Maio 15 2018

Vistos entre China e Brasil: Facilitação para o crescimento do turismo

Posted by Victor Fumoto

Ouvimos desde a época em que o Brasil sediou importantes eventos internacionais, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, que o grande fluxo de turistas de outros países ajudaria no aquecimento da economia, devido ao maior consumo gerado pelos gastos dos estrangeiros. Contudo, tal afirmação pode também ser verdadeira em períodos sem a ocorrência de grandes eventos, mas que sejam marcados por uma ampla circulação de turistas. Assim, é notável a iniciativa realizada para facilitar a emissão de vistos entre China e Brasil, que promete gerar benefícios para ambas as economias e garantir para o Brasil a maior entrada de turistas do país mais populoso do mundo. Porém, quais são, de fato, os benefícios de tal facilitação? Como essa aproximação é feita? Saiba mais abaixo!

 

Vistos entre China e Brasil

A facilitação dos vistos entre China e Brasil é uma realidade para ambos os países (Imagem by Stux, Pixabay).

 

A aproximação do Brasil e da China é buscada por ambos os países em diversas áreas da economia e é expressa nas trocas comerciais e nos investimentos. Contudo, tal aproximação também ocorre no campo do turismo, que, por sua vez, coopera com a economia dos países, por meio do consumo e dos investimentos que podem acompanhar os turistas estrangeiros. Logo, ainda existe o interesse de promover a facilitação da emissão de vistos entre China e Brasil, e, os países em questão promoveram encontros para discutir o tema e celebrar um acordo sobre a questão.

 

Vantagens da facilitação dos vistos entre China e Brasil

A facilitação da emissão de vistos entre China e Brasil apresenta vantagens para ambos os países, por meio do maior fluxo de turistas entre os mesmos. Logo, é importante considerar que a China apresenta a maior população do mundo e, de acordo com a Organização Mundial de Turismo(OMT), a China é a maior fonte de turistas internacionais no mundo desde 2012 , com 135 milhões de viajantes em 2016. Ademais, os chineses são os que mais gastam, à frente dos americanos, alemães, britânicos e franceses.

Por outro lado, os turistas brasileiros também gastam grandes quantias no exterior e, segundo os números divulgados pelo Banco Central (BC), os brasileiros gastaram US$ 19 bilhões em viagens internacionais no ano de 2017.

No entanto, apesar da grande quantidade de turistas chineses, o maior número de pessoas que transitam com vistos entre China e Brasil são as brasileiras. Sendo assim, um pouco mais de 50 mil turistas chineses viajaram para o Brasil no ano de 2016, enquanto o dado mais recente, sobre visitantes brasileiros na China, mostra que, em 2015, 93 mil turistas visitaram o país asiático.

 

Interesses brasileiros para a facilitação dos vistos entre China e Brasil

 

Vistos entre China e Brasil

O Brasil pretende atrair um maior número de turistas chineses (Imagem by Adrenaline.Uol).

 

Além do interesse ligado a grande quantidade de turistas chineses que viajam ao exterior, e do consumo e investimentos que acompanham os mesmos, o governo brasileiro ficou motivado para aumentar a proximidade dos países e buscar a facilitação da emissão de vistos entre China e Brasil, pois, apesar de já haver voos com conexão em Portugal e Espanha, é possível ampliar as frequências.

Ademais, a ação argentina de facilitar a entrada de turistas da China fez com que o número de chineses dobrasse em suas cidades, e serviu como estímulo para que o governo brasileiro fizesse o mesmo para obter um maior número de chineses nas cidades brasileiras.

 

Acordo para a facilitação da emissão de vistos entre China e Brasil

O documento foi assinado em uma viagem da comitiva do Governo Federal brasileiro ao país asiático, que é a maior fonte de turistas internacionais do mundo; ficaram estabelecidas mudanças no processo de concessão de vistos e na validade dos mesmos.

 

Vistos entre China e Brasil

O presidente do Brasil ao lado do presidente da China (Imagem by Gazeta do Povo).

 

Assim, os vistos, que tinham validade de três meses, terão um prazo de validade de cinco anos, com múltiplas entradas, com período de estada de 90 dias, renováveis por até outros 90 dias, a cada 12 meses. Ademais, o Ministério do Turismo também credenciou 316 agências brasileiras para receberem turistas chineses em 2017, em cumprimento à legislação brasileira e às determinações do governo da China.

Além de tais fatores, o acordo também visa a realização de um prazo menor para a emissão de vistos entre China e Brasil, de modo que as embaixadas e repartições consulares dos dois países devem, diante de tal questão, esforçar-se para emitir os vistos em cinco dias úteis, a partir da solicitação.

 

Intenções do Ministério do Turismo brasileiro

O Ministério do Turismo do Brasil apresentou grandes metas para o desenvolvimento em tal área e, de acordo com o mesmo, a medida de facilitação da emissão dos vistos entre China e Brasil auxilia na meta prevista no plano Brasil Mais Turismo. Logo, o acordo realizado pelos dois países supracitados é considerado importante para que a meta de atrair, para as localidades brasileiras, 12 milhões de visitantes vindos do exterior até o ano 2022, possa ser atingida com sucesso.

Dado o exposto, podemos constatar que a relação entre a China e o Brasil caminha para uma aproximação em diversas áreas, dentre as quais está incluso o turismo e suas consequências para a economia. Logo, a facilitação na emissão de vistos entre China e Brasil, além de poder ajudar no alcance da meta estabelecida pelo Ministério do Turismo brasileiro, também pode melhorar a economia do país, por meio do consumo e da geração de empregos, devido à demanda por serviços; trazendo, ainda, possíveis investimentos e oportunidades de negócios com os chineses.

Quer saber tudo sobre a China e aprender mais sobre exportação? Continue ligado no blog!

 

Por Pedro Mochiatti Guijo, diretamente de Marília, SP, Brasil

Fontes:Ministério do Turismo, Gazeta do Povo, Governo do Brasil, Economia.Uol, Sputniknews

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

Facebook  |  Canal do Youtube  |  LinkedIn   |  Instagram   | Twitter |  Google +