Perfil dos consumidores chineses: demandas e preferências

Nós sabemos que a China é diferente do Ocidente em muitos aspectos, culturais, sociais, políticos e religiosos. Quando falamos em negócios internacionais, precisamos levar essas diferenças em conta! Os chineses consomem de forma diferente de nós, e para que você consiga inserir um produto no mercado chinês, deve entender o perfil dos consumidores chineses.

Não só a população como a China como um todo passou por mudanças significativas nas últimas décadas, que a tornaram a maior potência econômica do mundo. É importante que o interessado em exportar produtos da China esteja sempre atualizado sobre as tendências do mercado, que mudam constantemente em um dos países mais dinâmicos do mundo.

 

Conhecendo o perfil dos consumidores chineses

Para começarmos, podemos pensar que há dois tipos de consumidores chineses: os trabalhadores regulares e os bilionários. A China é o país com o maior número de bilionários do mundo e também com um dos maiores contingentes de mão-de-obra.

Primeiro vamos falar sobre os trabalhadores normais nas cidades chinesas. Conheça as transformações e os avanços no mercado de trabalho chinês com este artigo.

O mercados chinês tem, hoje, grande potencial. O consumo está crescendo! O presidente Xi Jinping está incentivando a melhoria de vida dos cidadãos através de medidas de aumento do salário mínimo e também dos benefícios sociais. Essas mudanças aumentam o poder de compra dos chineses, que hoje têm mais empregos e ganham melhor.

 

consumidores chineses

Na foto, o atual presidente chinês, Xi Jinping. Fonte: The Global and Mail

 

E uma coisa muito particular da contemporaneidade é a emergência do e-commerce – o comércio pela internet – pelas novas formas de comunicação. Ele é muito difundido, é eficiente, e o consumidor chinês pode comprar da própria casa nas lojas virtuais.

 

consumidores chineses
Os consumidores chineses buscam muito o comércio por lojas virtuais

 

Os consumidores chineses de renda média tendem a poupar de 40 a 70 % do salário mensal, ou seja, se privam de certas coisas supérfluas na hora das compras. Porém isso está mudando, principalmente devido à urbanização na China. Metade dos consumidores chineses está confiante de que sua renda vai aumentar significativamente nos próximos anos. Entre os chineses em idade produtiva, a maioria está disposta a dispensar um pouco mais de seus ganhos em serviços e experiências de “lifestyle” – o que abrange lazer e entretenimento, viagens e cuidados pessoais (como tratamentos estéticos). Em compensação, há menos gastos com alimentos e bebidas para consumo doméstico.

 

chineses

Entender o perfil dos consumidores chineses é fundamental para se inserir no mercado interno da China. Fonte: Nikkei Asian Review

 

Há muitos novos ricos nas capitais da China, os quais representam um novo grupo de consumidores chineses. É da mentalidade destes associar maior qualidade aos produtos importados. Um exemplo é o fato de os consumidores chineses inflacionaram o preço dos vinhos mais caros do mercado, pois estão dispostos a pagar um altíssimo valor em um bem de consumo que caracterize seu status social. Isso se estende também a produtos de luxo. A China hoje consome 50% das vendas globais da Louis Vuitton. As marcas estrangeiras dominam o segmento premium, ao passo que as empresas locais estão aumentando a sua quota de mercado no segmento de produtos de grande consumo.

 

consumidores chineses

Os novos ricos nas capitais da China representam um novo grupo de consumidores chineses, os quais associam maior qualidade aos produtos importados. Fonte: Yoogi’s Closet

 

Essa nova busca por status social na China pode ser uma explicação para o mercado de produtos falsificados. Existem grandes feiras desse tipo de mercadoria em várias capitais, como o Silk Market em Pequim.

 

chineses

A busca por status social na China pode explicar o mercado de falsificados. Fonte: Daxue Consulting

 

Uma outra características dos consumidores chineses, agora abrangendo todo o mercado, é a “cara” do produto. É preciso uma boa embalagem. O plástico de embalagens de alimento brasileiro é mais fino que o usado na China, e os chineses são mais exigentes com a questão da primeira impressão com o produto. A aparência do produto e a qualidade da embalagem contam pontos nas escolhas dos consumidores.

O consumo de carne bovina nas áreas urbanas chinesas também tem aumentado muito ao longo da década. À medida que os chineses envelhecem e se tornam mais urbanizados, se preocupam mais com a saúde e associam isso à carne bovina.

 

carne china

Hoje, um dos maiores fornecedores de carne da China é a Austrália.

 

A tendência dos consumidores chineses mudou ao longo do tempo. Em alguns aspectos é parecida com a brasileira, em outros é diferente. É importante ficar ligado nas novas tendências e hábitos do maior mercado consumidor do mundo.

Você sabia que pode conferir um vídeo sobre o assunto no canal do YouTube da China Link Trading? Além desse vídeo específico, no nosso canal você encontra diversos materiais exclusivos sobre importação da China e negócios com a China. Não perca!

Você tem vontade de exportar para a China? O que achou do perfil de consumo dos chineses? Compartilhe conosco nos comentários!

 

Por Ana Luiza Garcia Lachner, diretamente de São Paulo, SP – Brasil

Fontes: Jornal de negócios, Inovação e Marketing, Beefpoint

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter |  Google +


Veja Também


Deixe seu comentário