Esposas de homens gays na China

Até 1997 ser homossexual era crime na China, e apenas em 2001 a homossexualidade deixou de ser considerada uma doença mental no país. Com uma grande pressão da sociedade chinesa e uma enorme cobrança dos pais para que os filhos se casem, muitos gays se casam com mulheres heterossexuais, sem que elas saibam sobre sua orientação sexual. Esses casamentos, porém, trazem diversos problemas, principalmente para as esposas de homens gays na China.

esposas de homens gays na China

 

As esposas de homens gays na China

Zhang Beichuan é professor aposentado da Escola Médica da Universidade de Qingdao e pioneiro nas pesquisas sobre questões LGBTs na China. Segundo ele, 20 milhões de homens gays fazem parte de casamentos “falsos” no país. No mínimo 14 milhões de mulheres chinesas heterossexuais atualmente estão ou já estiveram casadas com gays.

O termo em mandarim tongqi (同妻), que significa “esposas de homens gays” ou em uma tradução literal “homoesposas”, vem se tornando cada vez mais conhecido na China, nos últimos dois anos. Isto porque as mulheres que se consideram vítimas destes casamentos passaram cada vez mais a denunciar violência doméstica física ou emocional, e a reclamarem por direitos iguais dentro do casamento.

As reclamações das esposas de homens gays sobre os sofrimentos do casamento mostram o desenvolvimento da sociedade chinesa e a maior conscientização das mulheres pela igualdade de direitos na China. Ao reclamarem e tornarem públicos seus problemas, mostram que chegaram ao limite físico e mental que pode ser tolerável pelas esposas de homens gays.

esposas de homens gays na China

O professor Zhang acredita que é uma questão grave e imoral se casar intencionalmente e precipitadamente com mulheres inocentes sem que elas saibam da orientação sexual do marido e da provável infelicidade que será o casamento. Entretanto, muitas esposas de homens gays continuam presas a esses casamentos já que a lei chinesa não protege adequadamente as mulheres nos processos de divórcio. Algumas delas concordam em manter o segredo, quando ficam sabendo a verdade, para garantir que os filhos tenham um ambiente familiar e estável em casa.

 

Casamentos infelizes

A mídia chinesa recentemente destacou a situação das esposas de homens gays, mostrando a perspectiva dessas mulheres e retratando seus maridos gays como traidores que usaram suas parceiras.

De acordo com o professor Zhang, cerca de 80% dos homens gays na China se casam por causa dos valores tradicionais da família e porque muitas mulheres não sabem sobre a sexualidade de seus parceiros. Mesmo que esses relacionamentos sejam marcados por sigilo, violência e abuso, muitas das esposas de homens gays permanecem quietas pelo medo de serem discriminadas pela sociedade.

esposas de homens gays na China

Ainda segundo o professor, durante a fase de namoro, os homens gays se mostram apaixonados por suas namoradas e mantém contato físico e relações sexuais regularmente com elas. Mas, após estarem casados e entrarem no padrão da sociedade, eles mudam suas atitudes e se tornam frios e indiferentes com suas esposas.

A maior parte das reclamações feitas pelas esposas de homens gays é sobre a falta de intimidade e companheirismo nos relacionamentos. Para elas os casamentos são insuportavelmente solitários, sem praticamente nenhuma demonstração de afeto e carinho pelos seus maridos.

Zhang também mostrou que segundo uma pesquisa feita com 173 esposas de homens gays pelo Instituto de Tecnologia de Harbin, 30% dos casais nunca tiveram relações sexuais e 90% das mulheres relataram alguma forma de abuso emocional ou físico. Apenas 30% dos casais entraram com processo de divórcio.

 

Esposas de homens gays sofrem com violência doméstica

Para o professor Zhang, assim como o abuso emocional, há 50% ou mais de chances de ocorrências de violência doméstica nestes casamentos. Esses homens gays vivem vidas secretas e experimentam uma carga enorme de stress. Muitas vezes, para aliviar sua raiva e depressão, eles atacam fisicamente suas esposas.

Li Xianhong, professora associada da Universidade do Centro-Sul, constatou que 90% das esposas de homens gays, que ela pesquisou, sofrem com depressão em estágio grave, sendo que 10% delas já tentaram cometer suicídio.

esposas de homens gays na China

Outro gravíssimo problema desses casamentos é que as esposas de homens gays correm alto risco de contrair o vírus HIV. Uma pesquisa do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças de 2015 mostrou que 30% dos novos casos de HIV do país ocorreram dentro da comunidade gay. Outra pesquisa mostrou que menos de 50% dos maridos gays soropositivos contariam a suas esposas sobre sua condição, ou tomariam cuidados especiais com elas.

Poucas esposas de homens gays chegam a pedir o divórcio, porque não querem que os filhos cresçam sem uma família, por sofrem grandes desvantagens nos processos de divórcio, por conta da pressão social e discriminação contra mulheres divorciadas ou até porque o marido se recusa a aceitar o divórcio.

 

A comunidade gay da China

A comunidade gay da China vem tentando resolver a pressão seguindo as normas sociais, especialmente com relação ao casamento. Uma proposta recente da comunidade é que os homossexuais não se casem com heterossexuais, como uma forma de prevenir problemas como os das esposas de homens gays.

esposas de homens gays na China

Após a Corte Chinesa negar um caso de casamento entre pessoas do mesmo sexo, a comunidade gay iniciou uma campanha na internet onde postam imagens deles mesmos com a hashtag #I’mGayAndWon’tMarryAStraightPerson (Eu sou Gay e não vou casar com uma pessoa hétero).

Uma tendência crescente entre os homossexuais na China é o casamento “cooperativo” entre gays e lésbicas. Diversos aplicativos e websites foram criados para promover esse tipo de encontro. No site ChinaGayLes há mais de 390 mil usuários registrados e dizem que 50 mil usuários encontraram seus parceiros para casamento cooperativo online.

 

Por Ingrid Torquato, diretamente de Marília, SP, Brasil

Fontes: China Daily, Global Times China, Vice, Fridae Asia, ChinaGayLes, Atlas Obscura, Gay Star News, The NanFang

Gostou desse artigo? Então veja muito mais em nossa página do Facebook, em nosso blog e em nosso site


Veja Também


Deixe seu comentário