Como é formado o preço de exportação de uma mercadoria?

Para calcular como é formado os preços de exportação de uma mercadoria ou para importar produtos muitas vezes representam equação que precisa ser analisada cuidadosamente, quando a empresa decide atuar na venda ao exterior ou decide pesquisar novos mercados.

dinheiro

Como é formado os preços?

Além dos custos normais no mercado interno, com exceção dos impostos que sofrem isenção ou não incidência, estão envolvidos outros fatores e estratégias relativas ao mercado que se deseja atingir. A competitividade e o controle de preços no mercado internacional constituem um desafio a ser vencido com paciência e persistência. A produtividade e o controle de qualidade na China, bem como as condições de pagamento e entrega, são barreiras constantes que devem ser ultrapassadas, tanto na produção como nas condições de venda.

O procedimento ideal para a formação do preço de exportação é o levantamento do custo de fabricação da mercadoria, feito item por item, somando-se os custos fixos e os variáveis para cada caso. Como custo fixo entende-se aluguel de imóvel, despesas administrativas, mão-de-obra indireta, depreciação de maquinário, etc., ou seja, todo custo que existirá sempre que houver ou não produção. Custos variáveis sã aqueles que são contabilizados de acordo com o volume de produção, tais como matérias-primas, mão-de-obra direta, materiais de apoio à produção, luz, água, etc. Deve-se também somar os custos específicos de exportação, tais como embalagens especiais, despachantes aduaneiros, taxas portuárias ou aeroportuárias, transporte até o porto ou aeroporto, seguros, corretoras de câmbio, etc.

É aconselhável elaborar uma planilha de custos do produto, podendo-se adotar o seguinte procedimento básico: Calculado o preço FOB ou FCA para exportação, deve-se analisar se o preço encontrado é o ideal diante do que o mercado internacional ou seu mercado-alvo está praticando. Quando, nesta análise, o preço estiver aquém do mercado, pode ser aumentada a margem de lucro. Estando o preço além, deve-se decidir por diminuir custos

Somente após formado o preço de exportação de suas mercadorias, a empresa estará apta, então, a efetuar uma pesquisa de mercado para seu produto. De nada adianta saber que determinado produto pode ser colocado em um determinado mercado, se seu custo é exageradamente alto para fazer frente aos concorrentes naquele mercado.

O preço final do produto exportado ou importado tem influência direta na sua competitividade no mercado. Nesse ponto, não podemos deixar de mencionar que a China tem grande vantagem. Seus produtos estão presentes em países do mundo todo a um preço bem competitivo. Mas você sabe por quê? Porque os produtos chineses tendem a ser mais baratos?

A China consegue produzir barato porque dispõe de mão de obra farta e barata.  Um país que cresce de maneira absurda consegue produzir e exportar produtos industrializados de maneira exponencial. Oferta de matéria-prima barata aliado a outros fatores faz com que os produtos chineses consigam chegar ao mundo com preços competidores, mesmo pagando impostos legalmente.

Em um mercado comunista como o chinês não se gasta exageradamente com a divulgação de uma marca. Isso é o que mais encarece um produto no mercado capitalista. Devido à concorrência quem mais se mostrar na mídia ganha o consumidor, mesmo que isso seja caro. Acredite, um comercial em horário nobre na TV pode custar R$250.000 (duzentos e cinqüenta mil reais) por 30 segundos de exibição e adivinha quem paga essa conta escondida no preço do produto?

Quanto à qualidade, os produtos chineses podem ser tão bons quantos os americanos ou japoneses. Isso novamente é relativo. Do mesmo modo que há produtos americanos bons e ruins, os chineses também fabricam produtos bons e produtos de qualidade duvidosa. Como em outros lugares do mundo a China também tem produtores diferentes e produzem produtos com diferentes níveis de qualidade. Especular e apontar que todos os produtos importados da China são ruins é um erro geralmente cometido por quem gosta de associar qualidade a uma marca.

Acompanhe nosso Blog de Importação e tire dúvidas conosco através do e-mail de contato: contato@chinalinktrading.com.

Fonte: JoiaBr e Importados China
Por Mário Frassom – Direto de Marília, Brasil
Acompanhe novidades no: www.facebook.com/ChinaLinkTrading

 

Se você precisar de qualquer apoio para começar a importar da China ou melhorar a sua operação aqui na Ásia, podemos apoiá-lo na busca de fábricas chinesas capazes. Nós fazemos a  procura de fornecedores chinesescontrole de qualidade e carregamento da carga para você em qualquer lugar na Ásia. Consulte nosso site para mais informações.


Veja Também


Deixe seu comentário