O que são INCOTERMS? Importação em 5 Minutos

O que são INCOTERMS? Se você já fez negócios com outros países, ou deseja fazer, muito provavelmente já ouviu falar sobre ou ainda vai ouvir falar. Mas você sabe o que eles são e como funcionam? Conhecer mais sobre INCOTERMS é muito impotante para garantir uma boa compra do exterior e pode ser essencial para o sucesso de seus negócios! Confira detalhes assistindo ao vídeo a seguir, o primeiro de nossa nova série de vídeo aulas “Importação em 5 Minutos”:

 

O que são INCOTERMS?

INCOTERMS é uma abreviatura do termo em inglês International Commercial Terms, ou seja, Termos Internacionais de Comércio. Eles irão definir as devidas responsabilidades entre comprador e vendedor em transações internacionais. Em sua compra de produtos chineses, por exemplo, são os INCOTERMS que irão designar até onde você, como comprador, deve atuar, e até onde os chineses, como vendedores da mercadoria, serão responsáveis. Basicamente, esses termos irão definir em que momento você irá pagar e o que você irá pagar.

 

Por que devo conhecer os INCOTERMS?

Quando você realiza uma transação comercial com a China e recebe uma ficha de pagamento é muito comum que nesse documento conste uma sigla de três letras ao lado do preço a ser pago por você. Existem diferentes siglas de INCOTERMS, associadas a específicas situações, e cada tipo designará as devidas responsabilidades entre as partes (vendedor e comprador), bem como influenciará na quantia e modo do pagamento da compra.

 

Quais os INCOTERMS mais comuns quando compro da China?

Como afirmado anteriormente, existem variados INCOTERMS. Mas três são os mais importantes para você conhecer se deseja importar produtos da China, pois são os mais comuns utilizados pelos chineses em suas transações de venda ao exterior.

 

EXW ( Ex Works)

É a maneira mais conveniente para os chineses na hora de eles tentarem te vender uma mercadoria, pois  o vendedor irá te entregar a mercadoria no pátio da fábrica. Ou seja, será sua responsabilidade organizar e arcar com os gastos de transporte do produto comprado desde a fábrica que o produziu. Você, como comprador, terá então que fazer a coleta de transporte rodoviário da mercadoria diretamente na indústria produtora até o porto, bem como será responsável pelas despesas alfandegárias necessárias para o processo de importação.  Portanto, se você comprar uma mercadoria sob EXW, no preço que o vendedor chinês está te passando, não estão inclusos gastos com transporte rodoviário, as despesas de porto e nem as despesas de exportação desse produto da China até o Brasil. Por não incluir tais despesas, os preços passados pelo vendedor ao comprador acabam sendo menores, mais baratos, quando comparados às outras modalidades.
Essa modalidade de INCOTERMS é ainda bem comum quando você compra de uma indústria que não tem licença de exportação ou com uma fábrica de pequeno porte. Assim, você precisará de uma outra empresa para te ajudar a fazer devidamente esse processo de exportação da China ao Brasil.

 

FOB (Free on Board)

É a forma mais comum utilizada, claro, se a fábrica vendedora tem um porte um pouco maior e já está acostumada a realizar exportações de suas mercadorias. O FOB significa que os produtos comprados por você estão sendo entregues dentro do navio, ainda localizado no porto de origem, que transportará então os contêineres até o seu país. Isso significa que a fábrica produtora já pagou as despesas de exportação,  as despesas alfandegárias, além do transporte da mercadoria até o navio (localizado no porto de origem).

 

CIF (Cost, Insurance and Freight)

CIF é a sigla em inglês para Custo, Seguro e Frete, ou seja, seu valor inclui esses três custos, pagos pelo fornecedor. Assim, se uma fábrica chinesa te passa um valor a ser pago sob a modalidade CIF, significa que nessa quantia estão inclusas as despesas de entrega da mercadoria até o porto de destino do comprador. Por exemplo, se você, no Brasil, compra uma mercadoria por CIF de uma empresa chinesa, essa fábrica é responsável por pagar todos as despesas até lhe entregar a mercadoria no porto de destino brasileiro.

Diferentemente do FOB, que acompanhará apenas os gastos ao navio até o porto de origem, o CIF acompanha até o porto de destino. Normalmente, a sigla é acompanhada com o nome do porto em questão, como por exemplo, CIF Santos (quando o destino do produto é o porto de Santos).

 

Quer saber mais sobre importação? Continue conferindo dicas também em  nosso canal do Youtube, onde serão divulgadas mais vídeo aulas contendo informações essenciais para quem deseja importar com segurança da China e fazendo um bom negócio!

 

Gostou desse artigo? Então veja muito mais em nossa página do Facebook, em nosso blog e em nosso site


Veja Também


Deixe seu comentário