A China e a importação de minérios

Os principais produtos negociados entre o Brasil e a China são minérios, soja e combustíveis. Entre esses três, falaremos um pouco mais sobre o minério de ferro, que tem sido excelente na promoção do desenvolvimento econômico do Brasil e que, para China, tem uma importância gigantesca, já que o país é o maior consumidor de minério do mundo.

O Brasil exporta minérios e commodities que, devido à imensa e crescente demanda, são absorvidos pela China na forma de importação.
Esse assuntos te interessa? Confira nosso vídeo onde te explicamos sobre a exportação de commodities, ponto forte da balança comercial brasileira.

Se você gostou desse vídeo, se inscreva no nosso canal.

 

O minério

O minério de ferro em si serve como um dos principais componentes para a fabricação de aço, portanto a demanda de minério de ferro tem uma relação estreita com a demanda mundial por aço bruto.  É a partir disso que são desenvolvidos muitos produtos pequenos como utensílios e equipamentos pequenos, assim como também é utilizado na construção civil e parte industrial. Ou seja, é com esse metal que se constrói toda a indústria de produção de bens, já que o ele atinge muitos setores da economia. A China é o principal consumidor de minério de ferro, em grande parte devido a ser a maior produtora de aço, produzindo aproximadamente a metade de todo aço bruto mundial

 

importação
Fonte: O Globo

O Brasil é um país que tem muita riqueza de minérios importantes como o nióbio, utilizado principalmente em ligas de aço; o ferro, manganês, essencial para a fabricação do aço e para ligas de alumínio; e o próprio alumínio, além de outros componentes. O minério serve como importante fonte de renda para a população brasileira, se tornando um suporte financeiro e econômico para o país, marcado pela influência história desde o período da colônia até os dias atuais. O Brasil, por exemplo, é um país que tem a atividade da mineração compondo cerca de 5% do Produto Interno Bruto além de gerar muitos empregos tanto de forma direta, através da extração, como também de forma indireta, que se dá por meio das exportações que são feitas a China e outros negócios envolvidos.

As vendas de minério no Brasil atingiram, em 2018, quase 400 milhões de toneladas, apresentando um aumento de 80 milhões de toneladas de 2017 para 2018. A produção de minérios brasileiros tem crescido e melhorado muito nos últimos anos isso porque a China tem tido um grave problema em relação a poluição, que assola muitas cidades do país por conta, principalmente da queima de carvão, emissão de gás poluentes de veículos e poeira.

Parte da poluição está ligada ao uso dos minérios, o que faz com que a China busque cada vez mais contratos de longo prazo para o minério de ferro de alta qualidade, tanto para não infringir a leis do governo e diminuir a poluição como também para não perder a oportunidade de ficar sem o minério de alta qualidade.  

Um ponto de extrema importância, que beneficia essa nova política para o mercado atual de minério de ferro, é o início da produção do S11D, um tipo de complexo mineiro operado pela Vale em Carajás. A mina S11D possui um minério de qualidade altíssima, com teor de 66,7%, e uma capacidade produtiva de 90 milhões de toneladas de acordo com a Vale. Tal produto além de ter uma ótima qualidade e grande concentração, possui uma aplicação de um sistema truckless, ou seja, um transporte de material dentro da mina feito exclusivamente por correias e britadores móveis, algo bem diferente das maneiras atuais e que pode diminuir o custo de produção do minério de ferro no S11D a US$7 a tonelada, o menor entre todos os produtores.

 

importação
Fonte: Instituto Minere

Relações Brasil e China

O preço do minério tem variado muito desde o que ocorreu em Brumadinho e também em Mariana, já que a presença responsável por causar todos os esses danos a sociedade é também da principal empresa responsável pela exportação de minérios do Brasil. Após o crime ambiental ocorrido neste ano, a Vale disse que tem a intenção de desativar mais dez barragens construídas em Minas Gerais, o que vai acarretar em pausa da produção.

Com a mudança nos potenciais de importação de minérios, haverão consequências comerciais. Tais ações interferem diretamente no preço do minério de ferro negociado para a exportação que tem variado muito nesse ano, de USD 82 até USD 94 dólares. Nesse sentido, as siderúrgicas chinesas e os comerciantes estão correndo para assegurar contratos de longo prazo para minério de ferro de alta qualidade, antes de cortes de produção no inverno da Vale.

 

importação

Fonte: Diário Online

Segundo a Vale, os contratos tem aumentado muito por conta da demanda chinesa citada anteriormente e todo o “Carajás” já foi comprado por conta desta nova política, tendo-se trabalhado cada vez mais nos 30 parques produtores brasileiros para que o foco fosse esses novos tipos de contratos.

A China exerce grande influência sobre os preços mundiais em cima do minério de ferro, o que acaba, consequentemente, se tornando um tipo de commodities dos seus derivados como o aço, fazendo com que o preço de valorização do aço da China interfira diretamente no preço do aço do Brasil.

 

Por Barbara Pompei, diretamente de Marília, SP – Brasil

Fonte: G1, China Link, CPRM

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter


Veja Também


Deixe seu comentário