Os negócios na China vão muito bem

A China tem mostrado índices econômicos crescentes desde o início desse século. Hoje, ela é a maior potência econômica do mundo e continua a fascinar o ocidente com sua capacidade de negociação e inovação. A economia na China é aquecida, principalmente, pelas imensas feiras de negócios. Confira as Feiras que vão acontecer em agosto aqui.

Com toddo esse crescimento, às vezes até nos esquecemos da ideologia política chinesa. Afinal, a China é comunista?

Se você se interessa pela China como parceiro econômico para seu negócio, o nosso canal tem tudo que você precisa. Se inscreva!

 

Resultado do semestre dos negócios na china

 

negócios na china

Dados sobre o crescimento do PIB Chinês no primeiro semestre.

Apesar dos recentes entraves entre a China e os Estados Unidos, questão que se arrasta por mais tempo do que deveria, a China apresenta estabilidade em seus negócios e ainda regista altas em vários setores, o PIB também observou um crescimento de 6,3% nesta primeira metade de 2019.

A queda no crescimento do Produto Interno Bruno (PIB) da China já era esperado, mas houve uma queda bem baixa, apenas 0,5 do percentual do PIB neste mesmo período do ano passado. Durante o primeiro trimestre houve um crescimento de 6,2%, enquanto no segundo trimestre a alta foi de 6,4%, com isso, o semestre finaliza com 6,3%. O destaque deste semestre na economia chinesa é rapidamente apontado para o investimento nos setores de alta tecnologia. Ao total, o investimento ficou em 29,91 trilhões de yuans (US$ 4,4 trilhões).

Em termos de ativos, os investimentos cresceram em 5,8%, que incluem o capital que foi gasto em infraestrutura, propriedade, máquinas, dentre outros ativos físicos. O investimento em manufatura também cresceu 10,4%, enquanto os investimentos na tecnologia, que foram os mais altos, apresentam taxas de crescimento de 13,5%. O único setor mais expressivo na queda de investimentos foi o investimento industrial, que viu uma queda de 0,6% em termos anuais, este decréscimo, mesmo que pequeno, pode demonstrar para qual momento o governo chinês está direcionando a economia nacional.

O crescimento veio de acordo com as expectativas do governo, com progresso em certas áreas e com progressos um pouco mais lento em outros espaços. É considerável também que este crescimento é alcançado em um momento que a economia mundial enfrenta um crescimento mais lento.

 

O que têm feito a China crescer?

 

negócios com a china

Um dos motivos do crescimento Chinês tem sido o One Belt One Road. Fonte: Top China Travel

Alguns dos motivos que explicam o crescimento econômico chinês de acordo com as expectativas são os fortes índices do consumo, que continuam por desempenhar um papel importante em promover o crescimento econômico no país, nos índices finais, o consumo desempenha um papel final de 60,1% na expansão econômica no período de janeiro a junho.

Além do consumo, a construção conjunta do Cinturão e Rota abre uma nova era de crescimento econômico mundial da China. O presidente Xi Jinping fez uma declaração em Beijing na abertura do 2º Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional afirmando que a construção conjunta do Cinturão de tornou em uma espécie de plataforma que irá fomentar o comércio e os investimentos internacionais, abrindo horizontes para uma nova era de governança econômica global. Como proposta para esse novo momento da economia chinesa, o presidente Xi anunciou uma série de medidas de abertura, com promessas de ampliação de acesso ao mercado chinês, aumento nas exportações e estabelecimento de novas zonas de abertura comercial, como algumas já existentes. Essas propostas surgem em meio a um protecionismo e unilateralismo global, enquanto isto a China parece caminhar em um sentido oposto, ou seja, favorecendo medidas de livre comércio e multilateralismo.

 

Posicionamentos do Donald Trump sobre os negócios da China

Um posicionamento do presidente Donald Trump hoje, segunda-feira, dia 15 de julho, afirmou que a China estaria enfrentando um baixo crescimento econômico. Esses posicionamentos surgiram em meio aos números divulgados sobre os setores de crescimento da economia china, além dos dados sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), que também foi levantado acima. O presidente, como de costume, fez esse posicionamento em sua conta no twitter, ele ainda afirmou que este crescimento da China foi o pior em 27 (vinte e sete) anos e que esse efeito pode ser sentido devido as tarifas dos Estados Unidos que foram impostas ao governo chinês. O presidente ainda afirmou que milhares de empresas têm desejado sair da China devido as tarifas.

 

A empresa Huawei diante dos posicionamentos recentes

 

negócios com a china

Os resultados da Huawei mantiveram-se apesar de tudo. Fonte: Technode

A Huawei têm sido uma das empresas que é diretamente afetada pelos entraves entre China e Estados Unidos. Apesar dos entraves, das sanções e vetos, da guerra comercial e das trocas de farpas entre os governos estadunidense e chinês, o presidente interino da Huawei afirma que as receita da empresa não só manteve, como obteve aumentos significativos no primeiro semestre do ano, acompanhando os resultados e os índices do governo chinês.

Apesar dos rumores iniciais e das expectativas sobre a China, o governo obteve um crescimento significativo, bem como suas empresas, além disso, o governo ainda viu o país seguir um rumo diverso das tendências da economia mundial.

 

Por Lucas Lima da Cruz, diretamente de Marília, SP.

Fontes: China Link Trading, Agências EFE, XINHUA.net.

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário