Kung Fu: a arte marcial milenar da China

A China é o berço das artes marciais orientais. Lá, existem tantas delas que as chances de confundi-las são enormes. Para designar as formas de artes marciais desenvolvidas e praticadas no país, utiliza-se o termo Kung Fu. Mas você sabe de onde ele vem e como é praticado? Para saber mais, continue lendo o artigo!

 

kung fu

 

A Origem do Kung Fu

A sua origem é incerta, mas acredita-se que o Kung Fu seja milenar, tendo surgido no templo Shaolin, ao norte da China. Os monges deste templo obtinham, graças à sua dedicação e aos ensinamentos adaptados de locais como a Índia e o Tibete, excelentes resultados nos combates por meio do domínio técnico, físico e mental.

Conforme a língua oficial chinesa – o mandarim – a expressão gramaticalmente correta para se designar a arte marcial é Kuo Shu ou Wu Shu. Apesar disso, no passado, Kung Fu era a expressão mais utilizada e vinha do dialeto cantonês, significando “trabalho”, no sentido de “aprimorar-se”, ou, simplesmente, “saber fazer”.

Cantão é uma região litorânea localizada ao sul da China. O acesso ao mar facilitou a disseminação dos habitantes, deste local, por todo o mundo, em busca de trabalho e de melhores condições de vida.

Graças a esses migrantes cantoneses que se dirigiram a diversas partes do mundo, bem como devido ao interesse e curiosidade em relação a arte marcial por parte dos estrangeiros, foi o termo em cantonês “Kung Fu” que tornou-se mundialmente conhecido, ao invés da expressão em mandarim, Wu Shu.

 

Características e Filosofias do Kung Fu 

O Kung Fu caracteriza-se principalmente pelo movimento de ataque e de defesa, que se baseia em animais (tigre, leopardo, dragão, macaco, louva-deus, serpente, etc.) e na natureza (bambu e o cinco elementos).

Estima-se que na China existam mais de 500 estilos diferentes de artes marciais, com as suas infinidades de subdivisões. Entre eles: Louva-a-Deus, Garra de Águia, Tai-Chi-Chua, Pa-Kua, Lou-Han, Serpente, Tan-Tui, Fei Hok Phai, etc.

 

kung fu

 

O Kung Fu é a busca do equilíbrio e da saúde física, mental e espiritual. Embora seja considerado como arte marcial, ele também é visto como uma arte completa, cuja filosofia não prega a violência, já que se baseia em três doutrinas: taoísta, budista e confucionista.

A concepção taoísta sustenta que a paz verdadeira poderá ser encontrada no “não-agir”. O budismo prega a não-violência e o Confucinismo exalta, acima de tudo, a ética, a moral, a bondade e a prática da virtude.

As artes marciais orientais possuem três diferentes propósitos: saúde, defesa pessoal e iluminação espiritual. Dessa forma, o Kung Fu pode ser praticado tanto como uma luta, ao visar a defesa pessoal, quanto uma terapia de relaxamento e condicionamento físico, sendo também considerado como uma excelente atividade para reduzir o desgaste diário.

 

Praticando o Kung Fu

A idade mínima necessária para começar a aprender o Kung Fu é de cinco anos. Ele não faz restrições de sexo e não exige conhecimento prévio de outras artes marciais.

O processo de aprendizagem é gradual e respeita o limite físico de cada aluno. Cada praticante, de acordo com as suas inclinações naturais – idade e biótipo –  é atraído por um determinado estilo da arte marcial.

Disciplina, condicionamento físico, postura, coordenação motora, reflexos, concentração e autocontrole são algumas das características adquiridas, ao longo do tempo, pelos aprendizes do Kung Fu.

 

O Kung Fu no Ocidente 

Em 1959, os primeiros “Grão-Mestres” desembarcaram no Brasil vindos de Hong Kong e, principalmente, de Cantão.

Devido às diferenças linguísticas e culturais, os ensinamentos do Kung Fu se deram com bastante dificuldade. Inicialmente em casas, com aulas particulares, e mais tarde em centros comunitários, para, finalmente abrir as próprias academias.

Com os constantes intercâmbios culturais, novos estilos do Kung Fu estão sendo introduzidos e praticados com sucesso no Brasil. Neste ponto, o cinema, principalmente o hollywoodiano, teve grande importância ao estimular e propagar a prática do Kung Fu em todo o Ocidente.

kung fu

 

E você, tem curiosidade em aprender Kung Fu?

Lys Brittes, diretamente de Marília, SP, Brasil

Fonte: Nippo
Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | TwitterGoogle +


Veja Também


Deixe seu comentário