Radar de Importação nada mais é que um “exame” prévio daqueles que pretendem realizar operações de comércio exterior, assim que os documentos são aprovados a empresa é habilitada para utilizar o SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior).

Para saber mais detalhes sobre o RADAR e a importação da sua habilitação para a importação, assista ao vídeo:

Nosso canal no Youtube está repleto de conteúdos, sempre atualizados, que vão te ajudar na importação de produtos da China. Se inscreva! A China Link Trading pode realizar o serviço de habilitação de RADAR para sua empresa. Para dar início ao seu processo de importação habilitando seu RADAR, entre em contato conosco. Não perca tempo!

A obtenção do RADAR é de responsabilidade da Polícia Federal. No Brasil, todas as pessoas físicas e jurídicas estão obrigadas a serem cadastradas nesse mecanismo de controle para poder realizar qualquer operação de comércio exterior. É importante ressaltar que todas as empresas, inclusive as de serviços podem realizar importação de produtos de uso interno da empresa.

 

radar
O frete marítimo é o mais comum entre importadores da China.

 

Se você é um importador, ou deseja ser, a China Link Trading preparou um material especial para você. Basta clicar aqui para acessar nosso guia de RADAR Siscomex para importadores.

 

Qual o prazo para obtenção do RADAR de importação?

O prazo de obtenção do RADAR varia muito, dependendo da modalidade requerida. Feito por um profissional qualificado, sem divergências, o processo sai até antes, como já tivemos processo deferido em 2 dias corridos. Na maioria das vezes, o RADAR Expresso é o que ocorre em menos tempo, os outros costumam demorar cerca de um mês. 

É comum acontecer também deste prazo ser estendido em razão de que os processos estão sendo analisados na jurisdição do cliente e por se tratar de um processo que antes era feito nas zonas primárias e Inspetorias, é nova para alguns servidores da Receita Federal, daí novamente a importância de ser feito por um profissional.

Conheça as novas especificações do RADAR em 2019:

Após a obtenção do RADAR, é esperado que o CNPJ habilitado continua realizando importações esporadicamente, sem grande espaçamento entre uma compra internacional e outra. Caso esse intervalo entre as remessas de importação seja muito grande, o RADAR é desabilitado. O novo prazo para obtenção do RADAR para importação mudou. Segundo a nova IN (Instrução Normativa) 1.893/2019, o prazo que uma empresa pode ficar “sem importar” passou de 18 meses para 6 meses, em todos os tipos de RADAR. Ou seja, se você ficar sem importar por 6 meses, seu RADAR é automaticamente desabilitado.

 

Quais documentos necessários para o RADAR de importação?

Para Pessoas Jurídicas os documentos necessários para habilitação do RADAR de importação são: documentos de constituição da empresa, documentos dos representantes legais, no caso de Ilimitado, comprovação da integralização do capital social, certidões da empresa, certificado digital para ambos, empresa e representante legal, de acordo com cada tipo de RADAR.

 

radar siscomex
A Receita Federal é responsável pela habilitação do RADAR para importação.

 

Ressaltando que a qualquer momento a Receita Federal poderá pedir outros documentos comprobatórios. Embora seja a mesma legislação, cada jurisdição tem seu procedimento, por exemplo, umas exigem que seja todo em processo digital, outras em papel.

Essa habilitação no SISCOMEX permite com que você possa credenciar os despachantes aduaneiros, funcionários, entre outros, diretamente no ambiente Web da Receita Federal, para praticarem as atividades relacionadas com o despacho aduaneiro.

 

Como obter o Radar de Importação?

Para obter o radar de importação é necessário levantar todos os documentos exigidos pela legislação que regulamenta a habilitação no RADAR, preencher os formulários, declarações e planilhas referentes ao trâmite e montar o processo para ser protocolado na jurisdição correspondente a sua empresa. É bastante importante o acompanhamento e cumprimento das intimações até que o processo seja finalizado. É aconselhável a contratação de uma empresa de trading para a realização desse processo com total segurança e garantia de sucesso.

A obtenção de radar sofreu algumas alterações em 2012, com algumas desburocratizações dos processos administrativos. Outras modificações foram feitas no ano de 2019, como visto no tópico acima. Para saber mais sobre a habilitação do RADAR Siscomex para importação, clique aqui.

Para saber exatamente quais as mudanças ocorridas no processo de obtenção do RADAR em 2019, clique aqui.

 

Modalidades de Radar de Importação

Existem 3 modalidades que sua empresa pode se enquadrar na abertura do Radar, são elas:

Expressa, Limitada e Ilimitada

a) Expressa, para empresas interessadas a operar exclusivamente na modalidade de exportação, operações de linha azul, dentre outras;

b) Limitada, para operações de importação que não ultrapassem USD 150 mil.

c) Ilimitada, no caso de operações acima de USD 150 mil.

Para saber mais sobre como funcionam as modalidades de RADAR e como você “escolhe” a sua, assista ao nosso vídeo:

 

Por Mariana Madrigali, diretamente de São Paulo, SP – Brasil

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário