Importa Fácil: Conheça essa ferramenta dos Correios

Você sabia que os Correios têm uma ferramenta que pode te ajudar na hora de importar? Já ouviu falar do Importa Fácil? Neste artigo, apresentaremos essa ferramenta muito útil para quem deseja importar em pequenas quantidades!

 

A maioria dos importadores brasileiros começam através do importa fácil.

 

O que é o Importa Fácil?

Resumidamente, o Importa Fácil é um serviço prestado pelos Correios, que visa atender pessoas físicas e jurídicas interessadas em importar produtos do exterior, oriundos de qualquer lugar do mundo. Estas importações são caracterizadas por serem de pequeno a médio porte, o que quer dizer que o valor aduaneiro do produto ou dos produtos importados não pode exceder o limite de 3.000,00 dólares ou o equivalente em moeda estrangeira, tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas, com a devida apresentação do registro de Declaração Simplificada de Importação (DSI).

O valor aduaneiro, sobre o qual incidirá o imposto, será a soma do valor dos bens integrantes da remessa postal, acrescida do custo de transporte (tarifa postal), bem como do seguro relativo a esse transporte (seguro postal, se houver). Esclarecemos que poderá também ocorrer a cobrança do ICMS da cidade destino da remessa. Lembrando que para pessoas físicas, o Importa Fácil não pode ser utilizado para atividades com fins comerciais!

Nesse vídeo explicamos direitinho sobre a porcentagem de impostos envolvida no Importa Fácil.

Conheça nosso canal.

 

Atenção!!!

Solicite que seu fornecedor/exportador faça a postagem no exterior em uma modalidade postal em que a importação chegue diretamente nos Correios do Brasil. Alguns países como Alemanha, Áustria, Dinamarca, Eslovênia, Holanda (Países Baixos), Noruega, Suíça, entre outros, terceirizam a modalidade expressa, acarretando assim o não recebimento da encomenda internacional pelos Correios no Brasil. Para esses países, sugerimos a utilização das modalidades postais econômica ou prioritária.

 

importa fácil

 

Veja a lista dos países nos quais você pode usar o EMS (Express Mail Service, Modalidade Postal Expressa) e receber sua encomenda com segurança pela ECT. Para tanto, basta clicar aqui. Para envio expresso a partir dos Estados Unidos, a melhor opção é a modalidade Express Mail Service, que é enviada diretamente para os Correios brasileiros.

 

Quais produtos podem ser importados pelo Importa Fácil?

O Importa Fácil pode ser utilizado na importação de uma ampla variedade de produtos. Alguns deles, no entanto, apresentam restrições no momento da importação, e outros são proibidos, de acordo com a legislação brasileira.

 

importa fácil

 

Produtos que apresentam restrições

  • As bebidas alcoólicas, os cigarros, e os fumos em geral necessitam de licenciamento prévio. Por essa razão, os Correios não realizam o desembaraço alfandegário desses produtos. No caso das compras entre US$ 50,00 e US$ 500,00, a alíquota de importação que recai sobre eles é de 60% sobre o valor aduaneiro de importação;
  • Os brinquedos só podem ser importados por pessoas físicas, desde que a compra não seja caracterizada como comercial. No caso de pessoas jurídicas, o INMETRO precisa autorizar a compra através de licenciamento prévio e anuência.

 

Restrições referentes às dimensões dos produtos

  • O peso máximo de cada produto não deve ultrapassar os 30kg;
  • A maior dimensão do produto não pode ser maior do que 1,50m;
  • A maior das longitudes, somada ao maior dos contornos tomado de um sentido diferente ao da maior longitude, não pode exceder o limite de 3,00.

É importante ressaltar que cada produto precisa seguir TODAS essas regras. Caso uma delas não seja seguida, os Correios devolvem automaticamente o produto ao seu lugar de origem.

 

Produtos cujo envio postal não é permitido

  • Produtos a serem utilizados em pesquisa clínica;
  • Produtos perecíveis;
  • Produtos que precisam de controle de temperatura no decorrer do envio;
  • Produtos que possam ser danosos à saúde ou à integridade física dos funcionários responsáveis por seu transporte e manuseio;
  • Produtos específicos, listados na Portaria nº 344 da ANVISA.

Para ver a lista de produtos proibidos, clique aqui.

 

Como contratar os serviços do Importa Fácil dos Correios?

A contratação dos serviços é feita através de cadastro no sistema online dos Correios. No momento do cadastro, o contratante deverá escolher entre as opções de pessoa física ou jurídica, bem como informar o número do CPF. Com a criação da conta de usuário feita no sistema online, o contratante preencherá um formulário com informações relevantes à efetivação da compra.

 

importa fácil

 

Procedimentos a serem tomados antes, durante e após o embarque dos produtos

Algumas informações devem ser observadas para garantir a entrega dos produtos ao destino estipulado, bem como alguns cuidados devem ser tomados para evitar qualquer tipo de problema. Veja como proceder para receber suas encomendas sem problemas.

 

Antes do embarque

  • Escolha um fornecedor que esteja cadastrado na mesma rede de remessas internacionais dos Correios. Para ver a lista dos que estão cadastrados em cada país, clique aqui;
  • Certifique-se de que são os Correios quem receberão sua encomenda no momento em que ela chegar ao Brasil;
  • Confirme se o produto que você está esperando está autorizado pela legislação brasileira e pelas normas dos Correios. Para ver a lista de objetos com restrição de entrada no Brasil, clique aqui. Esta é uma lista não exaustiva, o que significa que produtos não listados podem sofrer restrições, caso sejam incluídos nas categorias citadas acima, na seção “Quais produtos podem ser importados pelo Importa Fácil”;
  • O frete internacional tem que ser pago no país de origem do produto;
  • Não esqueça de pedir para a empresa exportadora colocar a Fatura Comercial (conhecida pelo termo “Commercial Invoice” em inglês) no lado de fora do pacote ou da embalagem.

 

Quadro pelo qual o cliente pode acompanhar o andamento da compra

 

Durante o embarque

  • Certifique-se de que o exportador está enviando o produto juntamente com a Fatura Comercial (o “Commercial Invoice” citado acima);
  • O pacote tem que estar endereçado ao Importa Fácil, de acordo com o modelo abaixo:

IMPORTA FÁCIL CORREIOS
Sr.(a)./Empresa: …………………………………………………….(nome do beneficiário da importação)
Tel.: (XX) XXXX-XXXX
E-mail:……………………(dados do beneficiário da importação)

Nº. IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO……… (gerado após cadastro da importação no site)

SETOR DE DESEMBARAÇO DE IMPORTAÇÃO CORREIOS DO BRASIL
BRASIL

Fonte: Correios

 Após o embarque

Para que os serviços do Importa Fácil possam ser utilizados, os Correios precisam receber a encomenda no momento em que ela chega ao Brasil. Desse modo, caso o exportador envie o produto a outro destinatário que não os Correios, ou utilize modalidade de remessa não recebida pelos Correios, o Importa Fácil não poderá ser utilizado. Ao utilizar o Importa Fácil, fique atento ao seguinte:

  • Confira o produto (estado de conservação, rachaduras, ranhuras, número pedido, etc.);
  • Confira a documentação de nacionalização, e guarde-a por PELO MENOS CINCO ANOS;
  • Espere ser notificado pelos Correios acerca do recebimento de sua encomenda. As notificações são feitas automaticamente através de e-mail ou de telegrama, e contêm os custos totais dos impostos e da taxa de serviço cobrada pelo Importa Fácil;
  • Efetue o pagamento em, no máximo, DOIS DIAS ÚTEIS após ser notificado;
  • Aguarde confirmação dos Correios de que todos os procedimentos foram efetuados com êxito e que sua encomenda está a caminho;

Taxas e custos

– O Importa Fácil cobra uma taxa de R$ 250,00, para realizar o despacho aduaneiro dos produtos. Além dessa taxa, serão cobrados impostos, de acordo com a legislação brasileira;

Modelo de cálculo de custos

– O valor aduaneiro é a soma do valor total dos produtos recebidos, mais o custo do transporte, mais o custo do seguro sobre esse transporte;

– O Imposto de Importação é cobrado em cima do valor aduaneiro do produto e atualmente encontra-se em 60% sobre esse valor;

– O ICMS varia de Estado para Estado. O do Rio de Janeiro é o mais caro do Brasil, a 19%, valor que recai sobre o valor do produto no Brasil, ou seja, após ter sido cobrado o Imposto de Importação;

 

Links úteis relacionados à importação

 

Documentos importantes

 

Exportação Temporária

 

Por Victor Fumoto, diretamente de Indaiatuba, SP – Brasil

Fonte: Correios

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário