Coronavírus: Importe máscaras sem impostos!

Com a atual pandemia do novo coronavírus, este equipamento (máscara N95) se tornou crucial. Tanto para profissionais da área da saúde como de outros serviços essenciais, as máscaras oferecem uma extra proteção contra o contágio. Entre neste negócio em meio à pandemia do coronavírus e importe máscaras sem impostos!

Entenda como começou esta pandemia do coronavírus detalhadamente com o vídeo abaixo. Mantenha-se atualizado das notícias sobre os impactos do coronavírus na economia e na importação se inscrevendo no nosso canal.

 

Mercado de máscaras no Brasil e na China

Não é de hoje que o Brasil importa máscaras de proteção individual de empresas chinesas. Os produtos sempre estiveram presentes no mercado nacional, sendo utilizados pro profissionais de diversas áreas.

Resumidamente, é impossível dizer que a China produziu o vírus para depois ganhar na importação de máscaras. Primeiro porque o produto em questão tem baixo valor agregado quando comparado com outros equipamentos produzidos na China. Em segundo lugar, porque o produto já era importado pelo mercado brasileiro antes da crise do coronavírus.

Quanto à oferta, o Brasil estava com bons níveis de estoque de máscaras no começo do ano (entre janeiro e fevereiro). Porém, neste momento a China estava passando por um pico de contágio da doença (como está ocorrendo agora no Brasil e Estados Unidos).

 

Coronavírus: Importe máscaras sem impostos!
Máscara modelo N95, a mais indicada para a prevenção de coronavírus para profissionais da saúde. Fonte: PK Safety

 

Durante a quarentena, com as fábricas paradas, foi necessário importar máscaras de outros países. Foi aí que diversas empresas brasileiras acabaram vendendo seus estoques para a China devido à vantagem econômica.

 

Agora…

Agora a situação se inverteu um pouco. A China já comemora alguns dias sem transmissões locais (entre os chineses) do coronavírus. A maioria dos infectados são “transmissões importadas”, ou seja, de pessoas que se contaminaram em outros países e foram para a China.

O Brasil, por outro lado, vê seu o número de casos confirmados do coronavírus aumentar. Isso aumenta rapidamente a demanda por máscaras de proteção. Com a alta da demanda e a pouca oferta, o preço das máscaras tendem a subir. Além disso, com a quarentena e o isolamento social, as consequências na economia podem ser drásticas.

 

Importe máscaras sem impostos!

As mudanças de local do epicentro do vírus fizeram com que o comércio exterior variasse bastante. Muitos empresários brasileiros buscaram importar máscaras para o Brasil para suprir tal necessidade. Para amenizar os problemas, o governo brasileiro zerou os impostos para quem importa máscaras para o Brasil.

Ou seja, o imposto de importação para o empresário que importe máscaras para o Brasil é de 0%.

 

Coronavírus: Importe máscaras sem impostos!
Fonte: Jornal Exclusivo

 

Outras medidas de incentivo à importação deste produto é a agilização de entrega ao cliente, ganhando tempo e agilidade do processo. O certificado da Anvisa para o produto também foi suspenso até o fim da pandemia do coronavírus. Em vez de necessitar de uma certificação da Anvisa, as máscaras importadas precisam apenas de uma licença. Enquanto a homologação da Anvisa pode demorar anos a ser feita, a licença pode sair em dias.

 

Produção de máscaras para importação na China

A produção de máscaras pelas fábrica é fator crucial a ser considerado neste negócio. Além da produção, um outro fator importantíssimo é o tempo. Por outro lado, a produção das fábricas chinesas para importação costumam demorar 30 dias. No caso, sendo um produto com tamanha demanda como as máscaras, é necessário levar em consideração a grande quantidade de pedidos sendo feitos por diversos países.

Em suma, para além do tempo de produção, a carga pode levar ainda 60 dias para chegar até o Brasil. Mesmo com todas ferramentas para agilizar o processo, o produto ainda vem de um país longe. Caso o pedido seja urgente é possível realizar o frete aéreo, ideal para este tipo de situação.

Outra consequência da alta demanda por máscaras é o aumento de seu preço. Seguindo a lei da oferta e da demanda, os preços do equipamentos necessários para o coronavírus está aumentando.

Por isso, é necessário começar o mais rápido possível. Fale conosco e saiba como!

Para entender melhor o assunto, assista ao vídeo abaixo:

 

Máscara tripla

Este modelo de máscara, feita de TNT, é diferente do modelo N95 a que nos referimos ao longo do texto. Além disso, ela é diferente e protege 95% das bactérias de entrar em contato. Logo, estas máscaras são mais fáceis de serem encontradas porém também estão passando por alta demanda.

 

Por Mariana Madrigali, diretamente de Brotas, SP – Brasil

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário