Kuàizi (chopsticks ou hashi) – os famosos pauzinhos chineses.

Na China, as pessoas comem com os famosos ‘pauzinhos’, conhecidos como chopsticks ou hashi. Mas o nome em mandarim é Kuàizi 筷子.
Eu não encontrei um nome em português para os palitos orientais, e chamar de ‘pauzinhos’ é bem estranho. Pelo que vi, o termo em japonês – hashi – ainda é o mais comum para descrever esse utensílio no Brasil. Como estou na China, prefiro adotar os nomes em inglês (mais usado entre os estrangeiros) e chinês, claro.

20130116041922486
Kuàizi são um par de varas longas e finas do mesmo tamanho, feitos de bambu, plástico, madeira ou aço inoxidável. Mas também existem os de ouro, prata, porcelana (lindos, mas super difíceis de manusear), marfim e jade. Alguns são artesanais, com pinturas chinesas ou caligrafias nas pontas superiores ou mesmo entalhados por artesãos habilidosos (ou máquinas modernas, nos dias atuais).

História

Sua origem na China vem da dinastia Shang (1570-1045 aC). Os primeiros ‘kuàzi’ foram usados para cozinhar, ajudando a mergulhar pedaços de carne ou legumes em grandes panelas de água fervente, mas ainda não era tidos como utensílios de cozinha. O povo chinês começou a usá-los com esse fim durante a Dinastia Han.

Em tempos antigos, os kuàzi de prata eram comuns para testar se a comida estava envenenada, porque substâncias tóxicas fariam a prata ficar preta.

Como a cultura chinesa se espalhou por toda a Ásia, os kuàizi foram introduzidos nos países vizinhos através de influência cultural de imigrantes chineses, e se tornaram os ‘talheres’ oficiais dos asiáticos (apesar de cada país ou região ter suas variantes de formato material e nome para o utensílio).

Diferentes tipos de Kuàizi na Ásia.

A influência de Confúcio

Confúcio, o grande filósofo chinês e professor, que viveu 551-479 aC teve uma grande influência sobre o desenvolvimento e uso do kuàizi. Confúcio era um vegetariano e, como todos sabem, pregava a paz e a não-violência, acreditava que o uso de instrumentos cortantes para comer, como as facas, remetia  as pessoas a situação de guerra, violência e matadouros.

Essa é a explicação que encontrei para o uso da faca ser banido da mesa asiática. Em alguns restaurantes aqui, quando a gente pede uma faca, os funcionários nos olham de um jeito meio estranho. É até engraçado de ver a reação de alguns, em especial em restaurantes bem locais onde o acesso a estrangeiros é restrito. E já presenciei casos do restaurante não ter os talheres ocidentais para oferecer aos clientes. Bom, mas estamos na China, não é?

Existem lojas especializadas em vender os conjuntos de Kuàizi…
… ou você encontra centenas de opções em qualquer supermercado por aqui!

Etiqueta e tabus

Sim, aqui também existem regras. Já escrevi sobre elas aqui no blog, mas não custa relembrar:

  1. Para comer arroz, leve a tigela de arroz até a boca e use os pauzinhos juntos, como uma pá. Tem que ser rápido e o movimento meio contínuo (rs), mas dá certo, acreditem!
  2. Usar os kuàizi para passar comida para as pessoas mais velhas demonstra respeito e amor. Bem como para as pessoas da família: filhos, esposa.
  3. Normalmente usamos nossos próprios kuàzi para pegar a comida das travessas e levar diretamente ao prato ou à boca. Hoje em dia, em alguns restaurantes são oferecidos colheres para fazer isso.
  4. Não coloque os kuàizi verticalmente em uma tigela de arroz, porque simboliza como queimar incenso, e isso é feito para cultuar os mortos.
  5. Não usar os kuàizi para bater ao lado de sua tigela ou prato (fazer barulho para chamar o garçom, por exemplo). É uma falta de educação extrema.
  6. Não chupar a extremidade e nem ‘brincar’ com os kuàzi, remexendo os alimentos que não vai comer ou tocando em outras pessoas. Também é visto como falta de educação.
    download (2)

    Presente de casamento
    Os kuàizi sempre são boas opções de presentes, até porque existem estojos lindos e extremamente requintados para esse fim.

    Esse são lindos, em porcelana azul e branca, mas bem difíceis de manusear. Muito escorregadios.

    Mas eles são especialmente dados como presente de casamento entre os chineses, pois em mandarim ‘Kuai’ 筷 significa rápido ou logo eZi’ significa filho.

    Literalmente quer dizer – ter filhos em breve. Por isso são bem vindos em casamentos, visto como um desejo de fertilidade.

    Mas também existe a história de que com um palito você não come nada. É preciso os dois juntos para se comer. Trazendo isso para o campo das metáforas, é um bom presente de casamento pois significa a força, o poder da união do casal. Interessante, não é?

    Os chineses e suas histórias.

    Sempre me surpreendo com elas! E você?

    Zái Jiàn!

    Fonte: China Na Minha Vida

    foto minha  3 x 4 nova

    Por Romero Castro – Direto de Pelotas – RS, Brasil.

    www.chinalinktrading.com

     Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

    Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a  procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações


Veja Também


Deixe seu comentário