July 17 2018

Zhou Qunfei: a chinesa que saiu da pobreza e se tornou a mulher mais rica da China

Posted by Ana Yamashita

O patrimônio da maior parte dos grandes milionários que conhecemos nos dias de hoje foi herdado. Porém, segundo o ranking da revista norte-americana Forbes, esse não é o caso de Zhou Qunfei, uma mulher nascida na China, que saiu de uma condição de extrema pobreza e se tornou a não-herdeira mais rica do seu país e do mundo. Quer conhecer mais sobre a história dessa mulher que conquistou sua fortuna por conta própria? Continue lendo o artigo e saiba mais!

 

Zhou Qunfei

 

Zhou Qunfei: a mulher não-herdeira mais rica do mundo

Zhou Qunfei, nascida no ano de 1970, foi criada em um povoado agrícola da província de Hunan, no sul da China. Caçula de uma família de três filhos, sua infância não foi nada fácil. Quando ainda era bem nova, seu pai ficou praticamente cego ao sofrer um acidente de trabalho, e, aos cinco anos de idade, sua mãe veio a falecer.

A família de Zhou Qunfei era bem pobre, e, por isso, mesmo criança, ela teve que aprender a sobreviver em condições duríssimas. Qunfei, para suprir a falta de dinheiro em sua casa, teve de ajudar na criação de porcos e patos numa granja. Como esse emprego exigia muito tempo dos seus dias, aos 16 anos, ela abandonou a escola para trabalhar em tempo integral.

Esta foi a vida de Qunfei até que ela decidiu trocar a zona rural de Hunan pela zona urbana de Shenzhen, que hoje é uma importante metrópole, cujo número de habitantes é bem similar ao da capital paulista (12,5 milhões de habitantes). Nessa cidade, Zhou Qunfei arranjou um emprego em uma fábrica de vidros para relógios, onde ganhava cerda de 1 dólar por dia.

Apesar de sua baixa posição hierárquica no interior da empresa, Qunfei conseguiu crescer rapidamente, chegando a conquistar um cargo de chefia. Após alguns anos nessa posição, ela finalmente decidiu que era hora de dar início ao seu próprio negócio.

Depois de um tempo juntando dinheiro, Qunfei, com a ajuda de seus parentes, instalou uma pequena fábrica no apartamento de três quartos onde morava. Junto com sua família, Zhou Qunfei começou a fabricar vidros para relógios – aproveitando o nicho no qual ela havia trabalhado por tanto tempo e se especializado.

Com a sua fábrica montada, Qunfei passou a dedicar boa parte de seus dias a aperfeiçoar as técnicas necessárias para produzir telas de aparelhos com espessuras cada vez mais reduzidas, porém, de alta qualidade.

Foi assim que, certo dia, Zhou Qunfei recebeu uma ligação da fabricante Motorola, que queria oferecer a ela a oportunidade de ajudar a companhia multinacional a desenvolver uma tela de vidro para celulares.

 

Zhou Qunfei

 

Naquela época, início dos anos 2000, os celulares não eram tão modernizados quanto hoje, e a maioria das telas era de plástico. A Motorola então quis produzir algo inovador e mais resistente, a fim de criar um celular de melhor qualidade. Para isso, a empresa decidiu contar com a ajuda de Zhou Qunfei, que há pouco vinha ganhando terreno na área, e não pensou duas vezes antes de aceitar a proposta.

Depois disso, as coisas só melhoraram para a chinesa. Muitas outras ofertas foram surgindo. Em 2007, a Apple lançou a primeira versão do iPhone, e a Lens Technology – empresa da Zhou Qunfei – foi a fabricante escolhida para fornecer as telas.

 

A ascensão de Qunfei na China

Em entrevista para o jornal australiano The Australian Financial Review, Zhou Qunfei afirma que: “No período de rápido crescimento da China, o país estava cheio de oportunidades para empreendedores, inclusive mulheres”.

A analista Huang Yasheng, do Instituto Tecnológico de Massachussets (MIT), defende que a história de Qunfei se desenrolou num contexto positivo para as mulheres. Nos anos 1990, momento em que o capital externo passou a adentrar a China, o Partido Comunista Chinês não colocou obstáculos para as mulheres prosperarem. Pelo contrário, segundo a analista, o país estimulava, sem discriminação, a criação de novas empresas e indústrias.

Zhou, inclusive, recebeu recentemente o atual presidente chinês, Xi Jinping, na sede de sua companhia. Hoje, aos 48 anos, ela é vista, por muitos em seu país e no mundo todo, ao lado de Jack Ma, como uma representação do esforço e da dedicação dos chineses ao trabalho.

Qunfei é o que os estadunidenses chamam de “self-made woman”, ou seja, uma mulher que conquistou sua fortuna por conta própria. Aos 22 anos, ela nem imaginava que hoje faria viagens e voaria de avião particular. Para muitos, ela é o tipo de empreendedor do qual a China está precisando para competir no mercado global, diante da atual disputa tecnológica.

 

Zhou Qunfei

 

Com uma fortuna avaliada em cerca de US$ 7,1 bilhões (aproximadamente R$ 24,8 bilhões), e que deve continuar crescendo, Qunfei é a fundadora e diretora executiva da empresa Lens Technology, uma companhia que desenvolve, fabrica e vende telas de vidro para serem utilizadas em celulares, tablets e computadores. Dentre as clientes da empresa de Zhou Qunfei, estão as gigantes Apple e Samsung.

E aí, gostou da história de Qunfei? Compartilhe sua opinião conosco nos comentários!

 

Por Lys Brittes, diretamente de Marília, SP, Brasil

Fontes: BBC, Forbes, G1

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter |  Google +