Duas incríveis ruas na China que você precisa conhecer!

Dependendo da cidade que estamos visitando, ao andarmos pelas ruas encontramos barracas e lojas com vendedores oferecendo os mais variados produtos. Sejam alimentos, roupas, acessórios, lembranças, entre outras mercadorias, comprar se torna uma aventura enquanto exploramos o mar de cores, aromas e sabores que nos rodeiam. Os chineses também sabem apreciar esse tipo de passeio, por isso, muitas das cidades chinesas, em meio aos arranha-céus, templos e avenidas, também têm diversos mercados de rua e lojas cheias de clientes, prontos para serem explorados tanto pelos próprios cidadãos chineses quanto pelos milhões de turistas que visitam o país todos os anos. Se você pretende visitar a China e quer algumas recomendações, ou está apenas curioso para saber mais sobre esses vibrantes comércios, continue conosco!

Alguns costumes chineses podem parecer estranhos aos ocidentais. Para não ser pego de surpresa, não deixe de ver as 25 coisas que consideramos importantes para saber antes de ir à China.

 

Rua Wangfujing – As mansões dos príncipes

Sendo um dos símbolos do comércio em Pequim, a rua Wangfujing já existe há muitos séculos. Seu nome, em uma tradução mais literal, significa “Boa Mansão do Príncipe”. Durante a Dinastia Ming, que durou entre os anos de 1368 e 1644, dez príncipes tinham suas mansões na região, e por esse motivo, a rua ganhou o nome de “Wangfu”. Durante a dinastia Qing, que durou até 1911, a rua ganhou água potável, então o nome “Jing” foi acrescentado ao nome original, transformando-se na hoje famosa Wangfujing. Localizada próxima ao centro da cidade de Pequim, no distrito de Dongcheng, é uma rua que se estende por 1,6 quilômetros, começando na avenida Changan e terminando no Museu de Arte Nacional da China. Estima-se que seja uma das ruas mais movimentadas do país, com um fluxo de visitantes que gira em torno dos 600 mil em dias comuns, podendo atingir até 1,2 milhões em feriados e épocas festivas.

 

ruas
A movimentada rua Wangfujing. Fonte: China Link Trading

A famosa rua é o endereço de diversas boutiques e lojas de departamentos famosas em todo o mundo, como as múltiplas lojas da Miniso, loja da Apple, Forever 21 e outras marcas multinacionais de grande porte. Apesar disso, divide espaço também com lojas centenárias, que vendem produtos tradicionais variados. É uma rua que divide espaço entre o moderno e antigo, e há quem a compare com também famosa Champs-Élysées (Campos Elísios) de Paris. Algumas lojas famosas da rua incluem a centenária loja de produtos Ruifuxiang, onde visitantes podem encontrar as sedas de melhor qualidade, além de poder encomendar roupas sob medida, que são entregues no endereço do comprador.

Outra famosa loja é a Mansão Gongmei, onde são encontradas joalherias finas e artesanatos de enorme qualidade. As lojas do centro comercial são famosas pelos trabalhos em marfim, jade e laca. E se você se interessar em marcas mais famosas ao redor do mundo, como Zara, Apple, Gap ou Omega, por exemplo, o Shopping Sun Dong An é a escolha certa. Além de ser possível também encontrar diversos restaurantes com culinárias exóticas, prontos para satisfazer todos os paladares.

A rua também é conhecida pelo comércio de animais exóticos em espetos (escorpiões, grilos, bichos-da-seda, aranhas, cobras, codornas, etc). Os insetos foram alimentos essenciais durante o período de fome na China nos anos 90. Hoje, a maioria dos clientes dessas barracas exóticas são turistas querendo conhecer esse aspecto tão conhecido da cultura chinesa. Estes são apenas alguns dos muitos estabelecimentos que podem ser encontrados na Rua Wangfujing. A melhor forma de conhecer todos é explorar!

 

Rua Barkhor – O circuito dos peregrinos

Encontrada no coração de Lhasa, capital da região autônoma do Tibete, é uma rua que cerca o templo de Jokhang. Era no passado uma rota de “circum-ambulação”, ou uma “via sagrada” aos olhos dos tibetanos. Essa “circum-ambulação” se trata do hábito de rodear o templo sagrado em culto, fazendo a habitual caminhada de “um passo, uma reverência” da religião budista. Acredita-se que essa tradição ajuda a purificar a mente, aumentar a humildade e reduzir os obstáculos no caminho do espírito, já que quem o pratica se livra das energias negativas de seu espírito. É possível inclusive participar da tradição ou apenas assistir essa bela demonstração da cultura tibetana, uma vez que a rua está sempre cheia de peregrinos vindo de todos os lugares.

 

ruas
A rua Barkhor, em Lhasa, vista do templo de Jokhang. Ao fundo, o famoso Palácio de Potala. Fonte: Wikimedia Commons

Atualmente a rua conta também com um shopping center e um distrito comercial colorido com diversos artefatos tibetanos. Para visitantes, a rua Barkhor é um local mágico, que demonstra os verdadeiros aspectos de Lhasa. A rua foi pavimentada por pedras lisas polidas à mão, e embora não seja muito larga, consegue receber milhares de turistas todos os dias. Com lojas vendendo diversos itens dos dois lados da rua, é possível encontrar muita lojas que vendem rodas de oração, o “chuba” (a tradicional vestimenta tibetana de mangas longas), facas decoradas e outros itens religiosos. Também é possível encontrar a venda o “Thangka”, que é um tipo de arte tradicional tibetana feita em pergaminho. A arte dos Thangkas representa temas variados, como religião, literatura, ciência, história, entre outros. A Rua Barkhor possui uma forte atmosfera religiosa e todo um mundo de artigos à venda. É um paraíso para os turistas que queiram um pouco mais de história e cultura tradicionais, e com certeza vale a pena conhecer.

Tanto a Rua Wangfujing quanto a Rua Barkhor possuem características únicas com suas atmosferas ricas em cultura, atrações e itens à venda. O melhor de visitar a China é que este é um país enorme, com mais de 50 etnias e culturas, todas prontas para serem exploradas. Viajar para a China com certeza é uma aventura! Existem muitas outras ruas famosas no país, cada uma do seu jeito, seus produtos e muitos rostos diferentes. A certeza é que um país com uma cultura tão rica quanto a China pode agradar todos os gostos. Se você tem vontade de conhecer o país, além das sugestões acima, a melhor dica é explorar. Existe um mundo de monumentos, cidades e maravilhas naturais esperando pela sua visita!

Acompanhe no nosso blog dicas de cidades, mercados, ruas e tudo o que você precisa saber se deseja conhecer o gigante país asiático.

 

Por Arthur Bonsaglia, diretamente de Marília, SP – Brasil.

Fontes: Travel China Guide, Welcome to China, China Highlights.

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário