Faz sentido importar prata 925 da China?

Neste artigo, vamos ver se faz sentido importar prata da China. Aqui, abordaremos tanto produtos de metal puro ou banhados.

Qual a diferença de um produto de prata e um banhado? O que é prata 925? Compensa importar?

Confira a leitura!

Produto de prata e banhado: qual a diferença?

Artigos de prata ou banhados pelo metal estão presentes nos shoppings das grande e médias cidades e fixados no imaginário de consumo das pessoas.

Mas você sabe a diferença entre um produto de prata e um banhado?

Os produtos de prata pura, ou prata 925, são feitos para fazer joias, itens de decoração e itens como talheres.

Por outro lado, as peças banhadas em prata são, na verdade, feitas de níquel ou cobre, e revestidas com uma camada de prata.

Como deve se imaginar, um item feito à prata custa muito mais do que um banhado.

Por isso é importante saber as diferenças de um para outro antes de importar.

Mas afinal, vale a pena importar prata ou itens banhados da China?

Talhares são um tipo de material feito de prata 925

Vantagens e Desvantagens

Para entendermos se vale a pena ou não importar prata da China, vamos comparar as vantagens e desvantagens

Com base nelas, fica a seu julgamento concluir se faz sentido importar prata ou itens banhados da China.

Vem com a gente!

Desvantagens

Primeiramente, como sempre falamos em nossos textos no blog, produtos que envolvem moda e gosto pessoal, costumam ser difíceis de lidar se você está caindo de paraquedas nesse mercado.

E quando falamos de itens de prata ou banhados, é exatamente esse risco que você corre, caso esteja por fora da realidade desse setor.

Se você não conhece o mercado de jóias de prata ou itens banhados, não vale a pena importar produtos que exijam um pouco mais de experiência.

Agora, se você já tiver um design próprio desses produtos, invista nisso. Busque se diferenciar: faça um projeto próprio, tanto da embalagem quanto do produto, para colocar seu perfil nas redes sociais.

 Inove! Busque agregar valor no e construa seu branding. Porque se for para trazer o produto que já vende em São Paulo, sem investir em alguma novidade para posicionar sua empresa no mercado, melhor não investir.

Um segundo ponto é para aqueles que querem trazer mercadorias banhadas da China.

Para importar prata, é mais barato trazer da Tailândia. Já a peça banhada, é melhor pela China, onde é mais em conta. Contudo, seja cauteloso em comprar peças  banhadas dos chineses.

Compre de pouco a pouco porque existe o risco do banho ser feito de forma que você nãp se agrade. 

Por esta razão é importante fazer inspeção, trazer amostras, e conferir o produto até a peça chegar no ponto que você deseja. 

Itens como alianças são bons para importar por terem alto valor agregado e pequeno volume

Vantagem

Agora vamos às vantagens de trazer produtos de prata ou banhados. A primeira delas é que: produtos de valor agregado alto, mas tem pouco volume. 

Com isso, você pode importar de forma simplificada pelo Importa Fácil ou por transporte aéreo. Isso torna sua importação mais barata do que as despesas de uma importação formal.

Além disso, produtos como jóias de prata, talheres, ou mesmo alianças banhadas à prata, são itens atemporais. 

Sempre terá pessoas que querem comprar produtos como esses, em diferentes contextos: desde pessoas, sejam homens ou mulheres, que queiram ter artigos por vaidade, ou mesmo alguém que queira comprar uma aliança para o seu parceiro ou parceira

Isso indica que é uma oportunidade de mercado viável e que, se você conhecer bem a área, pode permitir uma boa consolidação de marca.

Impostos

Para terminar, vamos deixar aqui os impostos inerentes a itens de prata ou banhados, para você se inteirar.

  • II: 18%;
  • IPI: 12%;
  • PIS: 2,10%,
  • Cofins: 9,65% 
  • ICMS: depende do estado

Gostou da dica de hoje? Então acompanhe nosso blog, siga nossas redes sociais e inscreva-se no nosso canal no Youtube para mais conteúdos.

Até a próxima!

Texto de Paulo Santos, diretamente de São Vicente/SP


Veja Também


Deixe seu comentário