Como são os shoppings na China?

No artigo de hoje vamos falar sobre como são os shoppings na China. Iremos elencar algumas diferenças e semelhanças com os centros comerciais daqui.

As lojas dos shoppings na China são todas nacionais ou existem marcas de fora? Tem cinema por lá?

Falaremos disso e muito mais no artigo a seguir. Vem com a gente!

Pequim: tradicional e globalizada

Antes de falarmos sobre os shoppings na China, especialmente em Pequim, vamos falar um pouco sobre a capital da China: Pequim.

Pequim é uma cidade muito antiga e a segunda mais populosa de toda China, com cerca de 20 milhões de pessoas. Com tantas pessoas, a cultura e os costumes são muito diversos.

Apesar de ser a capital, Pequim não é a principal cidade do país, mas é vista como um ponto administrativo onde acontece a política na China.

Por esta razão, ela ainda tem traços muito tradicionais para os chineses em questão de comportamento e influência do governo.

Entretanto, apesar disso, Pequim também possui um lado globalizado, que cresceu ainda mais depois das Olimpíadas que ocorreram na cidade no ano de 2008.

Um dos principais carros-chefe desta influência externa é, com certeza, a presença de grandes marcas estrangeiras no país, especialmente na capital.

Essas lojas, normalmente, ficam nos shoppings, onde grande parte das pessoas costumam frequentar para passear com a família, ir a um restaurante ou assistir um filme no cinema.

Mas você sabe quais as diferenças dos shoppings chineses para os brasileiros?

Não? Então confira as principais diferenças a seguir.

Shoppings chineses são tão ou mais globalizados que os daqui do Brasil

#1 – Aparência semelhante

A primeira coisa que podemos pontuar sobre os shoppings chineses é que, estruturalmente, eles são bem parecidos com os brasileiros. 

São bonitos, bem organizados, com bastante movimentação de pessoas e com uma grande variedade de lojas.

Por falar nas lojas, existem muitas empresas estrangeiras por lá. Algumas pessoas acreditam que essas empresas não são tão presentes na China, mas estão enganadas.

Os shoppings são repletos de lojas oriundas dos mais diversos centros econômicos. Entretanto, a diferença é na nomenclatura.

Isso porque muitas lojas são chamadas pelo nome em mandarim, não pelo nome original. 

Por exemplo, a renomada sorveteria Hägan-Dazs na China se chama Hā gēn dá sī (哈根達斯). Da mesma forma acontece com a cafeteria Starbucks, que na língua local se chama Xīngbākè (星巴克).

Por esta razão, as fachadas das lojas apresentam o nome original da empresa e, do lado, o nome em mandarim.

Outra diferença nessas lojas é que tem alguns segmentos, como cosméticos ou itens de luxo, os preços são bem salgados.

Por isso, caso deseje comprar produtos do tipo em um shopping chinês, opte por ir à Hong Kong, porque na China continental as taxas tarifárias são muito altas.

Produtos considerados de luxo são mais caros na China do que em Hong Kong

#2 – Praça de alimentação

Outra grande diferença dos shoppings chineses para os brasileiros é que grande parte deles não tem aquela praça de alimentação como nós conhecemos.

Lá, existe um andar repleto dos mais diversos restaurantes para você escolher o que deseja comer, mas não tem aquelas praças cheias de mesas e cadeiras.

Não se sabe exatamente o porquê disso, mas a verdade é com isso valoriza ainda mais os restaurantes dos shoppings.

O ponto negativo disso é que a praça de alimentação costuma ser um lugar mais acessível para quem não tem condições de ir a um restaurante, mas não deixa de passar um tempo legal em família comendo algo gostoso.

#3 – Kids Place

Além disso, uma coisa bem comum nos shopping chineses são os espaços infantis, ou kids place. 

É um ambiente recreativo cheio de brinquedos e televisão para os filhos brincarem enquanto os pais fazem suas compras

A prática é comum em alguns shoppings do Brasil também, mas na China é mais comum.

Já pensou poder fazer a alegria do seu filho enquanto você faz suas comprinhas no shopping? Na China, isso é realidade.

Na China, governo controla rigorosamente a exibição de filmes internacionais

#4 – Cinema

Por fim, uma última questão: tem cinema nos shoppings chineses? Sim! Existem cinemas na China, e são bem parecidos com os daqui do Brasil

As semelhanças são várias: você pode comprar pipoca, diversas salas de cinema e outras várias semelhanças como qualquer cinema aqui do Brasil.

As diferenças são que a maioria dos filmes que passam nos cinemas são nacionais, por causa do controle do Governo chinês que limita a quantidade de filmes internacionais.

Além disso, existe a opção de comprar ingressos para um totem localizado na entrada do cinema do shopping.

Basta escolher a seção, adicionar a forma de pagamento e retirar seu ticket. Esse totem também serve caso você compre o ingresso por um aplicativo de serviços, Por ele, você pode comprar seu ingresso e retirar no dispositivo do cinema.

Gostou das dicas? Então acompanhe nosso blog, siga nossas redes sociais e inscreva-se no nosso canal no Youtube para mais conteúdos.

Até a próxima!

Texto de Paulo Santos, diretamente de São Vicente/SP


Veja Também


Deixe seu comentário