Logo Branca China Link

Alibaba articula redução de funcionários após pressão do governo chinês

Alibaba planeja corte de funcionários

O grupo Alibaba, do empresário Jack Má, está com planos de cortes internos. De acordo com a publicação da Reuters, quatro fontes com conhecimento sobre as estratégias do grupo abordaram o futuro corte de um terço da equipe de negócios.

Não é a primeira vez que o Alibaba passa por dificuldade. Dessa vez, os cortes estão associados com a ampla campanha de fiscalização promovida pelo governo chinês, Isso fez com que o desempenho da Alibaba seguisse em queda.

Atualmente, a empresa conta com 110 pessoas no time de investimento estratégico. Segundo as fontes, a corte tem como objetivo manter aproximadamente 70 pessoas.

Baseado nas informações das fontes, estes cortes envolvem profissionais do nível médio e sênior na China Continental. Os representantes oficiais do Alibaba ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

No penúltimo domingo (10), o regulador do mercado chinês impôs multas para empresas que não cumpriram com as novas exigências. Tais como a Tencent, a bigtech chinesa, e o Alibaba, dentre outras, entraram na lista de empreendimentos que não cumprem regras de antimonopólio.

Histórico

Entre 2015 a 2021, o grupo Alibaba fez aproximadamente 44 investimentos por ano. De acordo com a Dealogic, o maior número do Alibaba ocorreu em 2018, com 70 negócios que resultaram 54 milhões de dólares.

Já em 2022, o Alibaba diminuiu a quantidade de investimentos para nove, que totalizou 5.2 bilhões de dólares.

Em março, a Reuters informou que o grupo demitiu cerca de 15% do seu quadro de funcionários, que totalizou aproximadamente 39 mil pessoas.

 

Fonte: Reuters – Hong Kong

Compartilhe:

#MAIS ARTIGOS

Importação Ilegal

Importação ilegal de celulares gera mais de 56 mandados de busca e apreensão pela PF

erros de importação

O que não fazer em uma importação da China

Auditória de Fábrica

Auditória de fábrica em fornecedores na China: Porque fazer?