Faz sentido importar brinquedos da China?

Faz sentido importar brinquedos da China? É uma das perguntas que muitos leitores do blog fazem. E hoje, chegou o dia de respondermos!

Pelo fato da venda de brinquedos  no Brasil ser muito tradicional em diversas lojas do país, acredita-se que este mercado é um bom ramo para importar.

Mas será que é verdade? Em que momento faz sentido importar brinquedos da China?

Estas e outras dúvidas responderemos agora!

Em que lugar da China são feitos os brinquedos vendidos no Brasil?

Primeiramente, antes de sabermos se faz sentido importar brinquedos da China, precisamos entender como estes brinquedos chegam no Brasil.

A venda de brinquedos de origem chinesa já é muito comum no nosso país, mas pouca gente sabe em qual cidade eles são produzidos.

Dentre outras localidades, as principais fabricantes de brinquedos da China ficam na província de Shandong, que fica no leste do país.

De lá, muitos brinquedos são importados para o Brasil. Lojas com nome consolidado aqui no Brasil trazem estes produtos de lá.

Em razão disso, se sua empresa deseja conhecer fornecedores locais para importar brinquedos da China, Shandong é uma boa cidade para começar seus negócios.

Vale ressaltar que vender brinquedos no Brasil nunca sai de moda, apesar do uso cada vez mais precoce de celulares e tablets.

Os brinquedos são parte da construção afetiva da criança, e ainda é um grande passatempo dos pequeninos.

Brinquedos de marca x brinquedos populares

Aqui no Brasil, grande parte dos brinquedos importados da China podem ser divididos em dois grupos.

O primeiro grupo são brinquedos mais caros produzidos por marcas famosas. A segunda categoria pertence aos brinquedos populares.

No nosso canal no Youtube temos um vídeo que fala qual é o problema de importar produtos de marca da China.

Entretanto, não é um bom negócio importar brinquedos caros e de marca da China.

A razão é que, primeiramente, você não consegue vender estes produtos de forma legal porque sua empresa teria problemas com a Receita Federal.

Além disso, dificilmente você conseguirá se tornar um distribuidor deste produto e consolidar sua marca. O motivo: não é possível agregar valor com esses produtos.

Diferentemente dos produtos populares. Importar brinquedos sem marca da China para o Brasil é melhor.

Com estes produtos, você pode inserir sua marca neles e construir um mercado em que o consumidor associe o produto ao seu negócio.

Paralelamente, sua empresa se desenvolve de forma digital e cresce até outros patamares, como de uma distribuidora de brinquedos da China.

Importar brinquedo da China precisa de Inmetro?

Quando falamos em importar brinquedos da China, muitos que são novos ou que são interessados no assunto, acreditam que é fácil trazer esses produtos.

Contudo, o ramo de brinquedos possui diversas burocracias que podem ser complicadoras para o seu negócio.

Por exemplo, uma das dificuldades de quem é novo no ramo é de certificar os brinquedos importados da China.

A certificação do Inmetro é extremamente importante, especialmente quando falamos de brinquedos.


Como o público-alvo é infantil, os cuidados ao importar um brinquedo da China devem ser redobrados.

Por conta disso, a certificação pode ser demorada e custosa para o empreendedor.

Basicamente, existem duas formas de certificar seu produto. A primeira é fazer a inspeção destes brinquedos antes de saírem das fábricas na China.

Em contrapartida, também existe a possibilidade de certificar o produto no Inmetro na inspeção do lote quando este chega aqui no Brasil.

Por outro lado, as certificações podem ser aliadas do seu negócio e até te ajudar a faturar mais.

O motivo é a desistência de muitas empresas que gostariam de importar brinquedos da China por conta dos empecilhos causados pela certificação.

Ou seja, quanto menos empresas disputam este mercado, maior a possibilidade de entrada com esta importação.

Além do fator que, produtos certificados passam maior segurança e, consequentemente, mais credibilidade com o consumidor.

Faz sentido importar brinquedos da China?

Com base no que vimos acima, faz sentido importar brinquedos da China?

Resumidamente, este ramo só vale se sua empresa tem condição de arcar com os custos inerentes a esta importação.

Se você é novo nesse negócio, é melhor esperar. Sugerimos que você primeiramente estruture seu negócio antes de dar este passo.

A razão principal é a dificuldade com a certificação, que pode tomar tempo e, com certeza, custará bastante dinheiro para sua empresa.

Importar brinquedos da China é prática tradicional no mercado brasileiro (Foto: Reprodução)

Além dos impostos e dos custos fixos de importação, que encarecem mais ainda os produtos na hora de vender.

Por outro lado, vale a pena importar esses brinquedos se sua marca já tem condição de arcar com todos estes custos com Inmetro e importação.

Entretanto, é importante conhecer sobre os brinquedos e entender quais as principais exigências que o Inmetro faz para os produtos.

Quais impostos terei de pagar?

Para concluir, importar brinquedos da China acarreta o pagamento de impostos, assim como qualquer outro produto importado.

Saiba aqui quais os impostos que sua empresa terá de pagar no ato de importar os brinquedos da China.

  • II:35%;
  •  IPI:10%;
  • PIS:2,10,
  • COFIS:9,65% 
  • ICMS: Depende de cada estado

Gostou das dicas? Então siga nossas redes sociais para conteúdos como este, acompanhe nosso blog e inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Texto de Paulo Santos, de São Vicente/SP


Veja Também


Deixe seu comentário