Quantos homens para cada mulher na China?

No artigo de hoje vamos repercutir uma informação divulgada recentemente nos veículos de comunicação que afirma que, na China tem mais homem do que mulher

Ainda de acordo com informações do Governo chinês, a taxa de crescimento populacional da China estagnou.

Será que é isso mesmo? Vamos entender melhor essa história agora!

Tem Mais Homem do que Mulher na China? 

Inicialmente, quando olhamos a informação de que na China tem mais homens do que mulheres, costumamos não interpretar os dados e apenas acreditar no que nos é passado.

Vale ressaltar que sim, tem mais homens do que mulheres na China, segundo dados oficiais.

Contudo, precisamos avaliar, primeiramente, o cenário do censo divulgado pelo Governo chinês.

A pesquisa feita pela China leva em conta apenas a população entre 15 a 29 anos.

Ou seja, tem mais homens do que mulheres, sim, mas nas gerações mais novas.

Quando olhamos para um cenário completo, que envolve os mais de 1 bilhão de chineses, não temos tanta certeza se na China há mais homens do que mulheres.

Mesmo assim, não é tão absurdo imaginar a razão pela qual o governo chinês veiculou essa informação. 

Há uma série de fatores que envolvem o fato de na China, aparentemente, ter mais homens do que mulheres

Vamos analisar cada um deles:

 A Extinta Política do Filho Único 

Primeiramente, uma das razões pelas quais podemos afirmar que na China tem mais homem do que mulher nas novas gerações é a, já abolida, política do Filho Único.

Do que se tratava essa lei? Como o nome já diz, cada família pode ter apenas um filho.

Caso a família não cumprisse essa medida, o Governo aplicaria medidas severas contra ela, incluindo multas.

Por outro lado, essa sanção era flexibilizada para algumas etnias do país.

Se fôssemos comparar com o Brasil, é como se tribos indígenas de regiões remotas do país pudessem ter dois filhos.

Essa lei foi abolida em 2013, pelo atual presidente da China Xi-Jinping.

Mas o que tem a ver isso com o fato de na China ter mais homem do que mulher?

Acompanhe nossa leitura para entender melhor.

 Tradições Familiares 

Além da política do Filho Único, outro fator que corrobora para que a pesquisa mostre que há mais homem do que mulher na China é a tradição familiar.

Isso mesmo! Não entendeu? Eu explico!

Na China, existe uma tradição muito forte para que as mulheres tenham filhos homens.

A razão é que eles acreditam que o homem tem o papel de carregar o sobrenome da família e mantê-lo vivo.

Isso ocorre semelhantemente no Brasil. Aqui, é a mulher que herda o nome da família do homem no seu sobrenome.

Na China, porém, é diferente. Lá, o sobrenome é algo tão sagrado e valioso que antecede o próprio nome da pessoa.

Por conta disso, as gestantes não podem saber o sexo do bebê. A tradição visa não preterir o sexo feminino por conta dessa forte cultura pelo sexo masculino.

 Aborto Legalizado 

Finalmente, é importante citar que o abordo é legalizado na China. Isso é algo muito importante para observarmos os outros dois tópicos.

A razão é que a facilidade para abortar na China é muito grande. Existem políticas que causam isso.

Com base nisso, acredita-se que muitas mulheres tenham abortado bebês do sexo feminino pela preferência pelo filho homem.

 Isso  pode ter ocorrido antes e depois do fim da vigência da política do filho único.

Com base nisso tudo, acredita-se que pode ter havido uma tendência forçada pelo Governo e pela cultura para que esse índice registrasse mais homens que mulheres.

Quantidade de homens é maior do que de mulheres nas gerações mais novas da China (Foto: Reprodução)

 Taxa de crescimento estagnada na China. Será que é isso mesmo? 

Além da estatística sobre quantidade de homens, uma questão que levanta dúvida é sobre a taxa de crescimento da população.

No último censo na China, foram contabilizados 700 milhões a mais de chineses.

Quando olhamos esse número, acreditamos que é um valor enorme. Mas, assim como no caso da pesquisa sobre os homens, precisamos entender melhor esse número.

Afinal, se compararmos o número de 700 milhões com a população de 1,4 bilhões de chineses, esse número é pequeno.

Além disso, dentro desse universo de 700 milhões, apenas  70 milhões representam crianças.

Esse número é duvidoso porque nem sempre a China divulga seus números de forma precisa. O país deixa fatores políticos e  econômicos afetarem na divulgação de dados.

A razão da China divulgar essa quantidade ínfima de crianças, por exemplo, é simples: países mais ricos, com menos filhos. Mais pobre, mais filhos.

O principal objetivo da China com essas informações é ser forte numa corrida para ser a maior economia do mundo. Deve se tornar mesmo, em breve.

Entretanto, quanto mais pessoas em um país, mais pobre é aquela nação.

Por mais que a China alcance o patamar de maior potência do mundo, vai demorar muito para a população chinesa usufruir, de fato, dessa riqueza industrial do país.

Gostou do nosso texto? Comente sua opinião aqui embaixo. Acha que esses dados da China são verdadeiros ou fazem parte de um projeto de poder maior?

E acompanhe nosso blog, siga nossas redes sociais e inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Até a próxima!

Texto de Paulo Santos, de São Vicente/SP 


Veja Também


Deixe seu comentário