Macau: a importante península chinesa que fala português

Se existe uma palavra que poderia definir a cidade de Macau, esta palavra é charme! O território da cidade compreende a península entre as ilhas da Taipa e Coloane, e o aterro de Cotai. Com uma área total de 29,9 quilômetros quadrados, a brilhosa Las Vegas do oriente é uma das duas regiões administrativas especiais da China desde dezembro de 1999, sendo sua irmã a cidade de Hong Kong. Anterior a tal data, Macau foi colônia portuguesa por mais de 400 anos, sendo igualmente administrada pelo país ibérico e foi a última colônia europeia no continente asiático, por isso é considerada uma cidade ícone na sua cultura, especialmente na culinária. Mas não é apenas o lado cultural que chama a atenção na ex-colônia, pois Macau se desenvolveu fortemente no entretenimento e no turismo, criando centenas de eventos diferentes para atrair o público de todo o mundo com objetivo de divertir da manhã até a madrugada, com seus diversos hotéis luxuosos em plena expansão e estabelecimentos que fazem brilhar a cidade, nada menos digno do que a cidade cuja densidade populacional é a maior da China, com mais de 19 mil habitantes por quilômetro quadrado, tendo sempre alguma coisa para se fazer nas ruas da cidade atendendo esta gigantesca demanda! Conheça Macau!

 

Macau
Image by Dreamstime.

 

As principais atrações em Macau

A cidade de Macau é um verdadeiro paraíso do entretenimento, chamando a atenção de turistas de todo o mundo. Dentre os melhores lugares que devem ser visitados lá a grande variedade de restaurantes deliciosos com gastronomias de todos os lugares do planeta, com o destaque para a cozinha portuguesa! A cidade por si só é um convite para que você ande por ela e encontre iguarias como os pastéis de nata da confeitaria Margaret’s Café & Nata ou um bolo de amêndoa, bolo de frango, biscoitos de caju, bolachas de gergelim, ou os rolinhos de ovos e queijo! Além da maravilhosa gastronomia, a indústria do jogo em Macau tem crescido exponencialmente na conhecida Las Vegas Oriental a ponto de já se tornar uma característica importante da economia local, e com certeza um ponto que deve ser conhecido, sem exageros, claro! Por fim, a melhor maneira de conhecer as numerosas heranças históricas e culturais de Macau é simplesmente caminhando pela cidade! Você encontrará lugares turísticos populares que fazem parte do itinerário de um visitante espalhados por toda a península, como por exemplo a Praça do Senado, com sua área moderna em contraste aos edifícios portugueses simples e elegantes em estilo barroco, sendo, igualmente, o centro mais movimentado de cidade. Indo ao norte da península encontraremos as atrações nas Ruínas de São Paulo e o Museu de Macau, logo à direita das ruínas. A Nova Área Recuperada e a Área do Porto Exterior, na parte sul da península, são regiões recém-desenvolvidas com a ideia de um aspecto moderno de Macau, não sendo à toa que muitos hotéis de luxo foram criados por lá juntamente com outros vários cassinos, atraindo grande público principalmente a noite, mas não se engane, pois esta área de dia está repleta de museus que representam a essência da cultura e história de Macau, incluindo o Museu do Vinho, o Museu do Grande Prêmio e o Museu de Arte.

 

Macau
Esses são os pastéis de nata. Image by Culture Trip.

 

História e curiosidades de Macau

O nome de Macau derivada da palavra “Magao”, que era o santuário dedicado a Mazu, uma deusa sagrada do mar respeitada pela população local. Dizia-se que em meados do século XVI, quando os portugueses pisaram ali pela primeira vez, um dos oficiais perguntou a um pescador o nome da terra. O homem entendendo mal o significado do oficial, respondeu “Magao”, que era o nome do Templo A-Ma na frente deles, tornando-se uma palavra portuguesa durante o convívio de quase 400 ano de governança à península. A colonização de Macau teve início em meados do século XVI, com uma ocupação gradual de navegadores portugueses, trazendo relativa prosperidade ao pequeno território e tornando-o numa grande cidade, uma vez que Macau foi um importante entreposto comercial entre a China, a Europa e o Japão. O auge da cidade foi atingido no final do século quando em 1887 a China reconheceu oficialmente a soberania e a ocupação perpétua portuguesa de Macau, através do “Tratado de Amizade e Comércio Sino-Português”. A ocupação perpétua durou até 1967, quando Portugal renunciou após a revolta dos residentes chineses pró-comunistas de Macau, em dezembro de 1966, terminando com os dois países decidindo que Macau voltaria para a soberania chinesa no dia 20 de dezembro de 1999. Atualmente, a cidade se encontra em grande e acelerado crescimento econômico, sendo possível perceber como a ex-colônia funciona adequadamente tanto para o turismo como para a vida, pois é uma bela cidade com ruas limpas, jardins e paisagens montanhosas. Tudo isso junto de um claro sol, ar puro, terras verdes e todos os tipos de comidas deliciosas que contribuem para suas muitas atrações.

 

Macau
Image by Secretary for Social Affairs and Culture of the Macao.

 

Conheça Macau!

Macau é uma península localiza no sudeste da China, e seus pontos turísticos têm muito mais para mostrar, com diversos museus e restaurantes! A própria Secretária de Assuntos Sociais e Culturais de Macau disponibiliza em seu site oficial praticamente um guia com tudo que pode ser encontrado na cidade, sendo um conteúdo muito completo por vídeos, textos e fotos maravilhosas! Vale a pena dar uma olhadinha nesse site, clicando aqui! Se interessou em viajar para lá? Fique de olho no Blog do China Link Trading  para que possamos apresentar ainda mais lugares para se viajar na China, e também no nosso canal do Youtube, no nosso perfil do Instagram  na nossa página oficial do Facebook para se manter informado de tudo que acontece na China e nos artigos!

Suas malas estão prontas para Macau? Deixe seu comentário!

 

Fontes: TravelChinaGuide, Wikipédia, SSAC Macao

Por Lucas Fortes Mulati, diretamente de Marília, SP, Brasil

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário