Como dar garantia aos produtos importados da China?

É uma empresa ou pessoa física e tem dúvidas sobre como dar garantia aos produtos importados da China? Fique tranquilo: esse artigo é para você.

Esse é um dos assuntos mais perguntados nos nossos vídeos e redes sociais, então vem com a gente que vamos te orientar.

Segue a leitura!

Para que tipo de produto é importante se preocupar com garantias?

Primeiramente, antes de falarmos sobre como dar garantias, é importante entendermos em quais contextos sua empresa deve se preocupar com isso.

A principal categoria de itens que precisam de disponibilização de garantias é, a grosso modo, de produtos que ligam e desligam.

Ou seja, aparelhos eletrônicos, máquinas, elétricos e outros. 

Essa baliza é importante porque esses produtos são os que costumam mais dar problemas e dor de cabeça quando o assunto é garantia.

Além da questão dos produtos, é importante entender como é o processo para definir termos de compras e condições com as empresas.

Esse passo é extremamente importante para qualquer empresa que deseja começar a importar da China.

Pessoa Física

Como pessoa física, é possível você conseguir obter um termo de garantia com o fornecedor do site, seja qual ele for.

É comum acontecer de você fazer um pedido, mas o produto ser contido pela Receita Federal aqui no Brasil.

Além disso, pode acontecer do produto ficar retido aqui e ser devolvido para a China, onde também é embargado na alfândega local.

Em transtornos como esses, a tendência é ir atrás do fornecedor para reclamar que o produto não chegou.

Nestas horas vem a busca para correr atrás dos seus direitos e ver se você tem alguma garantia assegurada na compra.

Contudo, a grande dificuldade é que a regulamentação sobre as garantias de cada produto fica por conta do site em que você está comprando.

Cada plataforma, como Aliexpress, Shopee e outros, têm a sua política para regulamentar como devem ser feitas as garantias naqueles sites.

Ou seja, antes de realizar a compra em um site de importação, leia com atenção as políticas sobre garantia de mercadoria daquele site.

Essa é a principal forma de se proteger de dores de cabeça com alguma importação que possa ocorrer na sua compra online.

Pessoa Jurídica

Agora, vamos a você que é uma empresa e está começando a importar um pouco mais da China e quer entender como dar garantia aos seus clientes.

Antes de tudo, o processo começa quando sua empresa sinaliza a compra de um determinado produto da China.

Você receberá da fornecedora um documento chamado Proforma Invoice (P.I).

A Invoice é um documento que contém, basicamente, duas principais funções.

Primeiramente, a Invoice serve como um documento para que você apresente no banco da sua empresa.

Só assim será possível fazer a transferência internacional para a compra daquele produto.

Contudo, a principal função da Invoice é ser como um “espelho” da nota fiscal da mercadoria que será importada.

Através disso, você conseguirá ver o carimbo da fornecedora, entrar em contato com a fabricante e definir os termos de compra e condições, os chamados Incoterms.

Incoterms são acordos voluntários feitos entre comprador e vendedor de diferentes países.

Esses acordos existem para delimitar quais os direitos e obrigações de cada um na negociação.

Mas o que isso tem a ver com a garantia de produtos importados da China? Tudo! E você entenderá agora.

Garantia de importação é sempre uma dúvida importante. Entenda o que fazer para não ter dores de cabeça com isso

Como dar garantia aos produtos importados da China?

Além desses incoterms, você pode fazer algumas observações no contrato de compra

Essas observações vão facilitar que você consiga oferecer o serviço de garantia de um determinado produto aos seus clientes.

Por exemplo, você pode colocar em uma cláusula no contrato que obriga a fornecedora a enviar uma quantidade a mais de uma peça.

Normalmente essa peça sobressalente tende a ser mais frágil ou quebrar com frequência.

Além disso, é possível pedir obrigação na gratuidade do frete, para enviar a mercadoria de volta à China..

Entretanto, o problema com essas cláusulas é que a fornecedora pode não cumprir com elas e você ser prejudicado.

Então, qual a melhor estratégia que sua empresa pode adotar para oferecer um serviço de garantias ao seu cliente?

A primeira dica é investir em um centro técnico que consiga fazer reparos deste tipo de produto que sua empresa deseja importar.

Além de dar segurança ao cliente, faz com que você não fique na mão e tome decisões erradas.

Tenha sempre pessoas técnicas ao seu lado para orientar sobre o produto.

Além disso, adote uma estratégia logística e comercial para fazer esse tipo de importação e oferecer garantias ao seu cliente.

O que isso significa? Optar por comprar unidades a mais do que sua empresa pretende vender.

Ou seja, se o planejamento da sua firma é de vender 1000 unidades desse produto, compre 1050. 

Porque se um cliente pedir a troca de um produto o item estiver dentro da garantia, é só entregar a mercadoria para ele na hora.

O dilema é que se você comprar a mais do que o espera vender, isso pode afetar no preço final que você irá oferecer ao seu cliente.

Por conta deste impasse, é importante que sua escolha entre o serviço e oferecer garantias ou priorizar o preço do produto.

Vale ressaltar, porém, que essa última opção pode fazer o barato sair caro.

O custo alto do frete para enviar a mercadoria para a China e o tempo para ter o produto de volta.

Se o seu cliente tiver paciência para esperar e não ter pressa para ter uma compra em mãos, talvez seja um bom negócio.

Contudo, na maioria das vezes, não é isso que acontece.

Por esta razão, opte sempre por estruturar um planejamento que possibilite sua empresa oferecer garantia ao seu cliente.

Invista nisso mesmo que oferecer a garantia encareça um pouco mais o produto final.

Gostou das dicas? Então, acompanhe nosso blog, siga nossas redes sociais e inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Até a próxima!

Texto de Paulo Santos, de São Vicente/SP


Veja Também


Deixe seu comentário