Importando cosméticos da China: uma mina de ouro a ser explorada

Nos últimos anos, observamos o vertiginoso crescimento da indústria de cosméticos no mundo todo, impulsionado por várias novas tendências que “viralizaram” de forma nunca antes vista. Isso se deve ao fato da facilidade com que as informações sobre o tema se propagam atualmente, principalmente por causa da internet.

Termos como “blogueira” se tornaram famosos, por exemplo, para se referir às meninas que dedicam tempo para falar sobre assuntos majoritariamente relacionados à estética, promovendo produtos, marcas, e tendências- como por exemplo, a nova onda do “skin care” (termo do inglês que indica cuidados com a pele) inspirado principalmente nos asiáticos, famosos por terem a pele dos sonhos.

Além disso, as orientais (especialmente as coreanas, mas também as chinesas) são conhecidas por terem máximo cuidado com sua pele e, para isso, utilizam produtos de ótima qualidade e tecnologia.

Diante disso, já pensou em poder importar vários produtos bons por um preço mais baixo, aproveitando esse “boom” e o grande mercado consumidor brasileiro de cosméticos? Se sim ou se não, você precisa considerar importar cosméticos da China.

 

O consumo de cosméticos no Brasil

Poucos sabem, mas o Brasil é um dos maiores mercados consumidores de cosméticos do mundo, o qual vem crescendo ainda mais nos últimos anos. Para termos uma ideia, segundo o setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC), somente no ano de 2018, as vendas totalizaram R$ 109,7 bilhões, indicando um crescimento de 24% em relação a 2013, com uma elevação de aproximadamente 4,5% ao ano. Com isso, o Brasil, no ano de 2018 ocupou a quarta posição no ranking mundial de consumo de HPPC, além de ser o primeiro ranking da américa latina.

O Brasil, famoso por seus altos impostos, disponibiliza produtos, sejam nacionais ou importados do setor de HPPC por preços muito altos, além de dar pouca atenção às novas tendências que vêm crescendo cada vez mais: os produtos de cuidado com a pele e maquiagem asiáticos, cujas fórmulas são conhecidas por serem diferentes das ocidentais, apresentando muitas vezes qualidade superior em relação às marcas que até então dominam o mercado. Portanto, importar cosméticos diferenciados da China, os quais apresentam valores abaixo do mercado e qualidade altíssima, é uma mina de ouro que deve ser explorada pelo Brasil.

 

importação de cosméticos
Portanto, importar cosméticos diferenciados da China, os quais apresentam valores abaixo do mercado e qualidade altíssima, é uma mina de ouro que deve ser explorada pelo Brasil.

Como importar cosméticos da China

O processo de importação de cosméticos da China pode ser um pouco complicado– porém, sem dúvidas, vale a pena. Tal complicação se dá devido ao fato de que, para importar cosméticos, é necessário que haja a certificação da ANVISA (Agência Nacional de  Vigilância Sanitária) que permita a entrada dos produtos a serem importados no país. Para tanto, o primeiro passo é que sua empresa seja cadastrada no sistema da agência, para que a empresa possa ser certificada, para que posteriormente obtenha a certificação do produto o qual deseja importar em si.

Confira esse vídeo onde explicamos um pouco mais detalhadamente esse assunto:

Nosso canal está repleto de dicas de importação e de negociação com a China! Se inscreva e não fique de fora.

Além disso, existem produtos que necessitam ser certificados na China, na própria fábrica de origem, ou então são apenas certificados por lote. Porém, de qualquer maneira, tanto o produto quanto a sua empresa precisam ser certificados pela ANVISA, obrigatoriamente.

Importante ressaltar que tal certificação apenas é necessária caso o produto importado desejado seja do tipo que entre em contato direto com a pele, isto é, pastas, cremes, maquiagens no geral, shampoos e etc. Caso queira importar acessórios (pincéis de maquiagem, por exemplo) não é necessário seguir estes passos.

 

importação de cosméticos
tanto o produto quanto a sua empresa precisam ser certificados pela ANVISA, obrigatoriamente.

Certificação para importar cosméticos da China

Primeiramente, existe uma classificação em relação ao tipo de produto que deve ser analisada, divida em duas categorias, segundo a resolução da ANVISA RDC n.211/1005 de 14 de Julho de 2005:

Categoria 1: “ (..) caracterizado por ter propriedades básicas ou elementares as quais não necessitam ser inicialmente comprovadas e não requeiram informações detalhadas em relação ao seu modo de uso e as suas restrições de uso, devido às características intrínsecas do produto”. Ou seja, seriam os produtos com os quais estamos acostumados no nossos dia a dia, como shampoos, batons, perfumes, óleos e etc.

Categoria 2: “ (..) possuem indicações específicas, cujas características requeiram sua segurança e/ ou eficácia a serem provadas, bem como informações e cuidados, modo e restrições de uso”. Ou seja, produtos que possam causar reações indesejadas devido à sua fórmula, caso utilizados de forma incorreta: produtos que apresentem compostos químicos mais agressivos, como clareadores, efeito “peeling”, efeito depilatório e etc. Importante destacar que todos os produtos considerados infantis são desta categoria.

 

importação de cosméticos
A composição do produto determina qual o tipo de classificação recebe pela ANVISA

Como escolher qual cosmético importar da China

Atualmente, existem diversas fontes que permitem uma pesquisa precisa sobre qual cosmético importar. Como apontado no inicio do texto, a grande quantidade de pessoas dedicadas ao ramo de cosméticos na internet, as quais testam e indicam bons produtos de marcas que nas quais se pode confiar, representa uma forma de pesquisa nesse sentido. Principalmente pela tendência crescente à preferência por cosméticos de origem asiática dentre esses “influenciadores”, por motivos de altíssima qualidade como já citado anteriormente, tornou-se tarefa muito mais simples conhecer os produtos cosméticos chineses e, assim, saber com precisão qual produto importar para que atraia muita atenção devido à qualidade superior e diferenciada aqui no Brasil.

 

Por Caroline Malheiros Costa, diretamente de Marília, SP – Brasil

Fontes: Destino China, Expert em Importar, Cosméticos Online, Cosmetics Online

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário