Importar aparelhos auditivos da China é um negócio vantajoso?

Com o aumento da qualidade de vida, as diversas áreas da saúde e dos produtos e/ou equipamentos nelas utilizados têm sido de extrema relevância no dia a dia da população. Com o intuito de atender às demandas que o próprio corpo humano apresenta, as pessoas frequentemente têm a necessidade de visitar o médico, fazer exames, usar medicamentos e alguns tipos de próteses. Desta forma, a importação de produtos relacionados à área da saúde tem se tornado mais comum, principalmente de países como a China.

Embora o Brasil seja um país atrativo para exportar produtos para os mais diversos países ao redor do mundo, este não é um país forte na produção de novas tecnologias de ponta, como por exemplo, os aparelhos auditivos. Diante deste cenário, a importação deste tipo de prótese auditiva necessita ser realizada a fim de suprir a demanda de pessoas diagnosticadas com deficiência auditiva no Brasil.

Alguns países como o Canadá, Suíça, Alemanha exportam aparelhos auditivos para o Brasil, mas muitas pessoas se questionam a respeito dos aparelhos auditivos fabricados pela China, especialmente pelo baixo custo e facilidade de compra.  Importar da China tem se tornado uma opção para os setores brasileiros que trabalham com a saúde, inclusive quando a importação se trata de aparelhos auditivos. Afinal, importar aparelhos auditivos da China é um negócio vantajoso?

 

importar da china

A cura da audição por meio dos aparelhos auditivos da China/.Fonte: Shop Everest

 

O que são aparelhos auditivos?

As pessoas ao redor do mundo que são diagnosticadas com um quadro de perda de audição necessitam da adaptação de um ou dois aparelhos auditivos com o intuito de melhorar a audibilidade, desde que este emite os sons mais altos para que uma pessoa com perda de audição possa ter condições de ouvir e, garantindo uma boa qualidade de vida de seus usuários.

O aparelho auditivo é um dispositivo eletrônico de pequeno porte, utilizado dentro ou atrás da orelha, que possui três partes essenciais: Microfone, Amplificador e Receptor. Cabe ressaltar que a adaptação de um aparelho auditivo só deve ser realizada após a prescrição médica de um otorrinolaringologista. A partir do momento que uma pessoa compra este tipo de prótese sem essa prescrição, ela pode estar colocando em risco a sua saúde auditiva.

 

importar da china
Os cuidados para a adaptação de um aparelho auditivo. Fonte: Centro Auditivo Viver

 

Importar aparelhos auditivos da China é um negócio vantajoso? Verdade ou mito?

Comprar um aparelho auditivo é um passo muito importante e por isso não é uma escolha fácil e requer a avaliação de um médico otorrinolaringologista e de um fonoaudiólogo que realizará, por meio de exames, uma análise a respeito do melhor aparelho auditivo para cada paciente. Desta forma, o processo de importação de aparelhos auditivos da China deve ser cauteloso, pois o uso de qualquer tipo de aparelho auditivo pode ser tão prejudicial quanto o uso de um remédio sem orientação médica.

Ao importar aparelhos auditivos da China, o negociante deve ter em mente que os aparelhos tecnológicos são muito melhores para a compreensão de fala das pessoas com algum grau de perda de audição, pois muitos dos aparelhos auditivos oriundos da China são de tecnologia analógica e não oferecem nenhuma das funções que os mais modernos oferecem para a melhora do convívio social e da comunicação do indivíduo. Desta forma, o aparelho auditivo da China mais barato passa a sair algo caro.

 

Diferença dos aparelhos auditivos da China e dos aparelhos auditivos mais modernos – Características técnicas

 

importar da china

Os aparelhos auditivos da China e sua comparação com os aparelhos auditivos mais modernos./ Fonte: Jornal de Beltrão

 

O primeiro aspecto que difere os aparelhos auditivos mais modernos da grande parte dos aparelhos auditivos importados da China é que as próteses auditivas mais tecnológicas oferecem ganhos de 70 a 140 decibéis. Enquanto os aparelhos auditivos da China oferecem apenas 4 decibéis de ganho, ou seja, a performance auditiva fica muito abaixo do esperado, não contribuindo para a solução do problema.

Além desse fator mais técnico, os aparelhos auditivos importados da China geralmente não possuem garantia, manutenção ou troca de peças, especialmente devido ao baixo custo que se encontra em média em torno de U$15,00 dólares.

 

Diferença dos aparelhos auditivos da China e dos aparelhos auditivos mais modernos – Burocracia

Outro aspecto importante a ser considerado na importação de aparelhos auditivos da China é que para que este tipo de produto seja comercializado no Brasil, estes necessitam de um registro na ANVISA, pois este é o órgão governamental do Brasil que controla a precedência dos produtos da área da saúde.

Em suma, a importação de aparelhos auditivos fabricados na China pode ocorrer, mas esta deve ser feita de forma cuidadosa, pois a maioria destes produtos nomeados como aparelhos auditivos nada mais é do que amplificadores, que ao invés de reduzir os prejuízos ocasionados pela perda de audição, poderá acarretar uma piora na perda de audição. A importação deste tipo de produto não é proibida, mas precisa ser registrada na ANVISA e a adaptação destes deve ser feita por um fonoaudiólogo, logo após da indicação do otorrinolaringologista.

 

Por Laura Mochiatti Guijo, diretamente de Marília, SP – Brasil

Fontes: Ouvir mais, Crônicas da surdez, Centro Auditivo Viver, Shop Everest, Jornal de Beltrão

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário