Como importar tablet da China

Pensando em importar tablet da China? Os tablets têm ganho muito destaque nos últimos anos e são como extensões dos computadores. Muitas vezes, eles têm conseguido exercer a maioria de suas funções. Com essa vantagem, aliada à sua mobilidade, eles se tornam ferramentas essenciais para o nosso cotidiano. Neste sentido, o artigo que vamos apresentar traz os melhores tablets chineses. Além disso, discutiremos se vale a pena importá-los da China.

 

Os melhores tablets para importar da China

A fim de selecionar os melhores tablets para importar da China, optamos pela divisão de marcas. Isso se deve ao fato da China possuir muitas empresas famosas. Estas estão trabalhando cada vez mais para desenvolver aparelhos eletrônicos com tecnologia de ponta. Desta maneira, selecionamos a Huawei, Lenovo, Xiaomi e Teclast, que são sempre referência quando o assunto são tablets.

 

importar tablet china
Tablet sendo utilizado área edição de fotos.

 

Melhores tablets da HUAWEI

Antes de mais nada, a Huawei foi fundada em 1988 pelo empresário Ren Zhenfei e é um dos maiores desenvolvedores de produtos no ramo das telecomunicações. Decerto, ela tem se destacado muito no mercado chinês e internacional. Os tablets da Huawei são normalmente os primeiros colocados na lista dos melhores. Aqui destacamos o Huawei MediaPad M5, que mencionaremos a seguir.

Certamente, o Huawei MediaPad M6 10.8 é o mais novo lançamento da Huawei. É um tablet Android de bom nível, ótimo para fotos com câmera de 13 megapixels e a possibilidade gravação de vídeos em alta definição. Tem uma tela touchscreen de 10.8 polegadas e uma resolução de 2560×1600 pixels que é uma das mais altas atualmente em circulação.

Começando pelo LTE 4G que permite a transferência de dados e excelente navegação na internet, além de conectividade Wi-fi e GPS também tem leitor multimídia, de videoconferência e bluetooth. O custo deste tablet é em torno de 1500 reais.

 

importar tablet china

 

Conforme mencionamos anteriormente, um dos destaques da Huawei, é o Huawei MediaPad M5, um tablet que certamente é caro, mas ao mesmo tempo é valioso. A configuração Kirin 960 e4 / 64 GB garante um desempenho de alta qualidade, e ele tambémpossui Android 8.0 Oreo. Além disso, a variante Pro do tablet integra suporte estilete com bem-estar. As câmeras tem 13 e 8 mega-pixels e o tablet possui leitor de impressão frontal.

Em virtude destes avanços, os preços podem variar de 400 até 650 euros e podem chegar até 1800 reais, mas certamente é um dos melhores tablets para se importar da China.

 

Melhores tablets da Lenovo

A Lenovo também é uma marca chinesa e foi fundada em 1984 por Liu Chuanzhi. Embora tenha entrado no mercado na década de 80, a empresa só entrou no ramo de smartphones em 2012. Mesmo assim, ela tem avançado muito desde então. Posteriormente em 2014, a Lenovo comprou a Motorola da Google.

O primeiro tablet da Lenovo é o LENOVO P8, que é uma das escolhas mais populares nesta categoria. ESte possui uma tela de 8 polegadas e memória de até 16G de armazenamento. Ele também possui multimídia favorecida com um alto-falante duplo com o apoio Dolby Atmos. O preço deste tablet chinês pode variar de 145 a 220 euros, equivalente a quase 1000 reais.

 

importar tablet china
Existem diferentes tipos de tablet para cada necessidade pessoal.

 

Posteriormente, a Lenovo lançou também o Tab M7 e M8. O Tab M7 é um tablet com tela IPS LCDde 7 polegadas e resolução 1024 x 600 pixels – que certamente não alcança qualidade HD. A ficha técnica é simples: ele será vendido com 1 ou 2 GB de memória RAM e armazenamento de 8, 16 ou 32 GB, com entrada para microSD de até 128. O processador muda conforme a versão e ele traz também câmeras frontal e traseira de 2 megapixels com foco fixo.

Certamente o Tab M8 traz melhorias no design, com acabamento totalmente metálico e resistência a respingos de água. Nas especificações, o aparelho conta com aprimoramentos na tela IPS, que pula para 8 polegadas e alcança resolução HD (1280 x 800) e 5.000 mAh de bateria. A câmera traseira vai para 5 megapixels e foco automático. Em suma, a Lenovo tem trabalhado muito em melhorias e é uma marca bastante conhecida no Brasil por seus celulares e notebooks, o que pode influenciar o cliente ao importar tablet da China.

 

Melhores tablets da Teclast

Uma outra marca de tablet chinês é a Teclast, que tem se destacado muito nesse ramo. O primeiro tablet deles a ser apresentado é o Teclast Master T10 está presente no top 10 dos melhores tablets para importar da China. Ele integra na tampa traseira um leitor de impressão digital para desbloquear. É um tablet bem construído, com muitas portas micro HDMI para diferentes necessidades. O processador hexa-core é então flanqueado por 4 / 64 GB de memória, além de uma bateria de 8100 mAh com carregamento rápido.

Teclast T8 possui um custo benefício incrível, oferecendo um painel com resolução Quad HD. Além de um processador quad-core com 4 / 64 GB de memória. E a presença de Android 7.0 Nougat ele também permitirá que você o use tela dividida para aproveitar ao máximo a diagonal disponível. Note-se a presença do ID do sensor e da porta USB Tipo-C.

 

importar tablet china

 

Teclast M20 é um tablet com conectividade 4G, portanto, adequado para todos os usuários que desejam se conectar em dispositivos móveis, mesmo via pad. Além disso, ele possui um processador MediaTekNúcleo Deca MTK6797 auxiliado por 4 GB de RAM e 64 GB de memória interna expansível via micro SD. Neste sentido, importar este tablet da China pode ser uma vantagem para quem quer testar marcas novas no mercado.

 

Melhores tablets Xiaomi

A Xiaomi também é uma empresa chinesa e foi fundada em 6 de abril de 2010 por diversos sócios. Recentemente, ela se tornou a terceira maior distribuidora de smartphones no mundo.

Primeiramente, O Xiaomi Mi Pad 4 Plus é uma versão melhor do Pad 4. Parece um tablet de 10.1 ″ IPS em resolução FHD com o mesmo processador, Qualcomm Snapdragon 660 auxiliado por 4 GB de RAM e 64 / 128 GB de memória interna expansível via microSD. Nesta variante, o sensor de impressão digital está presente além do Face Unlock através da câmera selfie.

 

importar tablet china
Os tablets podem ser adaptados para as necessidades de cada usuário.

 

Certamente o Xiaomi Mi Pad 4 é um pouco inferior ao Plus mas tem muitas vantagens. Montado em alumínio, é um tablet compacto de 8 “FHD em 16: 10. O desempenho é bom e o tablet conta com 3 / 4 GB de RAM e 32 / 64 GB de memória. Ele não possui um sensor de impressão  digital e sim o Face Unlock através da câmera selfie.

Em resumo, a Xiaomi tem ganhado muito espaço no mercado de celulares e esta avançando para outros aparelhos eletrônicos. Ademais, na hora de importar tablet da China, tanto a Xiaomi quanto a Huawei já possuem o certificado de homologação da Anatel para importados e isso é um ponto positivo para essas duas marcas.

 

Vale a pena importar tablets da China?

Vale a pena importar tablet da China, mas é preciso se atentar a algumas dicas importantes. Primeiramente, uma das dicas diz respeito ao sistema operacional do tablet que deseja comprar.

Tendo em vista isso, é preciso identificar o sistema operacional que reúne os recursos mais indicados para suas necessidades. De fato, os mais indicados são Android, Windows e IOS. Você pode fazer a escolha de acordo com a sua afinidade em manusear esses sistemas. Leve em conta também o grau de compatibilidade dos arquivos com seus outros eletrônicos.

 

importar tablet china
A maioria dos produtos importados da China chegam através do frete marítimo, em contêineres.

 

A marca do tablet é importante já que existem muitos fabricantes, muitas opções e valores. Como pode ver nesse artigo, existem tablets na China com boa qualidade. Marcas como Huawei, Teclast, Xiaomi e Lenovo não são inferiores a marcas como Samsung e Apple.

Ao importar tablet da China, é importante contar a preço do tablet, do frete e do seguro. Além disso, também é necessário considerar algum custo adicional caso ocorra algum problema. Por isso, se você tem interesse em saber mais sobre os primeiros passos da importação clique aqui. Se ficou curioso sobre como a China cresceu tanto no ramo de eletrônicos a BBC fez um artigo falando sobre isso.

 

Por Barbara Pompei Corcioli, diretamente de Marília, SP – Brasil

Fonte: Giz China, Tech Tudo

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário