Curiosidades sobre o Calendário Chinês

Muito se fala sobre a diversidade cultural entre o Oriente e o Ocidente, que se expressa ainda mais quando o assunto é o tempo, mais precisamente, o modo como contamos o tempo. O calendário chinês é um dos mais antigos e é bem diferente do nosso calendário, por isso preparamos algumas curiosidades e informações para conhecermos um pouco melhor essa cultura.

O calendário ocidental é baseado no movimento solar e é aquele calendário tradicionalmente conhecido por ter 365,25 dias sendo que a cada 4 anos temos um ano bissexto, com 366 dias. Já o calendário chinês é baseado tanto no movimento solar quanto no movimento lunar, o que é caracteriza-o como lunissolar.

Nesse calendário há um equilíbrio entre o movimento do sol que conta com 365,25 dias e o movimento da lua que tem 354 dias, o que explica o fato do calendário chinês nunca ter uma data específica de comemoração como o 1º de janeiro no Ocidente mas sim estimativa. Para não ocorrer problemas na contagem, os chineses acrescentam um mês a cada três ou quatro anos. Estima-se que o ano novo Chinês ocorra entre 21 de janeiro e 20 de fevereiro do calendário ocidental, começando sempre pela 1ª lua nova desse período.

 

Contagem do calendário chinês

Feliz 2019! Ou devemos dizer feliz 4717? A contagem do calendário gregoriano é muito diferente do calendário Chinês que surgiu com o herói cultural, Huang-ti, o Imperador Amarelo por volta de 2637 a.C. Esse imperador é muito lembrado na cultura chinesa por ter feito muitas invenções, na qual uma delas foi o calendário, que a princípio baseava-se nas fases da lua e depois se transformando no calendário lunissolar que conhecemos atualmente.

 

Calendário chinês
Fonte: Xihua Português

 

Há outras contagens adotadas naquela região, e uma das mais usadas é uma versão adotada em Taiwan que começa a contagem no ano 109, que é o ano de início da República da China.

 

Semelhanças do calendário chinês com o Ocidental

Existem algumas semelhanças entre o calendário Chinês e o calendário Ocidental, e uma delas é sobre a representação feita em figuras nos horóscopos. No calendário gregoriano a representação é feita em meses, onde cada mês tem o seu signo e no calendário chinês essa mesma representação também é feita, mas através dos anos. Em ambos, existem doze representações.

O horoscopo chinês tem ainda representações de elementos naturais como a água, o fogo, a madeira, o metal e a terra. Esses elementos se misturam com os animais representados no horoscopo, o que faz que uma combinação específica só ocorra a cada 60 anos, o que torna o calendário chinês ainda mais interessante.

Neste ano chinês é a vez do porco, que é um símbolo de riqueza e fartura. Segundo estatísticas, no último ano do porco houve uma alta taxa de natalidade, o que reforça muito a tradição do calendário.

 

Calendário chinês
Fonte: Simpatias

 

Eles também tem um ano como se fosse o ano bissexto mas ao invés de acrescentar um dia como o calendário gregoriano, acrescentam um mês, como mencionado acima, para não ter problemas com o equilíbrio do calendário solar e lunar.

 

Costumes do calendário chinês

O calendário Chinês proporciona ao ano novo o maior feriado comemorado podendo durar até 15 dias porque é considerado o mais importante segundo sua cultura. Cerca de 20% do mundo comemora-o e durante o período as taxas de migração crescem muito.

Das festas do calendário chinês, na comemoração do ano novo chinês se festeja também o festival da Primavera já que é a comemoração do fim dos dias frios para a chegada de um novo tempo que contará com colheitas e um novo começo. Esse dia é especial na cultura chinesa por que é o dia em que se reza aos deuses pedindo uma plantação boa e fértil. Ele começa um dia antes do ano novo Chinês e dura até a Festa da Lanterna, no 15º dia de pois da aparição da lua nova.

A celebração do novo calendário é um dia que além de orações tem muitos outros costumes como por exemplo a utilização dos fogos de artifício, já que há muito tempo o monstro Nian vinha todo ano para assustar as pessoas e um menina conseguiu espantá-lo utilizando os fogos.

 

Calendário chinês
Fonte: Notícias Magazine

 

A cor que predomina no ocidente na passagem do ano novo é a branca, mas na China, o vermelho é a cor principal da decoração por ser uma cor que dá sorte e também afasta o azar.

Uma outra festa do calendário Chinês é o Festival do Barco do Dragão que ocorrerá no dia 7 de junho, no quinto dia da quinta lua e é o segundo festival que comemora a vida. Ele marca o solstício de verão e ocorre há mais de 2000 anos. A Festa do Barco-Dragão ou Festa da Pamonha tem como ponto alto a gastronomia com a pamonha de arroz, comida típica da China e também os esportes.

 

Por Barbara Pompei, diretamente de Marília – SP.

Fontes: Revista Macau ,Calendários, UOL

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter |  Google +


Veja Também


Deixe seu comentário