BLOG

Ações da Alibaba saltam 27% após China anunciar redução de cerco regulatório

Depois de dois dias consecutivos de quedas intensificadas, uma perda estimada em US$1,5 trilhão em valor de mercado, as bolsas de ações da China e Hong Kong cresceram.

Em destaque estão as ações da Alibaba (BABA34) que cresceram 27% no dia. A queda ocorreu em paralelo com o crescimento de casos de covid-19 na China, que gerou um lockdown nas cidades como Shenzhen, maior polo industrial e de tecnologia no sudeste do país, um grande fornecedor mundial.

O BDR (Brazilian Depositary Receipt) da Alibaba fechou o pregão de quarta (16) com alta de 33,94%, cotado a R$19,02.

A principal empresa de telecomunicações e de serviços de internet, Tencent, teve uma alta de 23% nos papéis. E os da Meituan, plataforma de delivery, cresceu 32,1%.

Após a reunião realizada com os principais membros do Comitê de Estabilidade e Desenvolvimento Financeiro do Conselho de Estado chinês, foi divulgado pelo comitê uma “introdução ativa de políticas que beneficiem os mercados”.

Do ponto de vista dos analistas financeiros do país, o recado aos investidores foi direto e objetivo. A ampla repressão às empresas de internet estaria com os dias contados e o governo Chines impediria um colapso no setor imobiliário.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter

#MAIS ARTIGOS

Elon Musk chines tiktok

Conheça Yilong Ma, o “Elon Musk” chinês que cresce nas redes sociais

Produtos de informática tem imposto zerado

Produtos de informática tem imposto de importação zerado

Produtos Importados da China seguem forte no Brasil

Produtos Importados da China: Ranking 2021