Futebol na China


Os chineses não são uma potencia no futebol, mas a Super Liga Chinesa – campeonato da primeira divisão chinesa- tem conseguido atrair bons atletas estrangeiros numa tentativa de elevar o nível do futebol local e alcançar maiores públicos. Além destes itens, os jogadores estrangeiros também atraem cifras importantes para o desenvolvimento do futebol chinês, ajudando a Super Liga a ser a segunda liga que mais investiu em contratações no mundo, perdendo apenas para a tradicionalíssima Premier League inglesa.

Drogba pelo Shanghai Shenua

O crescimento repentino do futebol chinês é uma consequência da evolução econômica do país, além de uma ajuda política.   Há três metas para o país tornar-se uma potência no futebol: levar a seleção de volta a Copa do Mundo depois de sua única participação em 2002 que, inclusive enfrentou o Brasil na fase de grupos levando quatro gols; organizar uma Copa do Mundo e, por último, vencer o próprio torneio.  Obviamente o primeiro objetivo é o mais palpável no curto prazo, no entanto há um grande investimento comprovando que tanto o governo quanto as grandes companhias estatais ou privadas não estão poupando esforços para desenvolver o futebol local. Para se ter uma ideia, em 2014 foram investidos cerca de 70 milhões de euros, enquanto neste ano de 2015, o número subiu para a casa dos 108 milhões de euros , de acordo com dados divulgados pelo site alemão “Transfermarkt”. 

Os estrangeiros mais valiosos no mercado do futebol chinês pertencem ao Guangzhou Evergrande, que é o atual vice-líder da Super Liga. Nomes como Alessandro Diamanti, Alberto Gilardino, Lucas Barrios e o técnico Marcelo Lippi, campeão mundial pela Itália em 2006, passaram por lá. Atualmente o Guangzhou conta com jogadores conhecidos pelos brasileiros como os volantes Renê Junior e Paulinho, enquanto o setor mais ofensivo é formado por Robinho, Ricardo Goulart, Alan, Elkeson e o técnico Luis Felipe Scolari.   O Guangzhou tem o Grupo Evergrande – segunda maior empresa do ramo imobiliário da China – investindo por trás. A empresa também investe dinheiro em um projeto ambicioso para revelar jogadores que é a Evergrande Internacional Football School.   Na “escola” há vários campos de futebol e professores escolhidos em uma parceria com o Real Madrid.  

Evergrande Internacional Football School
Uniformes de todas as equipes da liga chinesa.

Não apenas o Guangzhou possui jogadores de bom cacife, mas o  Shanghai Shenua também já trouxe o atacante marfinense Drogba e o francês Anelka. Atualmente a equipe conta com jogadores famosos como o malês Sissoko , o australiano Tim Cahill e o franco-senegalês Demba Ba.

Além destes jogadores, a liga chinesa conta com jogadores importantes espalhados pelas 16 equipes que a compõe, inclusive nomes bastante conhecidos dos brasileiros como Montillo e Tardelli do Shandong Luneng; Conca do Shanghai SIPG, Hernán Barcos e Marcelo Moreno do Tianjin Teda e Changchun Yatai respectivamente.  No entanto, não apenas jogadores estrangeiros são protagonistas do futebol chinês, mas há técnicos conhecidos que ajudam no desenvolvimento do esporte mais popular do planeta dentro da China como Sven-Göran Eriksson do Shanghai SIPG , Cuca que até trouxe o Shandong Luneng para realizar uma pré-temporada no Brasil e, a grande estrela e uma das principais contratações do Guangzhou, ou seja, Felipão.  O ex-técnico do Grêmio e seleção brasileira encontrará no Guanghzou uma equipe que briga pela liderança do Campeonato Chinês e está nas quartas de final da Liga dos Campeões

Guangzhou Evergrande
Shandong Luneng
Felipão
Paulo André no Shanghai Shenua


Guangzhou e Shandong Luneng
são os times que mais possuem títulos da Super Liga Chinesa e rivalizam pela hegemonia do melhor futebol no país. Ambos possuem 7 títulos da liga, sendo 4 do Guangzhou e 3 do Shandon.   Atualmente a liga chinesa chega a sua 21º rodada, com a liderança do Shanghai East Asia seguido do Guangzhou e Shandon na 2º e 3º colocação do campeonato. Tudo indica que o Guangzhou irá brigar mais uma vez pelo título com o Shandon Luneng neste ano de 2015. Não podemos dizer o mesmo sobre o Shanghai East Asia porque ainda não sabemos se a equipe irá manter o ritmo neste 2º turno da liga.

China x Brasil pela Copa do Mundo 2002

Será um sonho tão distante ver o mundo parada em frente a televisão a ver um homem de olhos puxados vestindo um uniforme vermelho erguendo a famosa taça da Fifa? Uma multidão de mais de um bilhão de pessoas indo comemorar nas ruas chinesas uma Copa do Mundo vencida pela China? Acredito que não.

Por Romero Castro – Direto de Pelotas – RS, Brasil.

www.chinalinktrading.com

 Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a  procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.

 

 

 


Veja Também


Deixe seu comentário